Hemorroida tem cura? Acabe agora com este problema!!

1 1.322

Este é um questionamento de muitas pessoas que sofrem com o problema. E para o alívio da nação, hemorroida tem cura sim. Há um média de 30% dos brasileiros em faixa etária adulta que sofrem desse mal. A doença das hemorroidas é, de fato, muito comum e acomete homens e mulheres.

Com certeza, hemorroida pode ser curada. Os sintomas, além de submetidos a tratamentos, podem sumir completamente, mas é importante falar sobre algumas maneiras de prevenir e combater à doença.

As hemorroidas aparecem de maneira parecida com as veias que causam varizes nas pernas. O diferencial é que essas veias situadas em volta da região anal acabam se dilatando, em virtude do fluxo altíssimo de sangue, resultando em inchaços no ânus.

Ao se dilatar exageradamente, a crise da doença ocorre. Com isso, o paciente pode sentir dores horríveis e ainda sangrar. Contudo, logo que se componham as hemorroidas, em seu período de início, é muito complicado percebe-las. Até porque, elas não apresentam nenhum sinal nessa fase inicial.

Com o intuito de entender melhor sobre o assunto, é essencial conhecer as principais circunstâncias que desencadeiam a doença hemorroida. É dessa forma que se conseguirá combate-las totalmente.

É possível que a hemorroida apareça em pessoas que fazem muito esforço por meio da força física. Pessoas que trabalham com muito peso e tendem a repetir movimentos intensos, tanto no local de trabalho ou em áreas esportivas por alguma prática, são as principais vítimas das hemorroidas. Ainda, ela é comum em pessoas que permanecem em pé ou sentadas por várias horas ao dia.

Outra razão comum, de modo relativo, é que as hemorroidas estão ligadas aos fatores que correspondem a saúde do intestino. Se você tem prisão de ventre ou diarreias, é bem provável que haja uma tendência a doença. As duas condições pedem pelo esforço maior ao evacuar, deixando os tecidos da região anal irritados, e consequentemente, despertando as hemorroidas.

Hemorroida fotos

Hemorroida pomada

Existem algumas pomadas e cremes específicos, que auxiliam a passagem das fezes, constituindo elementos anestésicos e de lubrificação. São elas:

  • Proctyl
  • Proctosan
  • Xyloproct

Essas pomadas ou cremes são específicas para pessoas com hemorroidas. Mas a maioria das pessoas que possuem prisão de ventre, costumam utilizar também laxantes para que evitem a força excessiva ao evacuar. É importante lembrar, neste caso, que esta atitude deve ser temporária. Não é bom induzir o organismo, de forma contínua, ao uso de laxantes.

Outras pomadas, como a Ultraproct, são compostas por corticoides, o que auxilia na “cicatrização” da hemorroida e, ao mesmo tempo, amenizar o tecido inflamado. Porém, pomadas que sejam constituídas por corticoides não devem ser utilizadas por mais de uma semana, seguida, porque elas podem atrofiar as mucosas anais, facilitando, assim, o surgimento de outros tecidos feridos.

A sensação de alívio adquirida com cremes ou pomadas é somente temporária. É importante ressaltar que nenhum medicamento deve ser utilizado sem orientação médica.

Alguns supositórios com elementos corticoides (existe uma versão supositório da Ultraproct) são outra forma válida de uso em casos de dores muito intensas ou ainda comichões. Mas não pode, em hipótese alguma, esquecer que este tratamento não pode ser utilizado por mais de sete dias.
Entre os medicamentos, em opções orais, para hemorroidas, o que consegue ter uma resolução melhor do problema é o Daflon. Mesmo assim, ele não consegue tratar a doença, apenas amenizar os sintomas. Medicamentos como Varicell, por exemplo, não possuem um resultado eficaz comprovado.

Geralmente, os pacientes vão atrás de cremes e pomadas para tratar o incômodo, quando, de fato, um simples banho de assento e modificações na alimentação já podem ser muito eficazes, com um valor bem mais em conta e menores riscos de efeitos colaterais.

