Prisão de Ventre: O que é, Tratamento e Cuidados

0 182

Um intestino que funciona adequadamente é associado de forma direta ao estilo e a maneira como as pessoas cuidam da saúde vital. Quando não há a ingestão adequada de fibras e de água, bem como alimentos ricos somente em elementos proteicos e amido demasiado, falta de exercícios e utilização de remédios, pode haver a prisão de ventre.

Além disso, é possível também associar tal condição a questões psicológicas, a não ida ao banheiro quando o organismo precisa ir, e também a maneira como se senta no vaso para realizar a evacuação.

Prisão de Ventre: o que é?

O órgão intestinal preso, denominado como prisão de ventre, tem caracterização pela evacuação dificultosa, incompleta ou por fezes duras, que, de modo geral, é provocado pela ingestão de alimentos inadequados.

Ao passo que a alimentação consumida faz a passagem por entre o sistema de digestão, a nutrição e a água que se apresentam têm, de forma progressiva, a absorção pelo corpo. Tudo o que não tem proveito para o organismo vai se constituindo num bolo fecal, que posteriormente é eliminado do corpo, por meio de contração dos músculos de paredes intestinais.

Se tais movimentações estiverem em debilitação, haverá acúmulo de materiais que não tiveram a digestão intestinal, possibilitam a água reabsorvida e tais resíduos endurecidos.

Uma média de 20% da sociedade do mundo inteiro é prejudicado com tal transtorno, alcançando de modo geral pessoas do sexo feminino e a terceira idade.

Determinadas situações clínicas são passíveis da contribuição para a condição de prisão de ventre.

Elas se destacam em:

  • efeitos colaterais relacionados ao diabetes;
  • o hipotireoidismo;
  • a síndrome do intestino irritado;
  • febres prolongadas;
  • elementos parasitas de intestino;
  • a diverticulite;
  • a utilização indiscriminada de substâncias laxantes;
  • a colite – intestino grosso inflamado.

Prisão de Ventre: o que comer?

A alimentação que auxilia no combate da prisão de ventre é rica em elementos fibrosos – cereal integral, legumes crus e frutas com cascas. Assim como as fibras, os líquidos são imprescindíveis para se tratar a prisão de vente, visto que auxiliam na composição de bolos fecais e favorecem as passagens de fezes, em processo intestinal.

A prisão de ventre, de modo geral, é provocada pela ingestão exagerada de açúcar, industrializados e elementos gordurosos, porém é possível que sejam consequências de ausência do exercício físico e da utilização prolongada de remédios antidepressivos e laxantes.

Alimentação que combate a prisão de ventre

As substâncias principais que auxiliam no combate de prisão de ventre correspondem aos seguintes elementos:

  • as frutas – que tenham cascas;
  • os cereais – integral, arroz, aveias;
  • os vegetais – legumes folhosos, crus; alface, couve e repolho;
  • farelo de trigo;
  • gérmen;
  • as sementes – chia, abóbora, linhaça, gergelim;
  • os iogurtes – probióticos, auxiliam na regulagem intestinal;
  • a água.

A alimentação crua e integral costuma ter maiores quantidades de fibra do que os refinados e cozidos. Portanto, há um aprimoramento do sistema transitório do intestino.

Ainda, o consumo de muita água age efetivamente em combate de prisão de ventre, em virtude de que a água faz a hidratação dos elementos fibrosos, proporcionando uma passagem mais fácil dos elementos fecais pela região intestinal.

Tratamento Caseiro para Prisão de Ventre

Alternativas excelentes de medicamentos caseiros conseguem agir em combate à prisão de ventre, sendo que o ressecamento intestinal também pode ser evitado através das mesmas técnicas.

Sucos, vitaminas e algumas chás, são substâncias que aperfeiçoam o trânsito do intestino e mantem a saúde do mesmo.

Os ingredientes de tais elementos disponibilizam substâncias que ajudam a eliminar os elementos fecais, porém devem ter o acompanhamento da elevação de ingestão de fibras, bem como frutas e cereais. O principal é fazer a ingestão de, no mínimo, 1,5l de água todos os dias.

