Você sabe o que é Ageismo?

1

Ageismo foi um termo cunhado, em 1969, pelo médico gerontólogo e psiquiatra Robert Neil Butler e diz respeito à discriminação ou estereótipos de pessoas ou grupo com base na idade desses indivíduos. Como sabemos e percebemos, e por vezes fazemos, aqueles que têm 60 anos ou mais são alvos desta discriminação diariamente.

Estereotipar com base na idade significa atribuir certos pensamentos, atitudes ou características que são comuns à pessoas de certa faixa etária. Já o preconceito com base na idade é quando certos comportamentos discriminatórios são tomados contra pessoas, no caso, idosas, baseados nesses estereótipos.

Estes preconceitos podem surgir de diversas formas, seja adotando a ideia de que idosos são “velhinhos”, “fofinhos” ou “bonitinhos”, com as boas intenções que estas palavras estão carregadas, ou na crença de que idosos não mais são capazes de exercerem atividade de forma satisfatória ou que por serem idosos já estão debilitados e frágeis.

Tais atitudes podem ser encontradas no âmbito familiar, institucional, na nossa sociedade e até na própria pessoa idosa. A questão é: Como combater práticas ageistas?

Infelizmente nosso país ainda não se conscientizou à necessidade da educação para o envelhecimento, porém, profissionais como o gerontólogo vêm com a missão de capacitar demais profissionais a compreender corretamente o envelhecimento, sensibilizar a família ao que é envelhecer e ser velho, a sociedade de como estar preparada para o envelhecimento populacional e ao idoso a como se planejar de forma a combater tais preconceitos, sejam eles intrínsecos ou não.

       

A velhice nada mais é do que uma etapa no nosso ciclo de vida e a única forma de não vivê-la é morrer antes de alcançá-la, ao contrário do que muitos pensam é possível chegar a velhice de forma saudável e ativa, tudo depende de um planejamento ao longo de toda a sua vida.

E você, o que está fazendo para combater o ageismo?

Artigo escrito por Ana Paula Lino (ABG343), Gerontóloga da Telehelp.

banner_telehelp_3 (1)

 

COMENTE COM OS AMIGOS DO SITE:
Use a caixa de comentários abaixo para trocar idéias com os leitores do site. Muitas pessoas podem interagir com você.

       
1 comentário
  1. Francisca Lucas Diz

    Acho que a participação em comentário é agir de acordo com a opinião declarada, vai depender da saúde mental que cada idoso tem…Existe aqueles que já tem preconceitos consigo próprio. Comenta algo que ele mesmo não acredita.??

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.