Remédio caseiro para fungo na unha

0 1.380

Fungos nas unhas são conhecidos, cientificamente como onicomicose ou, ainda, tinea unguium. A nomenclatura esboça o acometimento de micose na unha, em virtude de infecções que são motivadas por fungos. É possível tratar a micose com remédio caseiro para fungo na unha, de maneira a eliminar a onicomicose de forma permanente e perceber melhor qualidade da saúde dos pés e mãos.

A onicomicose trata-se de infecções comuns que prejudicam uma média de 10% de toda a sociedade em faixa etária adulta, e ainda 20% de pessoas em faixa etária idosa. Os sinais dessa patologia que se origina de maneira em teor maior estético do que clínico, são destacados por unhas escuras e espessas – sendo estes os sintomas mais comumente ocorrentes.

Tipos de fungos nas unhas

Estes fungos que causam a micose na unha são, de forma habitual, contraídos em relação ao local que se vive ou se experiencia, de forma geral em ambientes úmidos e quentes, que se apresentam como locais propensos ao surgimento de elementos fúngicos.

Chuveiros, banheiros, piscinas públicas e vestiários são ambientes que, geralmente, são dotados de fungos. Se você frequenta esses locais públicos sem estar calçando chinelos ou sapatos em geral, está sujeito a riscos de contrair os fungos e formar a micose das unhas.

Ter este contato com fungos apenas, não traz a suficiência de onicomicose adquirida. De modo geral, é necessário que haja ferimentos pequenos entre a pele e unhas para que o elemento fúngico se decomponha ali, penetrando por baixo de unhas, fazendo uma espécie de alojamento.

É preciso também que a unha tenha exposição frequente a locais com umidade para que o elemento fúngico tenha a possibilidade de multiplicação fácil.

A onicomicose das unhas em relação aos pés acomete-os de maneira mais fácil do que, de fato, as das mãos. Isso porque os pés têm o costume de estar em maior exposição a esses ambientes de maior umidade, não apenas ao andar descalços em lugares públicos, porém também por estar grande parte acoplados a meias e sapatos, tornando um ambiente fechado para os pés.

Nos dias de calor mais intenso, é comum que os pés estejam calçados por muitas e muitas horas com cobertura e umidade de suor. A falta de luz, o calor e os critérios de ambientes úmidos são tudo o que elementos fúngicos desejam para que ocorra a proliferação.

Ainda, os dedos dos membros dos pés são os fragmentos do corpo que mais se distanciam do órgão cardíaco, sem que tenham uma boa vascularização como ocorre com os dedos da mão, por exemplo.

Dessa maneira, os anticorpos e elementos celulares de defesa do corpo não alcançam estas unhas da região dos pés de maneira fácil quanto em outras regiões do corpo.

>> Clique aqui para acabar com fungo na unha!

Contágio

Os fungos que promovem a micose nas unhas podem ter sua transmissão sim, um para o outro, porém esse modo de contágio não acontece comumente.

O compartilhamento de cortadores das unhas, lixas e afins possibilitam uma maneira de transmitir os fungos, porém de modo geral, é necessário um contato ainda mais frequente e íntimo, como ser morador de mesmo local que uma pessoa que tenha a onicomicose.

Não é possível pegar micose de unhas somente com um aperto de mão ou ao tocar coisas que foram manipuladas por pessoas infectadas.

Fatores de risco

Fatores que desencadeiam e facilitam a infecção das unhas por fungos são diversos. Pacientes que têm frieiras – como os pés de atleta – trata-se de uma infecção por fundos de pele de dedos, disponibilizam um risco maior de serem infectados por fungos de unhas.

Entretanto, existem fatores ainda maiores que podem desencadear a micose de unha:

  • Utilização de drogas imunossupressoras;
  • Diabetes mellitus;
  • HIV;
  • Faixa etária avançada;
  • Condições imunológicas;
  • Psoríase;
  • Histórico familiar de onicomicose;
  • Condições de circulação do sangue dos membros inferiores;

Atletas também são categorizados como fatores de riscos para adquirir a micose. Estas pessoas geralmente estão com os pés úmidos e calçados por tempos, em contato com o suor, e têm incidências maiores de traumas nas regiões das unhas em virtude de impactos sofridos por exercícios físicos.

