Hiperidrose tratamento caseiro

0 2.582

Ainda que muita gente sofra com hiperidrose, são pouquíssimas aquelas que conhecem tratamentos e sabem como cuidar dessa condição. Aquelas que procuram os cuidados da hiperidrose com tratamento caseiro, por exemplo, tendem a evitar tratamentos mais invasivos como cirurgias.
Hiperidrose é o suor em excesso que acomete o corpo de maneira imprevisível. Entretanto, é preciso cuidar alguns detalhes para não se diagnosticar erroneamente. As pessoas que sofrem da hiperidrose suam excessivamente até mesmo em épocas de frio ou deitadas, repousando.

Causas da Hiperidrose

Suar, em grande parte das situações, trata-se de uma resposta do organismo ao fazer a manutenção do equilíbrio referente à temperatura do corpo. Durante as práticas de atividades físicas, o organismo fica quente e o suor aparece como um modo defensivo do corpo.

Entretanto, a sudorese de quem tem hiperidrose acomete, sem necessidade desses fatores. Esse problema pode acometer outras situações, como um desconforto emocional e físico.

Em relação à hiperidrose primária – aquela que comente os pés, as mãos, pés e axilas, e há a possibilidade de não existir um motivo específico, tendo ainda o possível caráter hereditário.

Em situação de outra relação médica, denominamos a hiperidrose secundária.

Se você possui a hiperidrose e não consegue fazer atividades básicas como um aperto de mão, porque suas mãos vivem bem suadas, passando embaraços por pés que também suam muito e exalam um cheiro desagradável, não precisa se preocupar. Existem vários métodos eficazes para tratar o problema.

Em nomenclaturas médicas, transpirar em excesso é denominado de hiperidrose. Este cenário pode acometer quaisquer regiões corporais, porém, as mais convencionais são as partes das mãos, o solado do pé, o rosto e as axilas.

Essa condição é destaca por conta de um fator de predisposição genética, porque grande parte dos que sofrem com a hiperidrose têm parentes próximos que também a possuem.

A razão secundária de se transpirar de forma excessiva trata-se da hiperatividade dos nervos que fazem o acionamento de glândulas sudoríparas. A razão disso é que pode ter seu desencadeamento por determinadas medicações, estresse, obesidade, menopausa, baixa de glicose sanguínea, ansiedade, tireoide hiperativa, ataque cardíaco, problemas cardíacos ou uma patologia infecciosa, exemplo da tuberculose e da malária.

Hiperidrose com tratamento caseiro

É importante dizer que ninguém necessita aprender a conviver com esse transtorno patológico.

Procurar ajuda médica e melhorar a qualidade de vida é uma atitude bem simples e comum. Em alguns casos, até mesmos os pequenos tratamentos caseiros e naturais podem auxiliar a melhorar a qualidade de vida daqueles que sofrem de hiperidrose.

A hiperidrose é destacada pelo seu caráter de desconforto, visto que, por diversas vezes, desencadeia a interrupção de tarefas diárias comuns, provocando constrangimento ou, até mesmo, ansiedade.

Entretanto, existem diversas alternativas para tratar de forma caseira e simples a hiperidrose, promovendo alívio.

Se você sofre ao utilizar vestuários que destacam sudoreses em manchas, ou sofre em momentos embaraçosos, quando pessoas ignorantes desconhecessem o seu problema, acompanhe os tratamentos caseiros para hiperidrose:

Clique aqui para tratar hiperidrose

Sálvia

A infusão que utiliza sálvia, trata-se de um ótimo tratamento caseiro para hiperidrose. A sálvia disponibiliza elementos anti-sudoríficos, auxiliando o impedimento e regulagem do suor produzido de modo excessivo.

Para o preparo, utilize 500ml de água e 2 colheres das folhas da sálvia. O interessante é juntar os dois elementos e deixar repousando por 5min, em média. É importante coar e consumir, logo a seguir, ingerindo até 2x ao longo do dia.

Bicarbonato e Talco

Misturar uma colher com o bicarbonato de sódio e outra colher da fécula de milho em talco e utilizar, de forma assídua, posteriormente ao banho. Aplicar, geralmente, em regiões que estão submetidas ao ato de transpirar excessivamente.

Limão

O limão é outra maneira de combate ao fato de transpirar em excesso. Para tanto, aplicar um tanto do sumo de limão anteriormente ao banho, deixando agir por um período e depois lavar. A partir disso, é possível observar que a área que dispõe o suor excessivo estará bem mais seca.

Vinagre de maçã

O vinagre de maçã deverá ter seu consumo em jejum, com a mistura na água. Colocar uma colher do vinagre em copo de água e ingerir logo que acordar, anteriormente a qualquer outra alimentação.

