Dicas de entretenimento

1

Quem foi que disse que ao chegar à terceira idade as pessoas preferem ficar reclusas em casa? O fato é que, essa hipótese nem sequer é cogitada por muitos idosos. Após o encerramento das obrigações trabalhistas, a maioria deles aproveita para usufruir a aposentadoria com diferentes maneiras de entretenimento e descontração. Essa busca por uma rotina mais divertida, não se resume apenas a atividades como partidas de dominó, jogos de tabuleiro, baralho, caça palavras, bordado, tricô e crochê. Nos dias atuais, quem passou dos sessenta anos procura alternativas de entretenimento que variam desde a visitação de museus ou à realização de uma viagem nacional ou internacional. Selecionamos algumas opções de lazer indicadas para quem tem mais de sessenta anos:

Cinemas, teatros e concertos
Independente do gênero do filme ou da peça teatral, ambos são opções para quebrar a rotina e, obviamente, se distrair. Por meio dos filmes, por exemplo, é possível compreender problemas que se passam na vida real, assim aumenta a capacidade de refletir e encontrar soluções. Já para quem adora música clássica, os concertos são boas indicações e ajudam a relaxar o corpo e a mente. Em qualquer uma dessas atividades culturais, pessoas acima de sessenta anos têm direito a desconto de 50% conforme assegura o Estatuto do Idoso. Para pagar meia-entrada, basta apresentar o documento de identidade no ato da compra. Leia Também:

       

Viagens
Para quem pensa que viajar é apenas uma forma para descansar, está enganado. Além de ser uma oportunidade para conhecer novos lugares, culturas e pessoas diferentes, estudos apontam que as viagens são muito benéficas para a saúde do corpo e da mente, pois proporcionam sensações de prazer e relaxamento. Aliás, no sistema de transporte coletivo interestadual, as empresas oferecem duas vagas gratuitas para quem é maior de sessenta anos e que recebe até dois salários mínimos. Dança Sabemos que dançar é um modo divertido e prazeroso de evitar o sedentarismo em qualquer idade. Para idosos, a prática pode trazer ainda mais benefícios à saúde. Isto porque, ela melhora o condicionamento aeróbico, proporciona maior flexibilidade do corpo e aumenta a resistência física. Aliás, assim como em outras atividades físicas, o cérebro libera uma substância denominada serotonina que traz sensação de alívio e melhora o humor.

Leitura
Uma das melhores maneiras de obter o relaxamento é por meio da leitura. O hábito ajuda na atividade cerebral melhorando a capacidade da memória e contribuindo para um aumento da atenção. Além de estimular o lado lúdico, quem lê aprende a compreender melhor as doenças crônicas e o que acontece ao seu redor e, por consequência, adquire a minimização de distúrbios da memória. Especialistas em sono indicam que essa prática deve ser adquirida também por pessoas que sofrem de insônia. Isto porque a leitura no período da noite ajuda a reduzir a atividade cerebral, melhorando o sono.

Você pode compartilhar conosco, qual destas atividades você se identifica mais?  

COMENTE COM OS AMIGOS DO SITE: Use a caixa de comentários abaixo para trocar idéias com os leitores do site. Muitas pessoas podem interagir com você.

       
1 comentário
  1. Silvana Diz

    Minha tem 88 anos, é lúcida, não gosta de sair, o que podemos fazer durante o dia p ela se distrair? Fora baralho e exercícios físicos. Grata

    1. clicia Diz

      Você pode sugerir que ela participe de grupos de voluntários, pois ajudar a outras pessoas sempre traz benefícios ao que cuida de alguém ou até mesmo leva-la ao cinema.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.