Remedio para Fungo na Unha: Métodos Definitivos!

0 15.221

Algumas mudanças no aspecto das unhas, seja nos dedos dos pés ou das mãos, principalmente na coloração, estão associadas à infecção por fungos. A mais comum é popularmente chamada de micose de unha e há vários tratamentos. No entanto, a cura com remédio para fungo na unha não é tão simples e rápida, pode levar tempo. Pois, nem todo remédio para fungo na unha fornece os mesmos resultados e possui a mesma eficácia.

Neste artigo, vamos explicar o que é a infecção por fungo na unha e quais as suas causas e tratamentos. Ainda daremos algumas dicas de remédios e receitas caseiras, além de como prevenir a doença.

O que é onicomicose ou tinea unguium?

Remédio para fungo na unha: exemplos de micoses de unha nas mãos e nos pés.
Remédio para fungo na unha: A micose de unha é causada por diversos tipos de fungos.

A infecção fungal mais conhecida e muito comum nas unhas, seja dos pés ou das mãos, é medicamente chamada de onicomicose ou tinea unguium. A onicomicose é popularmente conhecida por micose de unha, e normalmente é causada por tipos específicos fungos como o dermatófito, bolor ou levedura (candida).

Mais de 10% de toda a população adulta possui infecção por fungos nas unhas, sendo que costuma ocorrer em 20% dos adultos com mais de 60 anos. É a doença de unha mais comum constituindo cerca da metade de todas as anormalidades nas unhas. Apesar disso, é um problema fácil de ser evitado, que possui muito tratamentos.

>> Clique aqui para conhecer um método infalível para acabar com fungo <<

Principais sinais e sintomas

Normalmente, as pessoas com micose de unha apresentam problemas psicológicos devido à aparência anormal das unhas, principalmente se for nas unhas das mãos – local mais visível que as unhas dos pés.

O principal sintoma da infecção por fungo nas unhas é o espessamento da unha e a sua descoloração. Isto é, a micose de unha se caracteriza por um aspecto anormal das unhas, deixando-as esbranquiçadas ou amareladas, deformadas e grossas, muitas vezes até descolando da pele (onicólise). O seu aparecimento é mais comum nas unhas dos pés do que nas mãos.

A infecção começa com uma área descolorida nos cantos da unha e vai se espalhando pela cutícula. Normalmente, o polegar (mão) e o dedão (pés) são os primeiros a serem afetados. Eventualmente, durante o seu progresso as unhas vão engrossando e se tornando mais frágeis, quebradiças e escamosas, sendo comum que pedaços de soltem completamente dos dedos. Às vezes, é possível observar sinais de pé de atleta ou tricofitose (frieira) entre os dedos dos pés ou descamação na sola do pé. Pode também apresentar mal cheiro.

Se não for tratada, a pele debaixo e ao redor da unha pode inflamar e causar dores. Normalmente, não há dores associadas ou outros sintomas por outras partes do corpo, à não ser que a doença seja muito severa.

No entanto, esse aspecto anormal das unhas, também pode ser causado por inúmeras outras condições, incluindo, mas não apenas limitadas a infecção por fungos. Ou seja, há várias outras razões para as unhas apresentarem um aspecto diferente.

Portanto, o seu diagnóstico deve ser apenas confirmado através de uma análise microscópica de amostras de resíduos da unha infectada. Só assim, é possível determinar o fungo responsável pela infecção, para que o dermatologista possa indicar o melhor tratamento e remédio para fungo na unha.

Principais causas

Embora o fungo pode ser contraído em qualquer lugar, ele não é altamente contagioso. O fungo de unha é tão comum que encontrar mais de uma pessoa com micose na unha em uma mesma residência é mais que uma simples coincidência. A micose de unha pode ser transmitida de uma pessoa para outra, mas apenas através de contato íntimo constante.

A infecção por fungos nas unhas muitas vezes dá a impressão de estar relacionada à falta de higiene, mas nem sempre é o caso. Os principais causadores de onicomicose estão todos presentes no reino dos fungos e incluem dermatófitos, leveduras (candida) e fungos não-dermatófitos.