Amido de milho

Outro tratamento caseiro para hiperidrose trata-se do amido de milho. Ele age como antiperspirante natural, que auxilia na absorção de elementos úmidos e neutraliza quaisquer odores que desagradam.

Ainda, o amido de milho é bem tranquilo de ser transportado, pois trata-se de uma alternativa prática para quem costuma viajar bastante.

Como utilizar?

  • Misturar quantitativos iguais do amigo de milho e do bicarbonato de sódio;
  • Armazenar as quantidades em um frasco de talco;
  • Remover o suor excessivo das regiões em que está transpirando de forma mais profunda, com papel toalha ou afins;
  • Aplicar a mistura nessas regiões;
  • Utilizar o tratamento caseiro para hiperidrose, de acordo com a necessidade;

Hamamélis

As substâncias antiperspirantes e adstringentes da hamamélis auxiliam no controle do suor excessivo. O ácido tânico faz o fechamento dos poros, e consequentemente, a inibição de transpiração excessiva.

Essa planta pode também ter aplicação de forma segura a todas as regiões do organismo, que têm propensão a transpirar excessivamente.

Como utilizar?

  • Embeber um algodão na infusão da hamamélis;
  • Esfregar de maneira suave o algodão nas regiões em que há a transpiração de modo excessivo;
  • Fazer isso entre 2 a 3x ao dia, de acordo com a necessidade;

Tomates

As substâncias adstringentes presentes no tomate podem auxiliar no controle da sudorese excessiva nos pés e mãos.

Por se tratar de um adstringente natural, os tomates auxiliam no encolhimento dos poros e no bloqueamento dos dutos que fazem a secreção da sudorese.

Tomar o suco do tomate também pode trazer eficácia na baixa da temperatura corporal, que consegue fazer a redução do suor.

Como utilizar?

  • Fazer cortes de fatias com tamanhos bons do tomate;
  • Esfregar nas regiões do corpo em que há a transpiração em excesso;
  • Aplicar, de forma alternada, o suco de tomate fresco nas regiões com suor corporal;
  • Deixar agir por 10 a 15min, com água em temperatura morna;
  • Fazer isso, pelo menos, uma vez ao dia;
  • Consumir, ainda, uma xícara do suco todos os dias, no prazo de sete dias, e ir fazendo a redução de forma lenta da dose de uma xícara a cada dois dias, nos próximos sete dias.

Carvão ativado

É possível também utilizar o carvão ativado para o tratamento dessa condição. O carvão ativado pode auxiliar na absorção do elemento úmido do organismo, e dessa forma, fazer a prevenção da sudorese em excesso.

Como utilizar?

  • Ingerir uma colher de carvão ativado em água em temperatura morna, no período matutino, em jejum;
  • Consumir posteriormente ao jantar, caso sinta dores ou vômitos, assim que tenha consumido o carvão em jejum;
    Obs: Não faça uso do carvão ativado, caso você sofra de transtornos do intestino. Ainda, é importante manter o produto distante de animais e crianças.

Chá Preto

O chá preto convencional que pode ser ingerido, é um tratamento caseiro de muita eficácia para a hiperidrose.

Este líquido é fonte de taninos que disponibilizam qualitativos adstringentes. Isso é extremamente relevante para o bloqueamento dos poros e eliminar a sudorese excessiva.

Ainda, os taninos auxiliam no mantimento da temperatura do organismo frio, fazendo a redução da possibilidade de transpirar de modo excessivo.

Como utilizar?

  • Segurar sacos de chá preto em umidade nas mãos por uns 5min.
  • Fazer isso 2 a 3x ao dia.
  • Fazer uma tigela grande de chá preto fraco, de maneira alternada;
  • Deixar esfriar e mergulhar os pés e mãos por 30min, 2x ao dia;
  • Não esquecer de ingerir 2 a 3 xícaras do chá, diariamente.

Óleo da árvore do chá

O óleo da árvore do chá, também conhecido como “Tea Tree”, auxilia no controle do suor excessivo em razão de suas substâncias adstringentes naturais. Ainda, as substâncias antifúngicas podem fazer a redução do risco de doenças infecciosas fúngicas em razão de umidade excessiva.

Como utilizar?

  • Adicionar 4 ou gotas dos óleos da árvore do chá em um recipiente de água em temperatura morna;
  • Mergulhar bolas de algodão na solução;
  • Esfregar as regiões prejudicadas em seu corpo;
  • Repetir a ação 2 a 3x diárias;
    Obs: Anteriormente à aplicação do óleo da árvore do chá na pele, sempre fazer um teste em um fragmento de pele, diluindo uma gota. É imprescindível que isso seja feito para que tenha-se em mente o critério alérgico que algumas pessoas podem ter em relação ao óleo essencial.

Chá de sálvia

Outro tratamento caseiro para hiperidrose que tem diversas substâncias adstringentes é a sálvia. É um antigo medicamento para tratar o suor dos pés e das mãos. A sálvia auxilia a secagem do óleo excessivo e evita a sudorese em excesso.

