Envelhecimento com qualidade de vida

4 25.885

É possível envelhecer com qualidade de vida? Sim, é possível! E não precisamos nos esforçar muito para que isso aconteça. A qualidade de vida é um termo multidimensional, que é quantificado de forma subjetiva, cada um a qualifica de acordo com aquilo que acha mais relevante para o seu bem-estar.

Para que se obtenha qualidade de vida na terceira idade, é importante considerar diversos fatores: bem-estar físico e psicológico, nível de independência, relações sociais, ambiente de trabalho e lazer, religiosidade, entre outros. De modo geral envelhecer com qualidade significa estar satisfeito com a vida atual e ter expectativas positivas em relação ao futuro.

Em vista disso, uma boa qualidade de vida é possível também na vida madura, mas é válido lembrar que quem mantém um padrão de boa qualidade de vida durante o ciclo de vida tem uma probabilidade maior de perceber uma qualidade de vida melhor na terceira idade.

Estudos consideram ser comum uma queda na percepção de qualidade de vida após a aposentadoria, por conta da interrupção das atividades físicas, mentais e intelectuais. Desta forma, é necessário que exista uma organização para os anos da velhice, quando ainda se está em plena atividade, a fim de reduzir o impacto causado pela inatividade.

É fundamental mantermos um equilíbrio entre as potencialidades e as limitações, que são inevitáveis do processo de envelhecimento. É comum os idosos serem acometidos por doenças crônicas específicas da idade, porém a qualidade de vida pode ser mantida com criatividade e lazer, sem dispensar os cuidados com a saúde.

Leia Também:

       

É importante lembrar que quem entra na terceira idade possui necessidades fundamentalmente iguais a de outros grupos etários, tais como: segurança física, financeira e emocional. O afeto, simpatia, amor e reconhecimento social são básicos para a percepção da autoestima. Desta forma, a necessidade de amor e afeto deve ser considerada como indicador de qualidade de vida.

O principal fator determinante de um alto nível de qualidade de vida parece ser um convívio social positivo, próximo e estável. O lazer associado a atividades físicas e mentais estão diretamente relacionadas ao favorecimento da qualidade de vida. Além disso, o engajamento em atividades intelectuais é apontado como fator de prevenção contra declínios cognitivos da idade.

Todos podem envelhecer com qualidade, a receita é simples: cultive seus amigos e familiares, faça atividade física regularmente, cuide da sua saúde, estimule sua memória e preze sempre por sua felicidade!

Texto por: Mariana Almeida – Gerontóloga pela UFSCar, Vice Diretora Financeira daAssociação Brasileira de Gerontologia.

 

COMENTE COM OS AMIGOS DO SITE: Use a caixa de comentários abaixo para trocar idéias com os leitores do site. Muitas pessoas podem interagir com você.

 

       
4 Comentários
  1. geridoc Diz

    Parabéns pelo artigo. Muito bom! No entanto, deixo algumas questões à autora e à equipa, espero que não tenha problema:

    – Estará a sociedade pronta para o aumento da esperança média de vida? As pessoas estão cada vez mais focadas na sua carreira e a cultura de “tomar conta dos pais” já não existe. O que acontecerá aos familiares com dependência face ao crescimento dos custos de saúde e como responderá o estado a pessoas com necessidade de cuidados continuados?

    – A qualidade de vida está associada, em larga parte, a cuidados terapêuticos e administração de farmacologia, além de todos os outros fatores sociais, psicossociais, etc. Como vê o desenvolvimento dos cuidados de saúde na terceira idade e o acesso dificultado devido ao crescimento dos custos dos mesmos?

    Parabenizo o website, acho que faz falta mais espaços para discutir problemáticas crescentes relacionadas com o envelhecimento.

    Obrigado!

    1. Nilton Nunes Diz

      Muito bem observado! Hoje vemos o abandono por parte do próprio familiar que deixa seu pai ou mãe em asilos, por falta de paciência com os mesmos, sabendo que os mesmo fizeram das tripas coração, para dar uma boa qualidade de vida para eles, os mesmos não o fazem com estes! Que pena, espero que seu filhos não lhes contribuam com a mesma moeda!!!

  2. Amadeu Gomes Diz

    Ola tudo bem.
    Hoje em dia envelhecer com qualidade de vida não é mais um mito pois existem muitas pessoas vividas com mais de 65 anos que tem saúde de ferro, as pessoas mais velhas estão se conscientizando cada vez mais sobre envelhecer com saúde, exercícios físicos boa alimentação e muito mais…
    Estamos em um tempo que a verdadeira velhice só chega apos os 80 anos de idade.

  3. HEnrique Moreira Diz

    Já nota-se que a população em modos gerais, não apenas no Brasil ou Portugal, mas praticamente em todo o mundo, estão a viver mais, a expectativa de vida aumenta, mas a qualidade de vida piora, serviços públicos de saúde não acompanham o desenvolvimento da população idosa à mesma altura, e falham, a impressão que tenho é, qualidade de vida vem sempre atrelada à condições financeiras, uma vez que aí sim, pode-se viver melhor para as necessidades que a ‘velhice’ condiciona.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.