Dermatófitos são mais comuns em países de clima temperado; enquanto os fungos do tipo candida e não-dermatófitos são mais freqüentes nos países próximos aos trópicos e subtrópicos de clima quente e úmido.

Dermatófitos

Há várias espécies de fungos que podem afetar as unhas. O Trichophyton rubrum (T. rubrum) é o fungo dermatófito mais comum envolvido na micose de unha, e geralmente ele infecta a pele causando a micose generalizada abaixo da unha.

Outros dermatófitos que podem estar envolvidos incluem: T. interdigitale, Epidermophyton floccosum, T. violaceum, Microsporum gypseum, T. tonsurans, T. soudanense.

Alguns laboratórios podem apresentar ainda como resultado o fungo Trichophyton mentagrophytes ao invés de T. interdigitale. No entanto, T. mentagrophytes está hoje restrito ao agente causador de infecção de pele em ratos; embora o fungo possa ser transmitido ao ser humano, mas geralmente apenas infecta a pele e não as unhas.

Os outros fungos causadores da micose de unha que incluem as leveduras (candida) e fungos não-dermatófitos, são particularmente membros dos gêneros Scytalidium (nome recentemente alterado para Neoscytalidium), Scopulariopsis e Aspergillus. As espécies de leveduras responsáveis pela micose de unha normalmente causam a doença em pessoas que possuem contato constante com água e umidade.

Fatores de risco

Remédio para fungo na unha: mulher fazendo o pé no podólogo.
Remédio para fungo na unha: usar utensílios de manicure não propriamente esterilizados aumenta o risco de contrair a doença.

Em pessoas normais, saudáveis, a infecção na unha por fungo são causadas por fungos que vivem em atmosfera úmida. No entanto, o envelhecimento é o fator de risco mais comum envolvido na micose de unha.

Por motivos relacionados à estados de saúde como a diminuição de circulação sanguínea, e ao ligeiro enfraquecimento na capacidade da unha de se defender contra a invasão fúngica comum em pessoas de idade. A micose de unha é mais comum entre as pessoas acima dos 60 anos, e costumam afetar mais os homens que as mulheres, estando também muito associada ao histórico médico-familiar da infecção.

Além disso, a longa exposição ao fungo e unhas que costumam crescer mais lentamente e engrossar ao longo do crescimento, aumentam a suscetibilidade à infecção. Os atletas também são mais suscetíveis à infecção devido ao uso constante de calçados apertados e suados e traumas repetitivos ao dedos dos pés que enfraquecem as unhas favorecendo a infecção e proliferação dos fungos.

Outros fatores de risco podem incluir:

  • Transpiração pesada;
  • Manicure sem instrumentos esterilizados;
  • Presença constante em locais úmidos;
  • Psoríase;
  • Uso de meias e calçados sem ventilação adequada ou que não absorvem a transpiração;
  • Andar descalço em locais públicos (piscinas, academias de ginásticas, vestiários);
  • Pé de atleta (tinea pedis);
  • Pequenas lesões na pele ou na unha;
  • Unhas quebradas ou outra infecção;
  • Diabetes;
  • Problemas de circulação, que podem levar a temperaturas periféricas mais baixas nas mãos e pés;
  • Uso de medicamentos imunossupressores como esteróides
  • Sistema imunológico enfraquecido (AIDS, câncer, entre outra doenças).

>> Clique aqui para conhecer um método infalível para acabar com fungo <<

Diagnóstico da micose de unha

Apenas 50% a 60% dos casos de aparência anormal das unhas são causadas por fungos. Portanto, para evitar o diagnóstico da doença e confundí-la com outras condições de saúde, os exames laboratoriais são os mais indicados para diagnosticar a doença.

As três principais abordagens são através de amostras de material com hidróxido de potássio, cultura e histologia, que envolvem exame microscópico, cultura de raspagens de unhas ou recortes.

Resultados recentes indicam que os diagnósticos mais precisos se dão através de uma combinação de coleta de amostras de material com o exame histológico e a biópsia da lâmina ungueal. Sendo que, para identificar precisamente fungos não dermatófitos, várias amostras podem ser necessárias.

