Museu da Pessoa: uma forma diferente de contar a sua história

Saia da memória, conte sua história!

0 402

Ultimamente há uma onda de se fazer palestras ou se vender um produto encantando o público com a arte de se contar uma boa história. Nós do Terceira Idade acreditamos que as pessoas 60+ resguardam imenso potencial para encantar outras pessoas através de suas histórias para contar.Marcelo Thalenberg nos escreve ressaltando um pouco sobre esta prática e melhor… incentivando-nos a escrever a nossa história no Museu da Pessoa!

book

Não somos crianças pela idade, mas somos pela atitude e alegria de viver.

Já vivemos muito e temos desejos de contar histórias:  pessoais, causos da vida, viagens, desafios, histórias de nossa família, perpetuar a transmitir para nossos filhos, netos bisnetos e quem sabe tataranetos.

Artistas contratam jornalistas, historiadores ou escritores para contar suas histórias. Até o Jô Soares trabalhou junto com o jornalista Matinas Suzuki para escrever seus livros de memória. (Uma Biografia Desautorizada).

Museu da Pessoa: um jeito diferente de falar sobre você

Você gostaria de ler e ver histórias de vida de sua e de outras pessoas como:

  • O índio saterê escritor
  • Uma mulher porreta
  • A menina faladeira
  • De Guarulhos a Heathrow

ou a história que você mesmo vai escrever?

Como contar nossas histórias sem que fiquem guardadas em uma estante envelhecendo com o papel amarelando e as fotos desbotando?

Será que o nosso neto ou parente lá do outro lado do mundo poderia ler, ouvir ou ver nossa história sem que tenhamos que investir e manter um site?

Caro leitor, você já ouviu falar do museu da pessoa? Como é que é? Onde fica?

O Museu da Pessoa é um museu virtual e colaborativo. Está aberto a toda e qualquer pessoa que queira registrar e compartilhar sua história de vida. O acervo reúne quase vinte mil delas, sem contar as fotografias, documentos e vídeos. Conheça e participe. O Museu da Pessoa é seu também.

A seguir o que o museu diz de si no site:

Um Museu aberto e colaborativo que transforme as histórias de vida de toda e qualquer pessoa em fonte de conhecimento, compreensão e conexão entre pessoas e povos, além de visitante, toda pessoa pode também tornar-se parte do acervo ao registrar a história da sua vida, assim como também ser um curador, na medida em que pode criar suas próprias coleções de histórias, imagens e vídeos.

Histórias para contar

Através do portal Museu da Pessoa (www.museudapessoa.net) você pode enviar suas histórias para o acervo. Além de texto, você pode incluir imagens e vídeos para enriquecer sua narrativa. Assim sua história fica preservada em nosso acervo, podendo ser compartilhada e pesquisada.

Como contar uma história

  1.  Uma boa história é bem diferente de um bom relatório. História bem contada tem clima, tensão, ritmo, revelações. Tente não contar o fato de um jeito linear, previsível e sem emoção.
  2.  Antes de contar a história, confirme se ela tem começo, meio e fim. Geralmente, o começo introduz o assunto; o meio desenvolve a história; e o final apresenta alguma conclusão.
  3. Perguntas descritivas e de movimento ajudam a contar uma história, por exemplo: Como era tal lugar? O que você fez depois que saiu de casa?
  4. Não esqueça de incluir tags (palavras-chave) relacionadas ao relato (ex. cartas, infância, namoro à distância, telegramas etc)

– Caso queira enviar para o Museu da Pessoa: Você poderá adicionar fotos relacionadas a sua história e/ou vídeo. Preste atenção ao tamanho da foto e as referências ao seu autor.

– Já o vídeo deverá ser inserido através de link do Youtube. Para isso é necessário que seja feito um upload (subir) o vídeo para o Youtube. Se você tem uma conta no Gmail, então você já tem uma conta Youtube automaticamente.

 

ENTÃO, MÃOS À OBRA! 

DICA: Para enviar histórias você precisa estar cadastrado e logado no portal Museu da Pessoa (www.museudapessoa.net)

E caso tenha escrito uma boa história também pode enviar pra gente: contato@aterceiraidade.com

 

marcelo thalenberg

 

 

 

 

Marcelo Thalenberg

empreendedor serial, senior, curioso profissional

email: mtcriativa@hotmail.com

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.