Sinais de fungo na unha

Micoses de unha não são habituais a produção de sinais, além de modificações estéticas de unhas.

Em situações de maior gravidade, entretanto, são passíveis muita dor. Em pessoas que possuem diabetes ou doenças imunossupressoras a micose possibilitam ter isto como um fator desencadeante para elementos bacterianos, facilitando o aparecimento de infecção secundária, como celulites e erisipela.

Tecidos lesionados provocados pela micose geralmente destacam algumas diferenças em sua mostra, conforme a categoria do fungo e o teor de gravidade de suas infecções. De modo geral, as micoses de unhas apresentam-se com alguns sintomas específicos:

  • Unhas espessas
  • Unhas frágeis e quebradiças;
  • Unhas distorcidas;
  • Unhas sem brilho, opcas;
  • Unhas escuras;
  • Unhas descoladas em relação a pele que as compõem;

É comum o acometimento de onicomise nas categorias de:

Onicomicose subungueal distal

Uma das categorias mais comuns da micose de unha que se caracterizam pela infecção, acometem a ponta das unhas.

O dedão é, de forma geral, o primeiro dedo a ser prejudicado pela infecção. Ela tem início em relação a descoloração das pontas da unha em suas laterais, demonstrando tons brancos, amarelos ou castanhos, que podem se estender de forma lenta por todas as unhas, em posição à cutícula.

É possível que a unha descole e a ponta dos dedos se partam, colocando a pele em exposição.

>> Clique aqui para acabar com fungo na unha!

Onicomicose subungueal proximal

É a modalidade menos comumente ocorrente da micose. Apresenta-se de forma semelhante a onicomicose subungueal distal, entretanto, o progresso desta condição acontece de maneira em oposição, tendo início perto da cutícula e posteriormente a extensão que se direciona à ponta das unhas. Essa categoria da micose acontece de forma geral em pessoas imunossuprimidas, comumente aqueles que possuem HIV.

Onicomicose superficial branca

Esta é a categoria que atinge crianças, porém corresponde a 10% de casos envolvendo adultos. É caracterizada pelo surgimento de manchas esbranquiçadas da superfície de unhas, de modo geral, mais perto de cutículas do que das pontas.

Ao passo que não sejam tratadas, esses elementos se espalham de forma centrífuga por toda a cobertura da unha, tornando-a esbranquiçada, quebradiça e áspera.

Diagnóstico

Os ferimentos das unhas por micose são recorrentes a partir de lesões que provem de outras patologias, como eczemas, psoríase, líquen plano, traumas, deficiências de ferro e afins.

Grande parte de pesquisas atestam que a micose se responsabiliza por somente metade de situações de ferimentos das unhas. Em casos diversos, não há a possibilidade de afirmação de que o portador da micose sofra disso apenas por um olhar clínico e exame de unha.

Por isso, é de extrema importância que se demonstre de modo inequívoco a presença de elementos fúngicos anteriormente ao início de tratamentos. Para tanto, os especialistas farão pequenas raspagens da unha de modo a fazer o colhimento de amostras para análise de laboratório, buscando os fungos.

>> Clique aqui para acabar com fungo na unha!

Remédio caseiro para micose de unha

Os fungos que provocam lesões nas unhas de mãos e pés, são denominadas como onicomicose, problema que causa a descamação, descoloração e enfraquece as unhas.

Em virtude de locais que destacam o desenvolvimento dessa condição, as infecções por fungos incidem mundialmente, atingindo uma média de 3% e 4% da sociedade, muito mais o público masculino.

Micoses de unhas são bem comuns na região dos pés – muito mais do que nas mãos – em virtude de que os sapatos, meias e exposições a ambientes de umidade e calor facilitam a proliferação dos fungos.

Contudo, sem depender da região prejudicada, o problema é incômodo e possibilita problemas de estética, em virtude de sinais que acometem, e a maneira do enfraquecimento de unhas.

O tratamento que requer a eliminação da condição, possibilita algo complicado e geralmente é necessário um tempo determinado para uma eficácia efetiva.

Por isso, o remédio caseiro para fungo na unha é a melhor opção para tratar o problema. Acompanhe as dicas:

Vinagre de maçã

O ácido que contém o vinagre de maçã é um elemento ativo que auxilia a erradicação de fungos, tanto em unhas quanto nas regiões da mão e pés.