Como é feito o exame?

O exame laboratorial é feito através da coleta de uma amostra da unha através de sua raspagem, corte de um pedaço ou perfuração da unha. O material é encaminhado ao laboratório onde é examinado ou testado para identificar material genético dos organismos. Os exames tradicionais de cultura podem levar até 6 semanas, mas o teste de material genético, se disponível, traz o resultado em um dia.

No entanto, este tipo de teste é extremamente caro e nem todos os planos de saúde possuem cobertura para tanto. Se uma biópsia de resultado negativo ainda levantar suspeitas, é possível que novos testes sejam repetidos. A maioria dos medicamentos para o tratamento de infecção por fungos possuem efeitos colaterais que podem afetar o fígado, por isso é necessário saber exatamente o que irá tratar. Exames de sangue podem acompanhar o diagnóstico também para identificar um melhor tratamento.

Outras condições de aspecto anormal das unhas

Remédio para fungo na unha: mancha preta na unha causada por traumas.
Remédio para fungo na unha: manchas pretas na unha causadas por traumas podem ser confundidas com micose de unha.

Muitas outras condições de saúde podem ser facilmente confundidas com micose de unha, como por exemplo: como psoríase ou unhas esburacadas, envelhecimento normal, síndrome das unhas amarelas (onicólise), hematoma, paroníquia crônica, líquen plano, dermatite de contato, tumores como o melanoma ou traumas.

Linhas e ondulações

Isso é muito comum e considerado normal. Elas podem piorar durante a gravidez. Um grande sulco no centro da unha pode ser causado por roer unha. Algumas pessoas podem apresentar essas mudanças também depois de quimioterapia.

Unhas senis

Ao envelhecer, as unhas se tornam quebradiças e desenvolvem ondulações e separação das camadas da unha na ponta delas. Para evitar isso, evite mergulhar as unhas em água por muito tempo.

Unhas esbranquiçadas e/ou amareladas

Isto pode ocorrer devido a onicólise, uma separação na unha do leito ungueal. A cor é ar debaixo da unha. O tratamento é cortar as unhas bem curtas. Não tente limpar abaixo delas, lixe-a se quiser esconder a cor, e espere 2 a 3 meses. A onicólise persistente pode tornar as unhas mais suscetíveis à infecção.

Unhas vermelhas ou pretas

Unhas com manchas vermelhas ou pretas podem ser por causa de hematomas, ou sangue debaixo das unhas. Normalmente devido à um trauma (prender dedo na porta ou bater com martelo em cima do dedo ou da unha). A área descolorida irá crescer e pode ser cortada normalmente para encurtá-la.

Se você tem uma área preta debaixo da unha que não tenha sido causada por trauma, procure um dermatologista ou podólogo para certificar-se que não seja um melanoma (um tipo de câncer de pele associado à células pigmentadas). Um simples biópsia pode desfazer essas dúvida.

Unhas verdes

Isso pode ser causado por bactéria pseudomonas, que crescem debaixo da unha que foi parcialmente separada do leito ungueal. A infecção pode causar mal cheiro. O tratamento é cortar as unhas bem curtas a cada 4 semanas.

Não limpe-as, lixe se quiser esconder a cor e espere de 2 a 3 meses. Evite mergulhar as mãos ou os pés em água e enxugue bem os dedos após o banho. Se o problema persistir, há medicamentos que o seu médico pode prescrever.

Unhas esburacadas

Unhas esburacadas podem estar associadas à psoríase ou outros problemas de pele que afetam a matriz ungueal, área debaixo da pele atrás da unha de onde ela cresce. As unhas afetadas por psoríase podem ter cor bege.

Inchaço e vermelhidão

Inchaço e vermelhidão da pele ao redor da unha é uma condição conhecida por paroníquia. Uma infecção de pele na cutícula. Se a infecção for aguda, provavelmente foi causada por bactéria.

