Remédio para micose na unha

0 1.514

Tratar a micose de unha não é tão complicado o quanto parece. O remédio para micose na unha que pode ser utilizado corresponde a Terbinafina, Itraconazol ou ainda o Fluconazol, acompanhado também loções, esmaltes e cremes. Há uma diversidade de cremes como Micolamina, Fungirox ou Loceryl.

Contudo, é importante ressaltar que os especialistas devem ser consultados para que haja a indicação adequada de tratamento com os medicamentos ou, ainda, os esmaltes e alternativas naturais.

Para tratar a micose de unha com cremes, loções e esmaltes é importante manter os procedimentos por 180 dias, e, ainda, em situações de micoses de unha da mão por um ano, sendo as situações de micoses das unhas dos pés em virtude do tempo e o crescimento das mesmas.

Também denominada de onicomicose, é uma infecção motivada por tipos de fungos de levedura ou bolor, que acabam deixando as unhas mais grossas, amareladas e deformadas.

De modo geral, tratar a micose de unha acontece com esmaltes e medicamentos antifúngicos auxiliam efetivamente a micose das unhas. Entretanto, tratamentos caseiros conseguem o auxílio de mesma forma, naturalmente, o que é muito mais saudável e fácil de ser resolvido, sem grandes custos e em casa.

Geralmente, as micoses das unhas dos pés são encontradas ao passo que se ande sem calçados por banheiros e piscinas públicas, ou ainda que se utilize calçados muito justos. No caso das micoses de unhas das mãos, acontece de modo especial ao passo que se faça o compartilhamento de objetos de manicures.

>> Clique aqui para acabar de vez com a micose na unha <<

Remédio para micose de unha caseiro

Tratamentos mais invasivos como os de laser, denominados de terapias fotodinâmicas, usam corantes azuis de metileno que, logo que tenham o aquecimento por laser terapêuticos avermelhados, que têm a capacidade de eliminação de fungos da micose e promovem crescimentos de unhas.

Sessões terapêuticas da fotodinâmica de modo geral, acontecem uma vez semanal, sendo que existem situações em que duas ou três sessões semanais auxiliam efetivamente o cenário. Determinados tratamentos têm variação por um a três meses.

Outra alternativa é tratar a micose de unha com LED – ele age de mesmo modo que o laser, visto que a emissão da luz do LED traz reações em relação ao corante, proporcionando que o fungo seja eliminado.

Contudo, este medicamente deve somente ser uma complementação do tratamento recomendado por especialistas, que de modo geral envolvem a utilização de medicamentos antifúngicos orais, de mesmo modo que o Fluconazol, ou as ações de esmaltes ou cremes antifúngicos como o Fungirox.

Dente de alho com azeite

Outro ótimo jeito de solucionar a micose de unha de forma caseira é misturando o alho com azeite. Isso porque o alho tem função antibiótica natural que consiste na eliminação eficaz dos fungos que causam a micose.

O que utilizar?
1 colher de azeite
1 dente de alho

Como preparar?
Amassar o alho e juntar o azeite. Guardar em potes fechados, aplicando a solução na unha que dispõe a micose de forma diária, por no mínimo 180 dias, caso seja a unha das mãos e um ano para as unhas dos pés.

É essencial que haja o preparo de um quantitativo suficiente para um dia de utilização, para a garantia de que as substâncias medicinais do alho não sejam desperdiçadas. É relevante que essa mistura seja posta não apenas em cima das unhas, mas nas regiões dos cantos e também embaixo da mesma, garantindo que o ambiente de fungos tenha a cobertura pelo medicamento.

Caso a unha prejudicada seja a dos pés, é possível colocar a solução na unha prejudicada, cobrindo com gaze limpa e calçando meias para a garantia de que o alho permaneça na unha por um tempo. E, caso seja nas mãos, é imprescindível que se vista luvas de borrachas para um melhor resultado.

Além desta medicação caseira para a micose de unhas, é relevante a adoção de cuidados como o não compartilhamento de objetos particulares, evitando coçar as partes do corpo afetadas, fazendo a manutenção da pele seca e limpa, de forma especial entre dedos e evitando caminhar descalço em ambientes públicos.

Loções ou cremes com óleo de copaíba

Ótimos modos de tratar a micose das unhas é usar o óleo de copaíba, em virtude de seu fator medicinal que disponibiliza substâncias antifúngicas, emolientes, anti-inflamatórias e cicatrizantes.