Alguns exemplos ótimos de cremes e pomadas para hemorroidas são:

  • Hemovirtus
  • Imescard
  • Proctosan
  • Proctyl
  • Ultraproct

Todas elas são escolhas profissionais. Há, ainda, algumas pomadas que conseguem agir nos vasos sanguíneos e funcionam como antibióticos, anti-inflamatórios, e ainda conseguem cicatrizar e hidratar a região.

  • Nebacetin – é uma pomada com função antibiótica usada no tratamento das doenças hemorroidária externas, constituída por Neomicina e Bacitracina, que promovem o tratamento de feridas da pele e mucosas, inibindo as infecções e auxiliando na cicatrização da pele.
  • Bepantol Derma – é uma pomada que cicatriza e hidrata, utilizada para o tratamento da doença hemorroidária externa, que é composta por vitamina B5 (Dexpantenol), que se responsabiliza pela nutrição e fortalecimento da pele, como um estímulo a sua composição e regeneração, naturalmente.
  • Proctosan – é uma pomada de efeito analgésico e antiinflamatório, usada para tratar e prevenir as hemorroidas externas, causando um alívio da dor, dos tecidos inflamados, ardências e inchaços.
  • Proctyl – é uma pomada que atua como um anestésico e lubrificante, que pode ter utilização no tratamento das doenças hemorroidárias internas ou externas, amenizando a dor e a inflamação, contraindo os vasos de sangue, e estancando sangramentos.

O uso da pomada para alívio das hemorroidas deve ser estipulado em quantidades pequenas, entre 2 a 3 vezes ao dia, ou conforme a indicação de um profissional. É indicado para a utilização após o ato de evacuar e, também, posteriormente a lavagem da região do ânus, com água e sabão. O tempo para tratar as hemorroidas deve ser avaliado pelo profissional da saúde, de acordo com o tipo (internas ou externas).
Para tratar a hemorroida externa, deve-se aplicar a pomada na região anal exterior, massageando de leve, até que a pomada seja absorvida completamente. Ao passo que, em relação a hemorroida interna, a pomada deve ser aplicada com o auxílio de um aplicador em bisnaga, introduzindo o medicamento dentro da região anal. Após introduzir o remédio, a bisnaga aplicadora deve ser higienizada com água e sabão.
Hemorroida tratamento caseiro

Ao longo das crises, o procedimento dos banhos de assento em água morna, deve ser realizado entre duas a três vezes diárias. Esse processo pode aliviar muito os sintomas mais intensos. Nas grávidas, por exemplo, há a sugestão de compressas úmidas mornas.

Em situação de muita dor, compressas bem geladas também podem aliviar o sintoma. Cuide para não induzir queimaduras pelo frio na parte anal.

É importante, também, higienizar a região anal com papel higiênico, preferindo bidê ou jatos de água em temperatura morna. Ao limpar a região anal, não se pode esfrega-lo.

Tente evitar o tempo prolongado sentado no vaso sanitário, e não segure as fezes: vá ao banheiro logo que sentir vontade de evacuar.

Outro fator relevante é não coçar a região anal, pois há grande possibilidade de acabar causando mais feridas e partes lesionadas. Utilize roupas mais largas, preferindo as de algodão, pois são frescas e ainda reduzem a umidade.

As dicas de alimentação para aqueles que têm hemorroidas são as seguintes, que devem ser anotadas e seguidas à risca:

  • Beba muita água – o líquido consegue umedecer as fezes, e assim reduzindo a constipação e o atrito que causa a passagem das fezes no reto e ânus.
  • Consuma muitas fibras – isto, de fato, é um dos melhores resultados comprovados para tratar as hemorroidas. É possível notar a diferença em duas semanas da dieta renovada.
  • Utilize suplementos à base de metilcelulose ou psyllium.

Cuidado: utilizar as fibras para o tratamento da doença hemorroidária não cura a doença, mas auxilia muito o alívio da hemorroida e de seus sintomas, e ainda mantem o controle da situação. Recomenda-se, também, evitar a ingestão de comidas picantes. Entretanto, não há comprovação de que pimenta e afins promovam o agravamento da doença.