Suco de mamão e laranja

O medicamento caseiro destacado para a prisão de ventre com mamão e laranja age de forma excelente no trato intestinal. Os alimentos são constituídos por fibras e substâncias antioxidantes que auxiliam o funcionamento intestinal, de modo a evitar a prisão de ventre.

Você vai precisar de:
2 laranjas;
1/2 mamão;

Como preparar?
Esprema as frutas e bata no liquidificador com o mamão cortado ao meio, tirando sementes e casca. O suco pode ser ingerido anteriormente ao sono noturno, e posteriormente ao acordar, cedo, durante três dias.

Smoothie para deixar o intestino solto

O smoothie – ou vitamina – do mamão, preparado com linhaça e iogurte agem de modo excelente na ação de soltura intestinal. A mistura se destaca por ser fonte de fibras que promovem o estímulo do esvaziamento intestinal.

Você vai precisar de:
1 xícara de iogurte natural;
1/2 mamão de tamanho pequeno;
1 colher de linhaça;

Como preparar?
Bata os elementos no liquidificador, adoce à gosto e, posteriormente, adicione as sementes de linhaça. Os benefícios desta vitamina são incríveis para o intestino e agem efetivamente na melhor condição do órgão, combatendo a prisão de ventre.

Chá de carqueja

Um medicamento excelente para a prisão de ventre está disposto no chá denominado cientificamente como “baccharis trimera”. Esta planta, a carqueja, tem ação preventiva da condição intestinal, ajudando a tratar anemias e protegendo o fígado de quaisquer toxinas.

Você vai precisar de:
2 colheres de folhas de carqueja;
500ml de água;

Como preparar?
Ferva a água e faça a adição de planta. Deixe que repouse por uns 5min. Tape, deixe amornando e beba em seguida.

Chá de ruibarbo

O medicamento caseiro que age na prisão de ventre de forma eficaz é a planta de ruibarbo. Este elemento é constituído por substâncias que promovem o estímulo muscular do intestino e auxiliam na absorção de líquidos.

Você vai precisar de:
20g da rizoma seca da planta de ruibarbo;
750ml de água;

Como preparar?
Coloque as substâncias em panela e leve ao fogão. Deixar ferver até que se perca uma média de 1/3 da água. Após isso, coe e beba 100ml do chá, inicialmente em período noturno, diariamente, para que a funcionalidade intestinal seja aprimorada.

Solução Caseira

Um modo fácil e eficiente de acabar com a prisão de ventre pode ser procedido através de uma solução caseira. A condição melhora assim que se faz a ingestão do chá de Cáscara Sagrada, em conjunto à erva-doce e o gengibre. Estas substâncias promovem o estímulo intestinal de maneira natural e leve.

Você vai precisar de:
1 colher de Cáscara Sagrada;
1/2 colher de gengibre seco ou fresco;
1/2 colher de sementes da erva-doce;
2 copos de água.

Como preparar?
Coloque a cáscara sagrada, a erva-doce e o gengibre em água fervente, por uma média de 10min. Deixe em repouso por mais 10min, coe, adoce com mel e beba 250ml no período noturno e 250ml de manhãzinha.

É imprescindível que o paciente que sofre com tal condição intestinal, modifique a alimentação, de modo a consumir todos os dias e, preferencialmente, em almoço e janta, elementos fontes de fibras – cereais e verduras.

A recomendação é preferir a alimentação integral. Contudo, é imprescindível que beba muita água, sempre que ingerir alimentação rica em fibras, ou eles, de fato, podem provocar a prisão intestinal.

Remédio imediato para Prisão de Ventre

Cenários agudos da condição de prisão de ventre ou situações em que há a constipação entre indivíduos que são prejudicados pela condição de teor crônico, podem ter a reversão do quadro de forma imediata com a utilização de substâncias laxantes osmóticas, que são medicamentos compostos por fibras, que proporcionam a eliminação das fezes.

Outra alternativo para que o intestino seja solto, em situações de prisão de vente, é utilizar supositórios de reto compostos por glicerina. Esses medicamentes agem de modo parecido aos laxantes via oral.

O paciente precisa fazer a introdução do supositório na região retal e, então fazer a retenção até o instante de evacuação. De modo geral, a variação do tempo aguardando pela ação do produto é entre 15min a 30min.