Para tanto, é interessante manipular o remédio em farmácias especializadas, aplicando a unha prejudicada por, no mínimo, 3x por dia.

Água oxigenada

Outra alternativa para tratar a micose de unhas é utilizar água oxigenada, visto que o produto disponibiliza elementos antissépticos. Para tratar a micose, basta o mergulho dos pés em bacias com água oxigenada e água, em mesma proporção, em prazo de meia hora diária.

Entretanto, o tratamento pode levar alguns dias até que se obtenha resultados.

Melhor remédio para micose de unha

As medicações recomendadas para o tratamento de micoses de unha, pele, pés, couro cabeludo e virilhas fazem a inclusão de antifúngicos em cremes, pomadas, sprays e loções, ainda que em determinadas situações haja a necessidade de utilizar comprimidos.

Há várias alternativas medicamentosas que devem ter a orientação pelo especialista com o teor e gravidade da micose e suas lesões, que costumam ter duração por uma a quatro semanas.

Entretanto, é possível que o tratamento dure meses em situações de micose no couro cabeludo ou de unhas.

As micoses que tem um potencial mais comum, afetando públicos diversos são famosos como frieiras, micoses de unhas, candidíases, micoses de virilhas, pano branco.

Todas essas condições são acometidas a partir de fungos que estão vivos em determinados ambientes e ocasionam lesões na pele, ao passo que driblem as paredes protetivas do organismo.

Os principais tipos de micoses correspondem a:

>> Clique aqui para acabar de vez com a micose na unha <<

Micose da pele

Micoses de pele, virilhas, frieiras, impingem, candidíase, destacam-se pelos tratamentos a partir de medicações antifúngicas tópicas, e em alguns casos eles seguem a prescrição de:

  • Naftifina
  • Clotrimazol
  • Terbinafina
  • Butenafina
  • Econazol
  • Ciclopirox
  • Tolnaftato
  • Cetoconazol
  • Miconazol
  • Sulconazol
  • Oxiconazol

De modo geral, tratar a micose tem duração de uma a quatro semanas. A medicação usada e o período de tratamento se determinam pelo especialista, conforme a categoria do tecido lesionado apresentado de pessoa a pessoa.

É relevante que a medicação seja utilizada em média de 3cm a 4cm além de bordas de micoses e posteriormente ao ato de aplicar, é imprescindível deixar que a pele absorva todo o elemento para, aí então, calçar sapatos ou vestir alguma roupa específica.

Em algumas situações, de modo principal, ao passo que os tecidos lesionados tenham gravidade ou que preencham grandes regiões, é possível utilizar medicações nas categorias em comprimido.

Micose do couro cabeludo e da barba

Nestas situações, utilizar pomadas não tem suficiência para o tratamento correto. Portanto, além dos cremes, pomadas e loções usadas para as micoses de pele, o especialista também fará a indicação de utilização de comprimidos.

Algumas alternativas de comprimido têm recomendação com a inclusão de Terbinafina ou Fluconazol, por aproximadamente três meses.

As micoses da unha demandam tempo maior de tratamento e podem ter duração de 180 dias a doze meses, sobretudo, em situações de micose nos pés, que passam a crescer de maneira mais lenta. A utilização de loções e esmaltes que tenham a amorolfina como base, possibilitando a aplicação na unha prejudicada uma a duas vezes semanais.

Para tratar com eficácia, ao passo que a unha apresente comprometimento de maior gravidade, o especialista pode fazer a indicação dos medicamentos já mencionados anteriormente, por prazo de 180 dias a 12 meses, dependendo do teor de gravidade do tecido lesionado ou forma de trata-lo.

Alternativas de medicamentos caseiros

A utilização de medicamentos caseiros como sálvia e o olho, possibilitam uma melhor resposta do organismo para o complemento de tratamento de micoses, porém estas medicações não podem ter utilidade para qualquer categoria da condição.

Ainda, há a recomendação de costumes a serem mantidos para o combate efetivo da micose, favorecendo a recuperação da condição:

  • a manutenção da higienização das áreas;
  • o não uso de vestuários ou calçados úmidos ou molhados;
  • o não compartilhamento de vestuários;
  • não caminhar descalço em ambientes públicos, de forma principal, aqueles que apresentam umidade maior;

Ainda, há a necessidade de acompanhar se os animais domésticos disponibilizam tecidos lesionados sugestivos a micoses, porque há a possibilidade de que eles transmitam fungos, o que causará infecções, futuramente.