Pode amenizar com compressas mornas ou pode ter que ser drenada pelo médico. Uma paroníquia crônica ocorre quando a cutícula se torna inflamada ou irritada com o tempo. Às vezes, o fungo como a levedura se aproveita da pele danificada para infectar a área também.

O tratamento é manter a pele seca e evitar molhar. Se o problema persistir, consulte um médico. Os antibióticos não costuma ser usados, mas podem ser necessários em casos mais severos.

Trauma crônico

Atividades esportistas podem causar estragos nas unhas que podem parecer com fungo na unha, sendo que alguns traumas repetitivos pode causar mudanças permanentes na aparência das unhas. Como ballet que exige o uso constante de sapatilhas apertadas e ficar nas pontas dos pés pressionando as unhas.

>> Clique aqui para conhecer um método infalível para acabar com fungo <<

Tipos de fungos nas unhas ou micose

Remédio para fungo na unha: mão mostrando um tipo de micose de unha.
Remédio para fungo na unha: existem 4 tipos de micose de unha.

Existem 4 tipos clássicos de micoses causados por fungo na unha, são eles:

1. Onicomicose subungueal distal

Onicomicose subungueal distal é a forma mais comum da micose de unha. Normalmente é causada pelo fungo T. rubrum, que invade o leito ungueal e a parte inferior da placa ungueal.

2. Onicomicose superficial branca

A Onicomicose superficial branca é causada pela invasão do fungo Trichophyton mentagrophytes nas camadas superficiais da placa ungueal para formar as “ilhas brancas” da placa. Ocorre em cerca de 10% dos casos, e muitas vezes é diagnosticada por engano como “granulações de queratina”, que não são fungos, mas uma reação à esmalte de unha que causa uma aparência esbranquiçada na unha.

       

3. Onicomicose subungueal proximal

Onicomicose subungueal proximal é a penetração do fungo na placa ungueal recém formada através da dobra ungueal proximal. É o tipo de micose de unha menos comum em pessoas saudáveis, mas muito presente quem pacientes com sistema imunológico debilitado.

3. Onicomicose por Candida

A onicomicose por candida normalmente ocorre em pessoas que costumam ficar com as mãos ou pés imersos em água constantemente. É causada por uma levedura e não pelo dermatófito. É mais comum nas unhas das mãos e é frequentemente associada a pacientes com infecção na cutícula.

Tratamentos e remédio para o fungo na unha

Em tese, já que a maioria dessas infecções são superficiais, os tratamentos tópicos deveriam funcionar perfeitamente. No entanto, não é bem o caso. Geralmente, o tratamento da micose de unha vai variar de acordo com o tipo e a severidade.

Normalmente, o tratamento é receitado por clínicos gerais, dermatologistas ou podólogos mediante exame clínico e diagnóstico por exames laboratoriais. Qualquer um desses profissionais podem receitar tratamentos e medicamentos específicos para infecção por fungos na unha após o seu diagnóstico.

Em caso de micose na unha, recomenda-se remédio para fungo na unha como antifúngicos orais na forma de comprimidos. Como por exemplo, o Fluconazol ou Itraconazol. Ou remédio para fungo na unha com aplicação direta de pomadas ou esmaltes, como o Loceryl, a Micolamina ou o Fungirox, por exemplo.

Algumas receitas caseiras como remédio para fungo na unha como escalda-pés, cremes e loções naturais também podem ajudar no tratamento. E uma outra opção é o tratamento à laser, normalmente usado em casos de micose crônica. A técnica é bastante eficaz, pois elimina o fungo da micose através dos raios infravermelhos, embora seja uma opção bem mais cara.

Duração do tratamento para micose de unha

A duração do tratamento para micose de unha vai depender do tratamento escolhido. Mesmo assim, costuma ser demorado, porque só é possível eliminar o fungo por completo através do crescimento suficiente da unha.
Por esta razão, normalmente é possível observar sinais de cura por volta dos 6 meses para no caso da micose nas unhas das mãos e 12 meses para a micose nas unhas dos pés.