Ainda, o chá de sálvia é fonte em magnésio e vitamina B, que auxiliam na redução da hiperatividade nas glândulas sudoríparas.

Como utilizar?

  • Colocar 2 ou 3 saquinhos do chá da sálvia num recipiente de água em temperatura morna;
  • Cobrir e deixar esfriar;
  • Mergulhar os pés ou mãos na água por 20 a 30min, 1 ou 2x ao dia;
  • Ainda, beber 1 xícara de infusão da sálvia em jejum, todos os períodos matutinos, para aproveitar todas as vantagens da infusão;
  • Incluir a erva em refeições, sempre que houver a possibilidade;
    Obs: Ingerir a infusão da sálvia em excesso pode gerar dores de cabeça. Ingerir, no máximo, 3 xícaras por dia.

Clique aqui para tratar hiperidrose

Alimentação rica em Magnésio

Um dos motivos pelos quais os pés e mãos suam pode ser a deficiência do elemento magnésico no organismo.

O magnésio auxilia no controle das atividades das glândulas sudoríparas para que se evite transpirar em excesso. Também há a neutralização dos elementos químicos que fazem a produção do mau cheiro.

Dessa forma, para controle do suor, alimente-se sempre com refeições ricas em magnésio.

Algumas das alimentações que são ricas em magnésio são os abacates, as amêndoas, as bananas, o tofu, o leite de soja, as sementes de abóbora, as nozes, as castanhas de caju, o iogurte, os vegetais de folhas verdes e grãos integrais.

É possível também escolher por ingerir suplementação com magnésico. Entretanto, para isso, é importante consultar um especialista antes.

Dicas importantes

Mergulhe os pés e mãos em água em temperatura fria, pois isso fará o alívio do suor excessiva ao longo de muitas horas;

Aplique com frequência o talco nos pés e nas mãos, pois isso auxilia na redução do suor excessivo.

Utilize antitranspirantes em cima das regiões prejudicadas;

Seque os pés de forma completa posteriormente aos banhos, principalmente os dedos;

Utilize sapatos e meias que são produzidos por produtos naturais;

Faça a troca das meias, todos os dias;

Tenha papeis toalhas para a possibilidade de limpar as mãos quando necessário;

Beber muita água ao longo do dia para hidratação;

Não utilizar itens que prejudicam a transpiração ou que aumentam a transpiração, como itens quentes, luvas e afins.

Esteja relaxado e calmo sempre, até porque a transpiração em excesso é desencadeada com frequência pelo estresse e ansiedade.

Alimentação picante são famosas pelo desencadeamento de suor em excesso. Portanto, evite o consumo destes.

Outros medicamentos caseiros para hiperidrose

Anteriormente ao ir para a cama, aplicar suco de limão nas axilas pode ser uma ótima alternativa. O limão faz a remoção do cheiro e também a redução da sudorese. É importante não deixar agindo por um tempo maior que 15min. Em excesso, pode irritar a pele.

Aplicar o vinagre de maçã nas regiões das axilas e deixar por 20min também é uma boa ideia.

Enxaguar a região com água em temperatura morna. Isso faz a redução, de forma intensa, da sudorese.

Aplicar a polpa do tomate nas regiões das axilas e deixar agir por 15min também resolve o transtorno. Enxaguar com água. Aplicar a polpa todos os dias pode auxiliar a redução da sudorese excessiva em até 14 dias.

Moer várias nozes e folhas de eucalipto até a formação de uma pasta lisa auxilia a amenizar a sudorese. Aplicar a pasta age na diminuição, também, do mau cheiro.

Outro método para deixar de transpirar excessivamente nas axilas é consumir uma xícara de chá de sálvia todos os dias.

O bicarbonato de sódio pode ter utilidade com uma potente desinfetante. Misturar uma colher de bicarbonato de sódio em um recipiente com água e adicionar três gotas de óleo de lavanda, é uma ótima opção.

A erva bardana trata-se de outra ótima alternativa, já que promove a diminuição do suor excessivo.

Outra planta que traz muitos benefícios para o impedimento da transpiração pela região das exilas é o astrágalo. Esta planta traz muita eficácia em reduzir o suor noturno.

Preparar um chá com a erva do hortelã, erva-doce e erva-cidreira ajuda efetivamente a conter o suor.

Beber um copo antes de ir dormir é muito eficaz. O medicamento trará calmaria ao organismo, e resultará numa transpiração reduzida.

Suar de maneira excessiva, tanto nos pés quanto nas mãos, é uma condição que traz muito desconforto e irritação aos seus portadores. Portanto, esses medicamentos caseiros são imprescindíveis para tornar a vida das pessoas que sofrem com a hiperidrose, muito mais fácil e agradável.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.