Remédio para micose de unha do pé

As micoses, infecções causadas por fungos, são problemas de saúde bem comuns e incomodam muitas pessoas no decorrer da vida. Esses fungos estão presentes no corpo humano e no meio ambiente e vivem, principalmente, em locais úmidos. A micose afeta diversas partes do corpo, como cabelos, unhas, pés e virilhas.

O melhor modo de tratamento de micose nas unhas e pés é prestar atenção na higienização, evitando expor-se a ambientes ou ocasiões que facilitem infecções. Em todas as situações, há tratamentos que, em grande parte dos casos, têm continuidade e são duradouros.

Caso esteja sofrendo com micoses das unhas e pés, é importante dizer que há a possibilidade tratar a condição apenas modificando pequenos hábitos.

>> Clique aqui para acabar de vez com a micose na unha <<

Modos de tratar micoses na unha

       

Dentre a diversidade de categorias de micoses apresentadas, as de unhas são a de maior dificuldade de tratamento, porque têm um crescimento lento e têm pouco sangue suprimido.

Tratamentos orais
As medicações antifúngicas orais são, de fato, de maior eficácia para o tratamento com remédio remédio para micose na unha e necessitam de prescrição médica.

Tratamentos tópicos
Existem também alternativas de tratar as micoses na unha usando loções, esmaltes e cremes com ação antifúngica. Se as infecções ocorrerem nas unhas das mãos, deve-se trata-las por aproximadamente 180 dias, sendo as unhas de pés uma média de 12 meses, em razão do crescimento lento das unhas.

Uma opção para aqueles que não são adeptos de medicações naturais, é utilizar o óleo de melaleuca para o tratamento de micoses, porque disponibiliza ótimas substâncias em comante a condição.

Tratamentos cirúrgicos
É realizado somente por podólogos, ao passo que é necessário fazer a eliminação da unha.

Melhor remédio caseiro para micose na unha

A onicomicose, a nomenclatura clínica de infecções causadas por fungos nas unhas, trata-se de um problema difícil de ser tratado e de estética ruim. Costuma ter tratamento a partir de medicações por especialistas, porém alguns preferem os métodos caseiros, alegando que há a possibilidade de tratamento a partir de sua utilidade com o vinagre.

1º passo

Você precisará de uma garrafa de vinagre, independentemente da marca. Há a possibilidade do pH do produto ser o que combate e destrói completamente os fungos.

2º passo

Determinadas metodologias disponíveis revelam que é possível utilizar o vinagre em 1 dia e soluções com peróxido de hidrogênio no próximo dia.

3º passo

Higienize as unhas, aparando e lixando-as. A região precisa estar bem higienizada anteriormente a utilização de medicamentos caseiros ou os com prescrição por especialistas.

Unhas bem cortadas permitem a penetração do tratamento de forma mais efetiva na região.

Manter as unhas aparadas também possibilitam a redução considerável de desconfortos e dores da condição.

Tomar cuidados para que não haja o corte demasiado das unhas, gerando a encravação da mesma na pele.

É importante fazer a limpeza dos utensílios que foram uteis para o corte e lixamento da unha posteriormente ao seu uso.

4º passo

Nesse momento, você colocará o vinagre em um recipiente grande, misturando-o em fragmentos iguais de água em temperatura quente. Deixar os pés de molho na solução para que esta aja por 30min, 1 ou 2x por dia.

Aplique o vinagre nas regiões prejudicadas. Ao passo que a exposição do vinagre à infecção seja frequente, mais aprimoramento dos resultados serão percebidos.

A melhora notável deve aparecer entre 1 ou 2 semanas.

É importante deixar que as unhas sequem de forma completa antes de utilizar meias ou sapatos. Não deixar que a região prejudicada esteja úmido, porque isso eleva a proliferação dos fungos e faz com que ocorra o seu espalhamento.

Mantenha os pés sempre arejados. Os fungos preferem os lugares úmidos e aquecidos.

Acompanhe a unha e mantenha a sua higienização. Cortar e limpar as unhas frequentemente e não fazer uso de raspadores ao passo que as infecções não tenham o devido controle, porque é possível que ele auxilie a disseminar os fungos.

Atente-se no progresso das infecções para um parecer sobre o funcionamento ou não do tratamento.

Caso ocorra a piora da infecções, consulte um especialista.

Aplicar o óleo de melaleuca ou extratos de serpentária é uma ótima forma de amenizar a situação, caso o vinagre não traga benefícios.