Determinadas ações possibilitam que os quadros de prisão de ventre sejam impedidos, inclusive sem utilizar remédios. Entre elas, é possível destacar a ingestão elevada de elementos fibrosos nas alimentações.

Os elementos mais conhecidos e fontes de fibras, são:

  • os integrais;
  • abóbora;
  • cereais;
  • cenoura;
  • brócolis;
  • espinafre;
  • couve.

Ainda, é relevante que os indivíduos que sofrem da prisão de ventre determinem um período determinado para evacuação. Dessa forma, procurando regularizar o intestino, ocorre um auxílio ao organismo que sempre se preparará para tal ação em determinado momento do dia.

Algumas infusões são incríveis para combater prisões de ventre. Há um destaque entre os chás já mencionados e a ingestão de mamão, para uma melhor regulagem do intestino.

Prisão de Ventre: o que fazer? URGENTE

As medicações que são disponibilizadas são reservadas aos que portam as crises de prisões de ventre, evitando utilizar laxantes químicos.

Dessa forma, é possível fazer a ingestão com eficácia de medicamentos específicos para fazer a limpeza intestinal, sem prejudica-lo.

As resoluções para as condições intestinais são fortemente eficientes, porém convencionais para crises instantâneas de prisão de ventre.

Não se recomenda tratamento progressivo para a prisão de ventre, sendo que há a possibilidade do intestino ficar irritado e tornar pior o quadro da condição.

Tais crises podem acontecer ao passo que exista a tendência e, de modo pontual, pode haver agravamento do cenário por diversos motivos:

  • condições estressantes;
  • alteração nos alimentos;
  • viagem;
  • ingestão excessiva de fibra;
  • pouco consumo de água.

Ao passo que a prisão de ventre tenha teor crônico, é possível fazer a ingestão de medicamentos em momentos específicos, frente a uma crise.

Contudo, a forma mais íntegra de tratar isto é solucionando condições de maneira mais efetiva. Acompanhe:

  • o aumento da ingestão de frutas cozidas e frescas – legumes, grãos, nozes;
  • não se alimentar de refinados, sem elementos fibrosos;
  • ingestão de água ao longo do dia, como um hábito;
  • exercícios regulares;
  • suplementação para o aprimoramento de flora bacteriana do intestino;
  • abster-se de momentos e situações estressantes.

Água do mar

Um elemento fundamental na cozinha e um excelente medicamento para condições que acometem a saúde humana é a água marítima. Esta água é fonte de muitos minerais, imprescindíveis ao organismo.

       

O jeito mais saudável de bebe-la é misturando em um copo a água natural e a água do mar.
Contudo, se houver o aumento do quantitativo de água marítima, há também uma ação laxante, imediatamente.

Enemas e lavagens

Enemas ou lavagens são métodos antigos de fazer o tratamento da prisão de ventre, de maneira natural.

É preciso de, somente, um elemento responsável por irrigação ou peras de silicone comuns em farmácias e afins.

A água em temperatura morna deve ser introduzida, além da aplicação do óleo de azeite – como um efeito de lubrificação.

É possível realizar este procedimento com chás de ervas medicinais. A camomila é uma planta que tem eficácia em diversas situações que acometem o organismo humano.

Porém, posteriormente à lavagem, a recomendação é fazer uso de suplementação da flora do intestina, para fazer sua reposição.

Chá de sene

O chá é um dos elementos mais famosos para o tratamento da prisão de ventre. Contudo, não há a possibilidade de fazer o uso de medicamento diário, visto que pode provocar o intestino irritado.

A recomendação é consumir o chá somente em circunstancias de crises, ao passo que os medicamentos não tenham funcionamento.

A ingestão do chá em períodos noturnos é essencial. Caso não demonstre resultados, beba em jejum.

Para utilidade contínua, a recomendação é o chá de dente de leão que aprimora a funcionalidade do fígado, e de forma indireta, da região intestinal.

Magnésio

A suplementação de magnésio auxilia no aprimoramento da função intestinal, dentre uma diversidade de vantagens para a saúde humana.

Dentre as categorias diferenciadas do magnésio, destacam-se o cloreto, com ação laxante.

De fato, muita gente não quer ingerir o cloreto em virtude da ação imediata ao intestino.