As substâncias alcalinas que fazem a regulagem do pH da pele, modificam os problemas pelos quais os elementos fúngicos necessitam de propagação.

Modo de preparo do remédio caseiro para fungo na unha

Preparar partes semelhantes do vinagre da maçã com água e manter os pés e mãos submersos em soluções ao longo de 15 a 20min.

Ao finalizar o tratamento, faça a secagem efetiva de toda a região tratada e a aplicação de cremes hidratantes.

Alho

Este elemento muito famoso é importantíssimo para agir como um antibiótico e antimicrobiano, que facilita os germes eliminados juntamente dos fungos, para a prevenção e tratamento de infecções.

Modo de preparo do remédio caseiro para fungo na unha

Amassar 10 dentes do alho até que se forme uma pasta. Colocar a pasta, em água de temperatura morna, repousando por minutos e, logo, manter as regiões prejudicadas em submersão no líquido em média de 15min.

Outra alternativa é fazer a mistura da pasta de alho em azeites de oliva e aplicação direta em unhas que disponibilizam fungos, tendo a ação por meia hora.

Iogurte natural

Cultivas bactérias ativas, também famosas por probióticas, agem de modo cheio de eficácia para tratar infecções que se desenvolvem por elementos fúngicos.

Modo de preparo do remédio caseiro para fungo na unha

Pegar um tanto do iogurte natural, aplicar de forma direta sobre as regiões prejudicadas e aguardar a secagem, antes de fazer a retirada com água em temperatura fria.

Ainda, é importante fazer a incorporação do alimento em suas refeições, no período matutino ou noturno, para a potencialização de efeitos.

Óleo de melaleuca

Em virtude seu teor antisséptico natural, o óleo aprimora a saúde de mãos e pés, sendo que também promove a eliminação íntegra de micro-organismos.

A utilização tópica do óleo em concentrado de 10% pode ter eficácia em relação a cremes que disponibilizem tolnaftato para o alívio de pés de atletas.

Em concentrados que variam de 25% e 50%, pode ter a suficiência em alívios e curas de infecções.

A aplicação do óleo de melaleuca em sua categoria pura, 3x por dia, traz a contribuição para o aprimoramento das unhas prejudicadas em 56%, posteriormente a 90 dias e até 60%, posteriormente a 180 dias.

Modo de preparo do remédio caseiro para fungo na unha

Aplicar uma gota do óleo nas regiões prejudicadas pelos elementos fúngicos, 2 ou 3x ao dia.

Os elementos não devem ter o consumo oralmente, porque provocam efeitos colaterais como convulsões, coma, erupção na pele, incapacidade de caminhar e ausência de estabilidade.

Vick VapoRub

Este é o medicamento mais comum, usado para a diminuição de sinais de resfriados e gripes, contando com substância que possibilitam tratar fungos que se alojam em unhas.

       

Modo de preparo do remédio caseiro para fungo na unha

Lavar e secar a região prejudicada, e aplicar pequenos quantitativos da pomadinha, fazendo com que o medicamento penetre efetivamente na região. Repetir o tratamento 2x por dia e colocar uma segunda dosagem antes de cair no sono para que o medicamento tenha atuação em períodos noturnos.

>> Clique aqui para acabar com fungo na unha!

Bicarbonato de sódio

O elemento alcalino também é um ótimo combatente aos elementos fúngicos e micro-organismo que prejudicam a saúde das unhas.

Modo de preparo do remédio caseiro para fungo na unha

Preparar uma pasta composta pelo suco de limão e o bicarbonato de sódio, depois aplicar a substância diretamente nas regiões prejudicadas.

É possível também utilizar o bicarbonato, colocando um tanto nos calçados, a fim de promover o combate de organismo que se alojam nos sapatos.

Suco de limão

Os teores qualitativos antimicóticos e antibióticos fazem com que a alimentação seja uma ótima aliada para a eliminação com eficácia da condição.

Modo de preparo do remédio caseiro para fungo na unha

Extrair o suco de diversos limões, e introduzir o líquido em regiões prejudicadas.

Outro modo simples de remédio caseiro para fungo na unha é composto pelo ato de esfregar o limão, diretamente nas regiões com infecções.

Micose de unha tratamento caseiro com alho

Ainda que pareçam insensíveis e rígidas, as unhas possibilitam o acometimento por várias patologias.