Remédios naturais para hemorroidas

Banhos de assento

Esses banhos são maneiras naturais de tratar várias doenças, incluindo hemorroidas e prisão de ventre. Para isso é preciso de uma bacia ou banheira, e uma esponja. Deixe a região, em questão, molhar por, no mínimo, dez minutos. A água não deve ser gelada, mas fria. Além disso, mantenha o restante do corpo aquecido.

Calêndula

Esta é uma planta medicinal, usada, de forma geral, para o curativo de feridas e queimaduras, em virtude de sua funcionalidade calmante, que reduz infecção, bactérias, inflamações, e ainda desinfeta e cicatriza. Também pode ser utilizada em banhos de assento para tratar hemorroidas com misturas frias de calêndula.

Dica: encha duas colheres com flores de calêndula secas em dois copos com água e deixe que o chá ferva por cinco minutos. Este chá deve esfriar por completo antes de ser levado ao banho de assento, que deve ser em temperatura fria, mas não gelada.

Folhas de amora-silvestre

A recomendação é o preparo de compressa com folhas de amora para ser colocada sobre a região afetada. Leve, por 30 segundos, em água fervente, 50g de folhas frescas da amora, em 50ml de água. Faça o processo de coar e depois pique, de forma fina, as folhas. Produza a compressa com as folhas, derramando-as em um pano higienizado e aplique-a nas áreas doloridas, e deixe que a ação dure por 20 minutos.

Mirtilo

Mirtilos são proteções para o coração e a circulação sanguínea. Quando o problema é relacionado a corrente do sangue, o uso dos mirtilos podem ser maiores, a fim de auxiliar no tratamento da doença hemorroidária, assim como os de varizes, cólicas e outros quaisquer mal circulatórios que são intensos, de forma geral, nas épocas do verão.

Planta Cavalinha

O chá de cavalinha age de maneira muito eficaz no tratamento de hemorroidas. Para realizar a infusão, utilize 5g da planta para cada 100ml de água, é o melhor remédio para a higienização da região anal, porque tem ação anti-inflamatória na hemorroida.

Linhaça

A ingestão das sementes de linhaça, de forma regular, é considerada um medicamento natural que favorece muito os fatores preventivos do problema com hemorroidas. As sementes trazem benefícios para a flora intestinal, auxiliando muito na prisão de ventre. Auxiliam a manter os elementos fecais mais “moles”, tornando o processo de evacuação muito menos doloroso.

Sementes de Psyllium

Plantago psyllium, ou apenas Psullium é uma fibra de origem mediterrânea e do Oriente Médio. Quando as sementes entram em contato com a água, há a produção de mucilagem que auxilia a estabilidade intestinal e colabora para uma evacuação menos dificultosa.

Extrato de Cassis

O cassis é conhecido como groselha-negra, e é um medicamente natural destacável para uma circulação mais benéfica, principalmente quando ao assunto é hemorroida. Age de forma colaborativa em relação a circulação e aos vasos capilares frágeis. O extrato de Cassis auxilia no alívio de diversas doenças de circulação sanguínea, e pode ser adquirido em capsulas de óleo de groselha-negra.

Planta Cipreste

A planta cipreste é conhecida por sua fonte de polifenóis e flavonoides. Esses elementos têm ação anti-inflamatória e vasoconstritora nos momentos de crises hemorroidárias. O cipreste é utilizado em casos mais pesados e intensos da doença.

Argila Verde

Outra dica de tratamento caseiro para hemorroidas corresponde a argila verde. Ao fazer compressas de argila, é importante misturá-la com água fria para que o aspecto da compressa seja um creme. A compressa pode ser feita com o auxílio de gaze.

Chá de Castanha-da-Índia

A indicação da castanha-da-Índia é para tratar a má circulação como os casos de varizes, cólicas de menstruação, a hemorroida, e diversas inflamações da pele, como inchaço e dor nas pernas.

Chá de Alecrim

Além do tratamento das hemorroidas, o chá de alecrim também é usado para a diminuição dos sintomas da TPM, para o tratamento de gripes e resfriados e ainda o alívio de aftas e dores do músculo.

Chá de Sabugueiro para banho de assento

O chá de sabugueiro auxilia no tratamento de gripes e resfriados, rinites, alguns machucados, ácido úrico acumulado, problemas de rins, as hemorroidas, queimaduras e ainda doenças reumáticas.

