Vantagens para viagens na terceira idade

0 2.252

A terceira idade transformou-se em um público cobiçado para o setor de turismo. O Governo, por sua vez, relançou o Programa Viaja Mais Melhor Idade, para oferecer pacotes com descontos e facilidades de pagamento para os idosos. Empresas com serviços para a terceira idade, como teleassistência, também investem em mecanismos para dar mais tranquilidade para quem está fora de casa.

O Ministério do Turismo lançou, no início de setembro, a segunda edição do Programa Viaja Mais Melhor Idade, com descontos exclusivos para idosos. O projeto havia sido lançado em 2007 e funcionou até dezembro de 2010, comercializando 599 mil pacotes de viagem no período. Com a retomada do programa, o Governo espera movimentar o mercado brasileiro de turismo com a terceira idade, principalmente, nos períodos de baixa temporada. O alvo é grande parte dos 23,5 milhões de brasileiros com idade acima de 60 anos, e que representam cerca de 12% da população total do país.

Até o momento, 22 operadoras de turismo cadastraram 270 ofertas de produtos e serviços. Por meio de parceria com os bancos do Brasil e Caixa Econômica Federal, os pacotes poderão ser parcelados em até 48 vezes com juros reduzidos.

Uma pesquisa realizada pelo Ministério do Turismo em 2011 apontou que a maior parte dos idosos considera o desconto o principal estímulo para a viagem. Entre os destinos mais procurados na primeira edição do programa estão as cidades de Natal (RN), Fortaleza (CE), Caldas Novas (GO) e a Serra Gaúcha.

Nesta primeira fase do programa, os pacotes serão oferecidos por operadoras de turismo. Futuramente, o Ministério quer incluir agências de viagem, receptivos locais, parques temáticos, companhias aéreas, meios de hospedagem e locadoras de veículos. As informações e ofertas de pacotes de viagem podem ser consultadas no site do programa – www.viajamais.gov.br.

       

Cuidados para o viajante – Quem chegou à terceira idade e gosta de viajar precisa ter como rotina de preparação os mesmos cuidados de qualquer viajante, por exemplo, conferir se está com documentos e cartões em dia e não esquecer de pegar receitas e remédios de uso cotidiano. Mas uma das preocupações dos viajantes da terceira idade ao sair de casa, principalmente aqueles que viajam sozinhos, é no caso de acontecer alguma emergência e não ter como avisar os familiares.

Quem conta com um serviço de teleassistência pode ter uma tranquilidade extra para estes momentos. Na residência, a pessoa pode acionar um botão de emergência de uso pessoal – em forma de pulseira de relógio ou colar – que se comunica com uma Central de Atendimento 24h, no caso da empresa líder do segmento no Brasil, a Telehelp. Para o caso do usuário estar fora da residência, a companhia criou uma pulseira de identificação, e que pode funcionar como uma espécie de botão de emergência fora de casa.

Fotopost3_set2013A pulseira contém o nome da pessoa e uma senha de identificação, que dá acesso a algumas informações de uma ficha de emergência criada no momento da adesão ao serviço da Telehelp. O objetivo é facilitar e tornar mais rápido o atendimento fora de casa, trazendo mais tranquilidade para quem está em trânsito.

 
turismo-terceira-idade
 

COMENTE COM OS AMIGOS DO SITE:
Use a caixa de comentários abaixo para trocar idéias com os leitores do site. Muitas pessoas podem interagir com você.

 

 

       

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.