A micose trata-se de doença comum que prejudica os dedos saudáveis.

É provocada por elementos fúngicos que infeccionam a unha e sua cobertura, destacando um membro espesso e escuro.

Em grande parte das situações, a micose é somente uma condição estética.

Entretanto, em situação de maior gravidade, as unhas possibilitam o aspecto quebradiço e rachado, com dores e regiões em exposição de bactérias secundárias.

Os elementos fúngicos que causam as micoses têm a proliferação em locais úmidos e quentes, que possibilitam ser encontradas de maneira fácil em banheiros, piscinas e nos calçados.

Em virtude disso, as micoses de unhas nas regiões de pés são comuns, muito mais do que nas mãos, visto que há uma frequência destes membros inferiores fechados a calçados e meias.

Para que se mantenha as unhas impecáveis, é importante o cuidado para que estejam limpas e curtas, evitando caminhar descalço em locais de umidade. Utilizar calçados que respiram são maneiras de prevenção do surgimento de micoses em unhas.

As micoses das unhas não somem sem auxílio e possibilitam ser a fonte de substâncias que causam infecções em unhas ou na pele.

Aqui estão dicas relacionadas ao remédio caseiro para fungo na unha que pode fazer a eliminação fúngica de forma eficaz, de modo a facilitar o tratamento com o alho:

Tratamentos com o alho devem ser procedidos por prazos de 30 a 60 dias.

O alho é um componente alimentício com substâncias antimicrobianas, que agem em combate a infecções de bactérias e fungos.

Para tratar as micoses, é importante, de forma inicial, produzir um tipo de pasta com o alho amassado.

Depois disso, esta pasta deve ser posta em pote com água em temperatura morna para que as unhas sejam imersas ou misturadas com azeites para aplicação.

Em situações diversas, o alho pode estar em contato com os fungos da unha prejudicada por 15min a 30min.

>> Clique aqui para acabar com fungo na unha!

Micose de unha tratamento caseiro vinagre

De mesmo modo que o suco do limão, o vinagre trata-se de um ácido que disponibiliza substâncias antimicrobianas.

Para utilizá-lo ao tratar micoses, é importante fazer sua mistura e deixar agir nas unhas de molho, por mais ou menos uns 20min.

É importante não esquecer de fazer a secagem das unhas, posteriormente ao seu tratamento.

Para tanto, é preciso utilizar o secador dos cabelos em temperatura baixa.

Tratamento micose unha fluconazol

A unha com micose trata-se de regiões infeccionadas que são complicadas de tratar, em virtude de que as unhas costumam ter um crescimento lento por receberem pouco sangue.

Até estes tempos, as medicações que eram úteis para tratar a micose não se destacam com eficácia, e os resultados eram, de forma frequente, teorizadas pela decepção.

Em últimas instâncias, entretanto, os pacientes tratados com onicomicose aprimoraram de forma substancial, em virtude de remédios para fungos que eram introduzidos oralmente e com mais eficácia.

Pesquisas atuais apresentam que remédios orais como Itraconazol e Terbinafina disponibilizam altas taxas curáveis, muito além do Cetoconazol e a Griseofulvina, as substâncias mais utilizadas no passado.

Os principais antifúngicos são, acompanhados da taxa de cura:

  • Terbinafina – 73 a 79%;
  • Itraconazol – 56 a 70%;
  • Griseofulvina – 54 a 66%;
  • Fluconazol – 43 a 52%.

Tratamentos com os elementos citados acima são realizados por meio de 1 comprimido de 250mg ao dia, por 42 dias para aqueles que disponibilizam a micose nas mãos e 84 dias para quem tenha a micose nos pés.

Tratar de forma tópica a micose de unhas com específicos esmaltes, assim como o Ciclopirox, costuma não agir de forma única, porém ao passo que utilizado em complementação de tratamento com Itraconazol, Terbinafina ou Fluconazol pode ser muito útil.

Desde que haja a cura da micose da unha, o portador deve cuidar para que não ocorra a reincidência. Porém, é necessário cuidar os pés para que as unhas não retornem a ter colonização por elementos fúngicos.

Remédio para micose de unha Lakesia

Lakesia é um medicamento com indicação antimicótica para condições de micoses superficiais.