Hamamélis para banho de assento

Além do tratamento da hemorroida, a hamamélis também consegue atuar em diversas outras adversidades que envolvem a circulação do sangue.

Chá de Camomila para o uso de compressas

O chá de Camomila promove a redução da inflamação das hemorroidas, sendo que a camomila age contra a pele irritada, e ainda problemas mais graves como insônia, o sistema nervoso e a ansiedade.
Além das infusões, os alimentos são extremamente relevantes para o tratamento natural das hemorroidas, evitando o consumo de produtos picantes e industrializados. Esses alimentos são acrescidos de aditivos que promovem a irritação intestinal.

Gel de Aloe Vera

O gel da aloe vera (babosa) se encontra em diversos estabelecimentos, inclusive farmácias, e também pode ser coletado nas folhas da babosa. A planta aloe vera tem substâncias anti-inflamatórias, comprovadamente eficazes ao tratar infecções inflamatórias da pele. Para as hemorroidas é importante saber que é utilizada apenas a seiva pura da planta.

Obs: existem pessoas com alergia a aloe vera, principalmente as que têm alergia do alho ou da cebola. Uma maneira de descobrir se você é alérgico a aloe vera é aplicando uma quantidade pequena de aloe vera no antebraço e aguardar de 24h a 48h, verificando se há alguma reação. Caso não exista, a utilização do gel da planta é segura.

Lenços umedecidos

Utilizar o papel higiênico, posteriormente a evacuação pode acarretar ainda mais o estado das hemorroidas.
Ao invés disso, faça a limpeza com lenços umedecidos, que não prejudicam ou irritam a região em questão.

Para o aumento do contato suave, pode-se fazer o uso a lenços com calmantes, eles são compostos por substâncias anti-hemorroidas, como hamamélis ou aloe vera. Verifique se os lenços adquiridos não contêm álcool, ou elementos que irritam ou agravem os sinais das hemorroidas.

Compressas frias

A aplicação de compressas frias ou com gelo no canal anal, ao longo de 15min a 1h podem promover o alívio do inchaço. Esta pode ser um tratamento muito eficaz para as hemorroidas maiores e de dores intensas. Mantenha o gelo enrolado num pano ou papel toalha, sem aplicar o gelo direto na pele.

Roupas de algodão folgadas

Substituir os vestuários apertados, produzidos em poliéster, por roupas de algodão que permitam a respiração do corpo, podem auxiliar a manter a região do ânus limpo e seco. Essa prática diminui, de forma significativa, os sintomas que provocam as hemorroidas. Não utilize sabonetes com perfume ou amaciantes.

Hemorroida, como tratar?

Todas as hemorroidas são curáveis, e, para isso, é preciso uma dieta balanceada e com muita saúde. Os alimentos corretos, sem álcool, chás, tabaco e cafés, com o consumo de fibras e muita água fazem com que o intestino funcione muito melhor.

Ainda que com uma frequência menor, é relevante que, em determinadas situações, as hemorroidas também possam surgir, conforme razões genéticas. De todo o modo, há ações para tratamentos e a eliminação permanente da doença.

O modo mais simples é por meio de pomadas e remédios conseguidos em farmácias convencionais, que permitem aliviar os sintomas temporariamente. Contudo, isto não é uma solução de longo período, já que não pode eliminar o problema das hemorroidas de maneira efetiva.

O fato é que a hemorroida só é curada a partir de modificações saudáveis procedidas em nossos hábitos de alimentação, tratando a razão exata dos sintomas da hemorroida, de modo a finalizá-la e prevenir outras.

Sintomas de hemorroida

Dentre vários sintomas da doença hemorroidária, estão aqui os mais comum. São eles:
Sangue vermelho forte em volta das fezes ou no papel higiênico após a higienização;

Prurido anal;
Dificuldade para evacuar;
Eliminação de um líquido branco pelo canal anal, geralmente, em caso de hemorroidas internas;
Dor no ânus que pode aparecer no processo de evacuação, ao caminhar, sentar, ou ainda, principalmente, em casos de hemorroida externa. Neste caso, também há uma protuberância escapando no canal anal.