Remédio para fungo na unha: tratamentos tópicos:

O tratamento com remédio para fungo na unha do tipo pomada, creme, spray e outros tipos de medicamentos tópicos são menos eficazes comparados aos medicamentos orais, pois as unhas dificultam a penetração dessas aplicações externas.

Também é mais complicado aderir aos regimes de medicação tópica. Pois muitas vezes, esses medicamentos exigem aplicações por períodos de mais de um ano para começar a observar resultados. Por outro lado, uma das maiores vantagens do tratamento tópico é o risco mínimo de efeitos colaterais e interações medicamentosas comparados ao tratamento oral. Alguns exemplos de remédio para fungo na unha em versão tópica:

1. Naftifina

A naftifina é um excelente remédio para fungo na unha. Costuma ser vendido em forma de creme ou gel e deve ser aplicado sobre a unha infectada conforme as orientações da embalagem ou prescrições médicas.

2. Miconazol

O miconazol também é um bom remédio para fungo na unha. Também está disponível na forma de creme, gel ou spray e deve ser aplicado conforme as indicações na bula. Previne-se que após 4 semanas de uso já é possível notar sintomas de melhora na unha.

3. Ciclopirox Olamina (Batrafen, Fungirox, Loprox, Penlac e Stieprox)

O Ciclopirox Olamina é um agente antifúngico sintético usado para o tratamento dermatológico tópico de micoses superficiais que não envolvam a porção branca da unha. É uma solução tópica tipo esmalte de 8%. No entanto, sua eficácia é de cerca de 7% e deve ser aplicado por mais de 1 ano diariamente. A unha deve ser limpa com álcool 1 vez por semana para retirar o esmalte.

4. Efinaconazole (Jublia)

A efinacozazole é um remédio para fungo na unha relativamente recente aprovado, que deve ser aplicado na pele na área afetada. É bastante eficaz para o tratamento da micose por fungos T. rubrum e T. mentagrophytes. Deve ser aplicado uma vez ao dia por 48 semanas.

5. Tavaborole (Kerydin)

O tavaborole é outro remédio para fungo na unha indicado para tratamento tópico. Ele possui as mesmas indicações que a efinaconazole, portanto sua aplicação é também uma vez ao dia por 48 semanas.

>> Clique aqui para conhecer um método infalível para acabar com fungo <<

Remédio para fungo na unha: tratamento oral:

Os tratamentos orais com remédio para fungo na unha funciona em cerca de 50% a 75% dos casos, dependendo do medicamento e da severidade da micose. Pode levar de 9 a 12 meses para se notar algum sintoma de melhora, de acordo com o crescimento da unha.

Mesmo assim, até quando o tratamento parece funcionar, o fungo pode voltar em cerca de 20% a 50% dos casos. Por outro lado, atualmente, o tratamento oral é considerado o melhor tratamento para micose da unha, devido ao seu alto índice de cura e duração curta de tratamento em comparação ao tratamento tópico.

Os medicamentos mais recentes são menos prováveis de causar problemas no fígado em pacientes sem doença de fígado conhecida. Exames de sangue não são necessários no caso de tratamento com duração de 1 semana com fluconazole (Diflucan).

No entanto, pessoas indicadas para tratamentos mais longos devem fazer exames de sangue para testar as funções hepáticas antes de começar o tratamento. Em seguida, devem ser tratadas novamente durante o curso do tratamento.

É importante notificar o médico de qualquer efeito colateral durante o tratamento. Além disso, o paciente deve informar o médico sobre o uso de outros medicamentos para evitar potenciais interações medicamentosas graves.

Alguns exemplos de remédio para fungo na unha em versão oral:

1. Isoconazol

O Isoconazol é um excelente remédio para fungo na unha que também atua no tratamento frieiras. O remédio possui ação rápida, sendo que é possível já observar melhoras em poucas semanas. No entanto, só deve ser usado sob prescrição médica.

2. Terbinafine (Lamisil)

O Lamisil deve ser tomado diariamente por 12 semanas em casos de micose de unha nos pés e 6 semanas no caso de micose de unha nas mãos. O remédio para fungo na unha é seguro, eficaz e produz poucos efeitos colaterais. No entanto deve-se tomar cuidado com paciente com doenças hepáticas. É um medicamento de preço acessível.