É possível tomar o cloreto de magnésio em encapsulados ou em pó, misturado na água, caso o gosto amargo não incomode. A venda acontece em farmácias e estabelecimentos especializados.

Suco de laranja com linhaça e kiwi

Um jeito delicioso de fazer o alívio, em situação de prisão de ventre aguda é o preparo de um mix com os três alimentos.

Kiwi
Famoso pela grandiosidade de fibras e elementos vitamínicos C, a fruta é dotada de substância laxante, ainda mais quando o consumo da mesma ocorre com o estômago vazio.

Laranja
A laranja é dotada de ácido cítrico que auxilia na regulagem e limpeza intestinal.

Linhaça
A linhaça é essencial para o favorecimento do intestino, ainda mais quando deixada de molho por horas.

Ao fazer a batida dos três elementos e a ingestão um pouco antes do café – a primeira refeição do dia – tomando em jejum, ocorre um aumento da possível evacuação diária no período matutino.

Prisão de Ventre e Gases

Há diversos modo de promover a eliminação de gases do intestino preso, mas um dos métodos mais simples e práticos se caracterizam pela ingestão de chá de erva-cidreira com funcho, além de caminhadas por minutos, estimulando a função intestinal, e eliminando os gases naturalmente.

Nas situações em que não há a possibilidade da eliminação de gases, somente com a utilização do chá, podendo haver a necessidade de uso de massagem abdominal para que se evite o acúmulo em excesso de gases, que podem desencadear dores intensas e confusão com dor no coração.

Massagem para alívio rápido de gases

A fim de eliminar os gases do intestino de forma mais rápida, o indicado é fazer a compressão abdominal. Para tanto, é preciso deitar de barriga pra cima, dobrando joelhos na parte superior da barriga e fazendo pressão.

Este método age na eliminação dos gases de crianças e bebês, visto que não há riscos.

Outra opção de eficiência é promover massagens no abdômen, com movimentação circular suave, direcionado de cima a baixo.

Ainda, para a libertação de gases ou que se evite o seu retorno:

Ao fazer a ingestão do chá da erva em conjunto a funcho por 3x ao dia, há o auxílio da eliminação dos gases, viso que a infusão disponibiliza substâncias antiespasmódica que, também reduzem as dores.

Beba sucos com ação laxante, com laranja, aveia e mamão, lembrando de fazer isso por, no mínimo, 3x ao dia. Sucos com ação laxativa facilitam a evacuação que pode estar provocando gases.

Um medicamento eficaz e muito recomendado para evitar os gases é o composto de dimeticona.

Prisão de Ventre em período de Gravidez

A prisão de ventre em período gestacional é um cenário norma que pode ter tratamento com determinadas medidas, como o aumento de ingestão da água, de alimentação rica em fibras , frutas e exercícios como leves caminhadas.

A prisão de ventre em época gestacional não traz prejuízos ao bebe, porém é passível de cólicas e dores abdominais na mulher. Ao passo que os sinais tenham o devido acompanhamento, náuseas e dores são casos que melhoram.

Sinais de prisão de ventre em período gestacional

Os sinais de prisão de ventre aparecem ao longo da gravidez, em vista de que o útero pressiona a região intestinal, e ainda, os hormônios gestacionais fazem com que a passagem de alimentação pelo intestino se torne ainda mais lento. Os sinais de maior frequência na prisão de ventre desta categoria são:

  • cólica;
  • abdômen rígido;
  • desconfortos no abdômen;
  • inchaços.

É possível tratar a prisão intestinal com consumo e laxantes e medicações prescritas por um especialista.

Para realizar o tratamento da prisão de ventre em período gestacional é possível fazer a ingestão de ameixas secas, todos os dias. O aumento de alimentação rica em fibras, amêndoa, maracujá, repolho, goiaba, gergelim, maça, ervilha, tangerina ou peras.

O aumento da ingestão de alimentação que também seja rica em líquido como melancias, melão, rabanete ou tomate, são fundamentais para melhora da situação.

A ingestão de 1,5 a 2l de água, todos os dias, é essencial este liquido pode ser consumido também em formato de sucos ou sopas. Para aqueles que dificilmente tomam água, é importante aderir à bebidas como chás ou inserir rodelas de limão ou laranja em jarras com água para o consumo ao longo do dia.

