O que uma alimentação saudável pode fazer por você?

0 711

O assunto já se tornou clichê em muitos programas na TV, rodas de conversa entre amigos e debates em seminários. Mas o fato é que a manutenção da saúde sempre em perfeito estado tem lá sua ligação de grande importância com a alimentação que cada indivíduo tem, seja ele criança, jovem ou que já esteja curtindo a terceira idade em plena realização.

Recentemente algumas pesquisas apontaram que, embora sejam muito comuns tem todas as faixas etárias, algumas doenças e síndromes digestivas tem notável frequência maior na população idosa. É aí onde nossa atenção deve ser redobrada. As complicações dessas doenças, quando não são bem tratadas, podem ser graves e levar ao óbito.

As doenças digestivas são patologias que comprometem o funcionamento de áreas do corpo como o esôfago e o estômago, por exemplo. Um sintoma bastante comum dessas patologias é a azia – bastante comum em indivíduos da terceira idade – que pode ser o sinal da existência de uma hérnia de hiato, que se caracteriza por provocar refluxo do ácido estomacal para o esôfago.

Além disso, o cuidado com a alimentação garante também o combate a males como a gastrite – uma inflamação no estômago. Os sintomas dessa patologia podem aparecer em forma de queimação ou pontada no estômago. A gastrite se divide ainda em dois tipos: a crônica – onde os sintomas são diários, apesar de serem menos incômodos – e a aguda – que pode ter causa na ingestão irregular de bebidas alcoólicos ou alimentos ácidos demais. Outro possível problema a aparecer quando não nos importamos com a nossa alimentação é a pedra na vesícula. Seguida de náuseas e vômitos, a dor causada por essa patologia é geralmente localizada no lado direito da parte alta do abdome. Tratada com cirurgia, se não diagnosticada a tempo, a doença pode evoluir para problemas mais graves como a pancreatite.

       

A úlcera também pode aparecer se você não cuida do que anda ingerindo por aí. Ela é o estágio avançado, e consequentemente mais perigoso, da gastrite. As dores acontecem geralmente depois das refeições e são localizadas no meio do abdome. O diagnóstico é feito através de um exame de endoscopia e, se não tratada corretamente, pode causar hemorragia ou uma perfuração.

É importantíssimo cuidarmos da nossa saúde. Mais importante ainda é consultar o médico e sabermos qual a predisposição da patologia que podemos desenvolver se não cuidarmos da nossa alimentação. Durante a fase da vida que compreende a terceira idade, a pessoa está consequentemente mais suscetível a apresentar sintomas particulares dessas patologias. Precauções do tipo “quanto de sal eu colocarei na minha principal refeição?” e “quanto de fritura eu tenho consumido atualmente?” podem ajudar a fazer um balanceamento do que temos ingerido e sabermos se estamos ou não nos alimentando saudavelmente.

Na verdade não nos custa nada zelarmos com carinho por nós, para aproveitarmos mais tempo, ao lado de quem amamos.

 

Recomendados Para Você:

       

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.