8 nutrientes importantes para a saúde do idoso

0 2.610

Você mantém uma alimentação balanceada no seu dia? Se a resposta for negativa, é bom fazer uma reavaliação do cardápio diário. Optar por alimentos mais saudáveis é fundamental para a aquisição de uma qualidade de vida melhor na terceira idade.

Consumir todos os nutrientes essenciais e na medida certa é fundamental para o bom funcionamento do organismo e para a prevenção de doenças cardiovasculares, crônicas, a obesidade, diabetes, entre outras. Os benefícios são diversos tanto para saúde física quanto mental. Além disso, a aquisição de bons hábitos alimentares aumenta a disposição para o desenvolvimento de tarefas no cotidiano do idoso.

Veja quais nutrientes não podem faltar no seu prato:

Zinco

Com a passagem dos anos o idoso pode apresentar uma diminuição natural da imunidade. Por isso, é importante consumir alimentos ricos em zinco, pois o mineral ajuda a aumentá-la e ainda tem ação antioxidante, desacelerando o envelhecimento das células. Uma maneira de adquirir zinco é consumindo oleaginosas, como nozes e castanhas, carnes vermelhas e arroz integral.

Cálcio

Um dos problemas enfrentados por quem está na terceira idade é o desgaste ósseo que acarreta no aparecimento da osteoporose. Para manter os ossos fortes e saudáveis é importante incluir na dieta alimentos fontes de cálcio como: leite, gergelim, verduras de folhas verde-escuras e a quinua. Lembrando que o cálcio é importante também para o bom funcionamento do ritmo cardíaco e para a saúde do cérebro.

Vitamina D

Essa vitamina ajuda o organismo a absorver o cálcio e a metabolizá-lo no osso. Outra vantagem do consumo da vitamina D é que ela melhora a absorção intestinal e da capacidade da pele de produzir o seu precursor, a vitamina D3. Contudo, deve ser consumido com moderação, pois em excesso pode levar à hipercalcemia – concentração elevada de cálcio no organismo – e causar cálculos renais ou constipação intestinal. Pode ser adquirida através da exposição solar ou pelo consumo de cápsulas de óleo de fígado de bacalhau.

Fibras

O consumo de alimentos ricos em fibras reduz problemas com prisão de ventre. Por isso, é importante investir em: linhaça, farelo de trigo, farinha de arroz e farinha de aveia que pode ser acrescentados às frutas ou no mingau.

Potássio

Ele ajuda a reduzir os níveis de sódio no organismo, diminuindo o risco de hipertensão arterial e derrame. Outra vantagem é que esse mineral ajuda combater à prisão de ventre. Pode ser encontrado em: banana, soja, damasco, abacate, iogurte, ameixa, melancia, feijões e ervilha.

Ômega-3

Estimula a comunicação entre as células nervosas e, com isso, atua na prevenção de doenças como o mal de Alzheimer, Parkinson, depressão, perda de memória e de concentração. Pode ser encontrado em alimentos como sardinha, salmão, atum e cápsulas de óleo de peixe.

Antioxidantes

O consumo de alimentos com propriedades antioxidantes ajuda a combater a ação dos radicais livres dentro das células. Pode ser encontrado: laranja, cenoura, abóbora, vegetais folhosos como couve e espinafre, nas frutas cítricas e vegetais como brócolis e pimentão.

Vitaminas do Complexo B

As vitaminas B1, B6, B12 e ácido fólico atuam no metabolismo de carboidratos, proteínas e gorduras. Elas aumentam o sistema imunológico e ainda melhoram o funcionamento do cérebro, pois protege os tecidos nervosos contra a oxidação.

 

Recomendados Para Você:

       

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.