Outro fato a se fazer são os exercícios físicos, porém em virtude de peso localizado na barriga. Os mais recomendados são as atividades de alongamento de músculos e leves caminhadas.

Um ótimo modo de combate à prisão de ventre em período gestacional é produzir smoothies de iogurtes naturais com mel e mamão, fazendo a ingestão diária em período matutino.

Prisão de ventre em bebês

É possível a ocorrência da condição em recém-nascidos, mesmo em primeiro momento de vida, ainda que possa ser raro e a amamentação somente no peito. Porém, compreender quando a prisão se apresenta é essencial. Contudo, identifica-la é um pouco difícil, em primeira instancia.

Não existe um modelo relacionado à frequência em que o bebê pode eliminar fezes. Contudo, o comum é ocorra 1x ao dia ou, um em um dia, no mínimo. Prisão de ventre em bebês se define com uma quantidade maior que 3 dias sem a evacuação.

É claro que tais episódios precisam ser considerados e cuidados. Outro fato a ser observado é o tipo, a textura dos elementos fecais do bebê, para fazer uma análise da prisão de ventre.

Causas da prisão de ventre nos bebês

De modo geral, o bebê que se alimenta no peito, de forma exclusiva, tende a apresentar fezes mais moles e pastosas. Contudo, bebês que se alimentam por fórmulas podem apresentar cocô mais ressecado.

Estas substâncias são as principais razões das prisões de ventre em bebês. Em virtude disso, além do leite materno, é preciso fazer a hidratação do bebê para auxílio de que o organismo faça a eliminação das fezes de um jeito mais fácil.

Caso o bebê se alimente por fórmulas é possível que tenha indicação de leite próprio como o NAN Confort, que favorecem a evacuação. Porém, as crianças maiores podem ter o auxílio de alimentação que, somente pelo consumo, possibilitam apresentar a prisão de ventre de forma menor ou eliminá-la.

Sucos, como os já mencionados, de laranja e mamão, são grandes aliados. Sucos de ameixas também, além de realizar a substituição de dietas, facilitam a identificação de alimentação que provoca a prisão de ventre no bebê.

Fazer com que o bebê consuma maior quantidade de líquidos ao bebê auxilia se nada estiver funcionando. Há supositórios para tal condição, contudo estes necessitam de recomendação pediátrica.

Manobras que auxiliam o bebe a evacuar são simples, contudo precisam ser cautelosos para que não machuque a criança. São elas:

  • cotonetes besuntados em óleos específicos;
  • massagem circular na região anal do bebê – estimula a liberação das fezes.

Determinadas vezes, até a introdução apenas da ponta de cotonete, com extremo cuidado, auxilia o bebê na evacuação. Essa estratégia é disponibilizada por especialistas de berçários, com eficácia em pequenos que apresentam prisão de ventre.

O essencial é que o bebê evacue logo depois de se alimentar.

É importante lembrar que, o aleitamento materno age na prevenção da prisão de ventre. Todas as situações de prisão intestinal em bebês devem ser relatadas ao especialista de Pediatria, que se responsabiliza por acompanhar a criança. Ele, com certeza, fará a melhor indicação do que o bebê precisa exatamente.

Considerações finais

Para uma boa saúde humana, é necessário que haja o hábito de diversas situações que tragam benefícios ao organismo e suas funcionalidades. É sempre uma junção de atitudes e de hábitos que transformam a vida e a qualidade dela para a sociedade.

Quando há uma preocupação maior relacionada aos hábitos alimentares, é muito comum que todo o corpo aprimore suas funções, ainda mais quando se considera aliar os exercícios físicos à rotina.

Boas práticas diárias, como algum tipo de esporte, atividade aeróbica, ginásticas, danças ou qualquer coisa que movimente o corpo, juntamente com a ingestão de alimentos saudáveis é essencial para a saúde, não só do intestino, mas de todos os órgãos do nosso corpo – inclusive o cérebro.

Faça uso das dicas e não esqueça de manter, sempre por perto, uma garrafa de água, para quaisquer lugares em que você precisar ir. A água é uma das fontes de saúde, disponíveis de forma simples para todos e que previne grande parte dos problemas de saúde.

Recomendados Para Você:

       

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.