3. Itraconazole (Sporanox)

O Sporanox é um remédio para fungo na unha muitas vezes prescrito em “doses homeopáticas” — uma semana por mês, por 2 a 3 meses. Ele pode interagir com certos antibióticos comuns ou certos medicamentos para asma. É muito usado em tratamentos de micose causada por fungos como Candida e não dermatófitos.

4. Fluconazole (Diflucan)

O Diflucam é um bom remédio para fungo na unha que deve ser tomado uma vez na semana por vários meses. No entanto, a sua dose deve ser modificada caso o paciente tenha disfunções renais ou esteja tomando certos medicamentos. Além disso, o medicamento não é tão eficaz quanto o Lamisil ou Sporanox e deve ser tomado com precaução por pacientes com doenças hepáticas.

Remédio para fungo na unha: Tratamento à laser

Um remédio para fungo na unha bastante eficaz é o tratamento à laser, conhecido também por terapia fotodinâmica. O tratamento consiste na aplicação de agentes ativados por luz infravermelha na unha utilizando o corante azul de metileno, que depois de aquecido pelo laser é capaz de eliminar o fungo da micose e promover o crescimento da unha.

As sessões da terapia fotodinâmica normalmente são feitas 1 vez por semana, sendo que podem ser realizadas até 2 ou 3 sessões por semana dependendo do caso. O tempo de duração do tratamento pode variar entre 1 a 3 meses.

Outra opção como remédio para fungo na unha é o tratamento para micose de unha com LED que funciona da mesma forma que o laser, reagindo com o corante e facilitando a eliminação do fungo e o crescimento da unha sadia.

Remédio para fungo na unha: Tratamento cirúrgico

Outra forma de como acabar com micose de unha rápido é a cirurgia. No entanto, o tratamento cirúrgico da micose de unha envolve a retirada da unha, e em muitos casos fornece apenas um alívio temporário.

Pois, o ressurgimento é comum à não ser que seja usado um tratamento adicional com remédio para fungo na unha (oral ou tópico) simultâneamente. A remoção cirúrgica a remoção cirúrgica pode ser sugerida quando a unha afetada está associada a outros fatores, como trauma e/ou infecção.

Remédio para fungo na unha: Tratamento caseiro

remedio para fungo na unha: mulher fazendo escalda pés para tratamento caseiro de micose de unha
Remédio para fungo na unha: Algumas receitas de escalda pés pode funcionar no tratamento da micose de unha.

A Internet está cheia de informações sobre como curar micose na unha com o uso de remédio para fungo na unha caseiro. Embora a eficácia desses remédios caseiros para fungo na unha seja duvidosa, devido a falta de comprovação científica e evidências de que o tratamento realmente funciona, há inúmeras receitas que prometem eficácia e alívio para este mal.

No entanto, estas receitas de remédio para fungo na unha devem apenas complementar o tratamento indicado pelo dermatologista, que geralmente envolve o uso de remédios antifúngicos orais ou tópicos. Por outro lado, também são boas solução de tratamento para micose de unha na gravidez, uma vez que não se pode abusar de medicamentos nesse período delicado.

Separamos algumas receitas de remédio para fungo na unha caseiro abaixo que você poderá testar:

Remédio caseiro para fungo na unha: Loções e escalda pés

Os escalda pés e as loções caseiras podem ajudar no tratamento. Um exemplo bastante recomendado como remédio para fungo na unha caseiro é o escalda pés com vinagre de maçã, flores secas de calêndula e água por 20 minutos, 2 vezes ao dia.

Outra opção de remédio para fungo na unha caseiro é um escalda pés com água oxigenada 3% e água nas mesmas proporções, uma vez que a água oxigenada tem propriedades antissépticas. Fazer o escalda pés por 30 minutos, uma vez ao dia.

Outra receita de escalda pés usado como remédio para fungo na unha é misturar ½ copo do óleo de rícino com 7 gotas de limão e deixar os pés de molho nessa mistura, por pelo menos três vezes na semana, seis semanas consecutivas.