A fórmula do Lakesia apresenta 1,0% de iodeto de potássio, 0,5% de iodo, 2,0% de ácido salicílico, 5,0% de tintura de benjoim e 2,0% de ácido benzoico, que quando compostos em conjunto agem nos fungos de maneira fungicida e, também, antisséptica.

O iodo age como um antimicrobiano. A tinta de benjoim age de forma antisséptica, ao passo que o ácido salicílico tem ação queratolítico (como um esfoliante), favorecendo o ato fungistático e fungicida em relação ao ácido benzoico.

Contraindicações

O elemento não pode ter utilidade em situações de alergia em relação ao iodo, lesões abertas que possibilitam o resultado em iodo absorvido, e em função de curativas de forma oclusiva.

Uso de Lakesia

Utilidade externa;

Aplicação nas regiões prejudicadas, 2 a 3x por dia;

Seguir de forma correta a maneira de uso, e caso não haja a eliminação dos sinais, procurar especialistas;

1º passo – primeira aplicação

Lixe as unhas e descarte a lixa posteriormente ao seu uso;
Limpe as unhas;
Aplique a Lakesia sobre as unhas prejudicadas;

2º passo – em outras aplicações diárias

Aplique a Lakesia nas unhas prejudicadas sem fazer o lixamento de unhas anteriormente.
Ao passo que os sinais persistam, o especialista deve ser procurado.
Seguir de forma correta a maneira de uso. Em dúvidas, procurar orientação médica.

>> Clique aqui para acabar com fungo na unha!

Caso você esqueça de utilizar o Lakesia

Para uso correto do remédio, solicitar orientação farmacêutica. Se esquecer de alguma dosagem, é importante o aguardo de aplicação tópica e tratar de acordo com a recomendação.

Cuidados

Evite utilizar o produto por longos períodos.
Suspenda a utilização, caso ocorram modificações de cores ou cheiros das soluções.

Alimentação para acabar com o fungo na unha

Ainda que a micose de unha seja uma patologia que demora a ter tratamento pela refeição, é relevante que o sistema imunológico atue como um fator preventivo da doença.

Alimentos saudáveis são essenciais para que se mantenha as unhas fortes e bonitas. Dietas que são ricas em cálcio e proteínas – bem como os ovos, peixes, leite e carnes – são fundamentais.

A vitamina A trata-se de um elemento primordial para a prevenção de micoses de unha. É possível encontrar a vitamina em alimentações como batata doce, fígado de boi, cenoura, abóbora, espinafres, gema de ovo, pêssego, damasco, queijos, mamão, caqui, manga, pequi e afins.

Beber bastante água para a eliminação de toxinas é um ato obrigatório.

O consumo de alimentação como cebola, soja, brócolis, são elementos fontes de biotina, silicone, enxofre, em virtude de alimentação que auxilia a manter as unhas saudáveis e têm indicação para a prevenção da micose de unhas.

O consumo de alimentação rica em elementos proteicos, vitamina C e ácido fólico contribuem para equilibrar hormônios e ingestão de vitamina B12. As do complexo B auxilia-o ao mantimento de um sistema imunológico potente que tem relevância a prevenir micoses de unhas.

O consumo de probióticos que possibilitam o encontro de benefícios em iogurtes e outras alimentações de dieta podem ser encontrados em iogurtes e outras alimentações que mantém a flora do intestino, e isso proporciona benefícios para o corpo e combate a micose de unhas.

Evitar colas, cafés, chás e chocolates, em virtude do aumento de alcalinidade de pele, são imprescindíveis. Estes elementos apetecem os fungos.

Evitar os tipos de açúcar, com a inclusão do mel e frutas foces, é fato importante, visto que os fungos gostam de elementos doces.

Por se tratar de uma patologia que não acomete em atos desconfortáveis, tendem a ser ignoradas, porém a princípio pode não ser ofensiva a saúde, mas isso não significa que não promova desconfortos futuros ou danificações de unhas de forma efetiva.

Lembre-se: todo o cuidado é imprescindível para manter a saúde. Mantenha os pés sempre limpos e arejados, e – quando precisar passar horas com o mesmo sapato – certifique-se de deixá-los ao sol e fazer a higienização correta dos pés.

>> Clique aqui para acabar com fungo na unha!

       

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.