Hemorroida externa

As hemorroidas externas são veias caracterizadas pela dilatação que sai do canal anal, resultado de esforço muito intenso ao evacuar, ou ainda pela prisão de ventre crônica, que destacam os sintomas de:

Dor na região do ânus que tende a piorar na evacuação ou ao sentar;
Prurido na região anal;
Palpação de nódulos ou papos no canal do ânus;

Em grande parte das crises, as hemorroidas externas começam a sangrar em razão do traumatismo da veia, em momento da passagem das fezes ou ao fazer a higienização com o papel higiênico. Dessa forma, o melhor a ser feito é a lavagem do canal de evacuação, utilizando a água e sabão, para reduzir os sintomas e ainda poder atingir a cura, de forma mais rápida.

Para tratar as hemorroidas externas a indicação deve partir de um profissional da medicina. Normalmente, ele irá receitas pomadas, como já mencionado aqui, que podem ser adquiridas em farmácias ou drogarias, acompanhadas de medicamentos analgésicos e anti-inflamatórios para o alívio da dor e da inflamação. Além disso, também são receitados os banhos de assento.

Outro motivo convencional de se ter hemorroidas externas é a gravidez, mas também são resultados de esforço com excesso nas evacuações, prisão de ventre crônica, infecções no canal anal, excesso de tempo em mesma posição, etc. Ainda, outro fator que implica na doença é a idade. Quanto mais madura a pessoa, maior a chance do surgimento da doença.

Hemorroida inflamada

Logo, quando uma hemorroida interna inflama, os inchaços podem aparecer, o que, de fato, não dói. Logo, quando se está evacuando fezes muito duras, o revestimento fino da hemorroida por ficar raspado, fazendo sangrar, mas sem dor.

Contudo, a hemorroida com inchaço pode ainda gerar espasmos musculares que ficam em volta do canal anal, promovendo a dor, ainda mais se elas forem saltadas por meio do ânus. Qualquer nódulo hemorroidário consegue ser apalpado na beira do ânus. Hemorroidas internas também são formadores de coágulos, causando uma dor extremamente intensa.

A inflamação da hemorroida pode soltar um muco, causador de inflamação da pele em volta do canal anal, queimando e causando prurido. Porém, há outras razões de prurido, incluindo a levedura e outras infecções de pele e ainda alguns parasitas.

Outros fatores que não devem ser ignorados, quando há sangue nas fezes, e levados em consideração, são os sinais de câncer de colo, por exemplo, ou ainda câncer do ânus.

Hemorroidas externas têm um comportamento diferente, uma vez que são destacadas pela regularidade da pele, que possui fibras de dor. A hemorroida externa com coágulos acontece ao passo que uma veia subjacente dentro da hemorroida forma um coágulo, destacando uma dor muito grande ao esticar rapidamente a pele que dava cobertura a hemorroida.

Medicamento para hemorroida

Dentre as pomadas e remédios citados, os melhores medicamentos são, com certeza, os seguintes:

Dietas ricas em fibras, para a contribuição de um funcionamento intestinal satisfatório e evacuação mais fácil;
Ingerir muito líquido durante o dia, para a regulação da funcionalidade intestinal;
Praticar exercícios físicos como caminhadas e afins, menos as que envolvem ciclismos ou equitações, porque podem piorar o quadro da doença;
Diminuir o quantitativo de tempo que permanece sentado ou deitado. Dentre essas posições, a parte muscular dos glúteos enfraquecem, facilitando o aparecimento das hemorroidas;
Consultar um profissional, o mais rápido possível, para uma avaliação do estágio da doença e melhor identificação do tratamento a ser realizado;
Manter os cuidados assíduos, para a obtenção de ótimos resultados prolongados;

Lembre-se: a hemorroida tem cura, mas as razões da doença só podem ter o combate quando há disposição de modificar a alimentação e seu modo de vida, iniciando um tratamento que se baseie em medicamentos naturais.
Escolher alternativas que evitem os corticoides.

Recomendados Para Você:

1 comentário
  1. Eduardo Diz

    É, esse é um caso delicado.
    Creio que seja muito ruim ter esse tipo de doença, tenho parentes que já sofreram, e quando é grave, é realmente complicado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.