Outro exemplo de remédio para fungo na unha é fazer uma infusão de 500 ml de água fervente com algumas folhas de hortelã-pimenta por cerca de 30 minutos, diariamente por 4 semanas ou até que a unha melhore.

Remédio caseiro para fungo na unha: Soluções

Um ótimo tratamento caseiro com remédio para fungo na unha é uma solução com o óleo de copaíba, devido às suas propriedades antifúngicas, anti-inflamatórias, emolientes e cicatrizantes. Para fazer a solução, vá a uma farmácia de manipulação e peça para preparar um creme ou loção com o óleo de copaíba. Aplique a solução sobre a unha afetada pelo menos 3 vezes ao dia.

Algumas pessoas costumam aplicar 2 a 3 gotas, 2 vezes ao dia por 3 semanas, de óleos essenciais de cravo-da-índia ou orégano ou melaleuca com azeite, como remédio para fungo na unha devido às suas propriedades antifúngicas e cicatrizante.

O óleo de alho também é ótima opção para remédio para fungo na unha, pois o alho é um antibiótico natural. Basta amassar 1 dente de alho em uma colher de azeite, guardar a solução em recipiente fechado e aplicá-la diariamente por pelo menos 6 meses, se for a unha da mão, e 12 meses se for a unha do pé.

Como prevenir a micose de unha

remédio para fungo na unha: pés e mãos de mulher sadios
remédio para fungo na unha: a prevenção é o melhor tratamento para a micose de unha.

Ninguém pode prevenir quando se pode contrair o fungo, pois estes organismos estão em todos os lugares — no ar, no solo, na poeira. No entanto, como os fungos se proliferam em locais úmidos e abafados, podemos evitar certos locais e tomar algumas medidas higiênicas por precaução. Pequenos cuidados aceleram o tratamento da micose de unha e previnem uma nova infecção, são eles abaixo:

  • Mantenha as unhas curtas e não arranque as cutículas;
  • Mantenha os pés limpos e secos, principalmente entre os dedos;
  • Alterne os tênis de atividades físicas;
  • Não mergulhe as mãos em água por longos períodos e use sabão neutro;
  • Trate frieiras quando ocorrer;
  • Não roer as unhas para evitar o contágio;
  • Não compartilhe toalhas e outros objetos de higiene pessoal;
  • Usar meias de algodão;
  • Usar sapatos abertos de preferência
  • Evitar usar sapatos apertados;
  • Usar sempre chinelos em piscinas ou banheiros públicos;
  • Usar materiais de manicure ou pedicure próprios e não compartilhá-los.
  • Desinfetar com álcool os objetos de manicure ou pedicure antes de utiliza-los;
  • Evite usar unhas acrílicas e esmaltes por longos períodos, deixe as unhas respirarem.
  • Consuma alimentos ricos em vitamina C como laranja, kiwi, limão, morango ou pimenta para fortalecer o sistema imune.

>> Clique aqui para conhecer um método infalível para acabar com fungo <<

Prognóstico para micose por fungo na unha

Curar a micose por fungo na unha pode ser difícil e o tratamento pode levar mais de 18 meses. Relapso e reinfecção são comuns em cerca de 40% a 70% dos casos. Tentar evitar os fatores de risco adotando medidas mais higiênicas e hábitos são essenciais para prevenir a infecção e a sua reincidência.

Quem possui doenças que predispõem à infecção como diabéticos ou indivíduos com o sistema imune comprometido, podem ter maiores dificuldades nos tratamento e na erradicação total da doença. Os sinais de melhora da micose de unha dependem do tipo de tratamento escolhido, portanto visitas regulares ao dermatologista são fundamentais para verificar o desaparecimento da doença e o crescimento saudável da unha.

A micose de unha quando não é tratada pode originar complicações como a paroníquia, infecção bacteriana da região ao redor da unha. Os sinais de piora da micose de unha surgem quando o tratamento não é feito da maneira adequada e incluem a deformidade da unha e infecção de outras unhas.

       

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.