Conhecer os sintomas é imprescindível, visto que os fungos identificados em etapas de início são muito raros. Caso tenha dúvidas,

Em caso de seguintes condições, procurar um médico:

  • Unhas frágeis;
  • Modificações da forma da unha;
  • Pontas das unhas deformadas;
  • Unhas com detritos;
  • Unhas soltas;
  • Superfície das unhas sem brilho;
  • Unha engrossada;
  • Manchas amarelas e brancas nos cantos das unhas.

>> Clique aqui para acabar de vez com a micose na unha <<

Alimentos para evitar a micose na unha

Algumas alimentações possibilitam o auxílio a prevenir micoses e, ainda, que os fungos e bactérias se proliferem. Óleos de oréganos são elementos essenciais para cuidar da saúde das unhas, assim como o óleo de coco.

Algumas pesquisas trazem a comprovação de que o óleo de orégano possibilita o auxílio da inibição de fungos – como o Candida albicans – que se responsabiliza pela candidíase.

O orégano também possibilita o auxílio da prevenção de proliferações dos micro-organismos que são indesejados, provocando incômodos do intestino, prisões de ventre e dores no abdômen.

Já o óleo de coco tem disponível substâncias biológicas que auxiliam a destruição de leveduras e fungos que provocam as micoses, aftas e candidíase, além do auxílio de inibição a parasitas que provocam infecções do intestino – como giardíase.

Dicas para tratar a micose na unha

Determinadas dicas são imprescindíveis para tratar as micoses nas unhas. Por isso, os portadores da condição devem prestar atenção em seus hábitos alimentares e higiênicos. É muito importante que todos os objetos relacionados a pedicura e manicure devem ser esterilizados com álcool.

Leve o próprio material de unhas como as lixas, palito, esmaltes sempre que frequentar salões e manicures. Caso o portador da condição tenha uma profissão que precise estar em contato com outros aparatos nas mãos – como em caso de esteticistas, manicures ou massoterapeutas – deve-se utilizar luvas para não acometer o organismo alheio com contaminações.

Questões de melhora

Os sintomas que apresentam a melhora da micose nas unhas variam de acordo com o tipo do tratamento que foi optado. Portanto, visitar regularmente especialistas é essencial para a verificações dos sintomas de melhora que fazem a inclusão de unhas que deixam o aspecto amarelado ou branco, além de um crescimento de unha saudável.

Questões de piora

Os sintomas de piora das condições de micose nas unhas aparecem ao passo que o tratamento não seja realizado de modo correto e fazem a inclusão de deformidades das unhas, infeccionando outras.

Possíveis problemas

A micose na unha, ao passo que não tenha um acompanhamento e tratamentos podem desencadear possíveis problemas como paroníquia que, trata-se de infecções bacterianas da área em volta das unhas.

Não esqueça:
Em pessoas portadoras de diabetes ou aqueles que disponibilizam de um sistema imunológico que está comprometido, os riscos de infecções são ainda maiores.

Para tratamentos com remédio para micose na unha que tenham efetividade em suas práticas, é imprescindível que o paciente siga algumas indicações simples. Acompanhe-as:

  • Não roa suas unhas;
  • Lave-as e seque-as bem posteriormente ao banho;
  • Utilize calçados abertos, preferindo aqueles que não sejam muito justos;
  • Utilize meias em tecido de algodão.
  • Não compartilhe lixas de unhas, em hipótese alguma, além de ferramentas manicures ou pedicures;

Micoses que atingem a região dos pés são denominadas de pé de atleta e, geralmente, são provocadas por fungos que desencadeiam infecções, que possibilitam o surgimento em outras partes do organismo humano como as virilhas e couro cabeludo.

Cremes

A maneira de tratar as micoses na unha de modo tradicional, na região dos pés, é realizada mediante antimicóticos de utilização local. Essa categoria de tratamento tem duração em uma média de 30 dias, tendo aplicações diárias do antimicótico que tem prescrição médica.

Existe também alguns produtos que são fáceis de encontrar em ambientes como drogarias e farmácias. Estes podem ter aplicação entre 2 a 3 vezes por dia.

Evite que a região fique úmida

Utilize talco ou elementos que auxiliem no ressecamento da área pretendida.

É muito importante fazer a secagem dos pés posteriormente ao banho, usando meias de algodão e, de forma principal, para aqueles que transpiram demasiadamente nessas áreas, manter pés arejados sempre que houver a possibilidade.

>> Clique aqui para acabar de vez com a micose na unha <<

       

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.