Cuidar dos netos ajuda a manter a mente ativa

0

Ser vovó é ser mãe duas vezes… Quem nunca ouviu essa frase sair da boca de alguém? Tornar-se avó é um passo importante na vida de toda pessoa, pois é um momento de descobertas diariamente tanto para ela quanto para os netinhos.

E essa relação só tem benefícios para ambos os lados. Estudos indicam que auxilia no desenvolvimento da criança, melhora o seu comportamento e ainda ajuda na educação. Já para o idoso, você sabia que esse relacionamento mantém a mente mais ativa?

É isso mesmo que você acabou de ler. Uma pesquisa publicada no jornal The North American Menopause Society descreve que aqueles que cuidam de seus netos apresentam uma maior probabilidade de manter-se tanto fisicamente como mentalmente mais ativos.

Dessa forma, mulheres mais velhas acabam tendo uma melhora na função cognitiva e, consequentemente, uma redução dos riscos delas desenvolverem demência, sendo que está, posteriormente, traria resultados negativos para a sua saúde e emocional.

Leia Também:

       

Mas é importante resaltar que o cuidado com os netos deve ser ponderado, pois pode ser prejudicial. O estudo aponta que avós que cuidam cinco dias por semana dos netos apresentaram menor velocidade de processamento mental. Diferentemente das que ficavam apenas uma vez por dia que tinham uma maior capacidade de raciocínio.

Como fazer o relacionamento funcionar bem?

Para que a convivência seja boa para pais, filhos e avós é importante estabelecer um diálogo com o objetivo de discutir seus planos e expectativas. Nesse momento deve-se deixar claro sobre a importância de evitar preconceitos entre as diferentes gerações. Ou seja, aprender a ouvir e respeitar uns aos outros. Lembrando que as necessidades da criança devem estar em primeiro lugar.

Outras dicas:

– Evite competir o amor da criança com a mãe;
– Não faça críticas aos pais pela falta de limites da criança;
– Ligue e faça visitas às crianças para estreitar a relação;
– Não seja apenas doce. Avó também serve para impor alguns limites;
– Nunca desautorize os pais da criança.

Anotou as nossas dicas? Compartilhe abaixo alguma experiência sua com seus netos!

 

 

 

 

       

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.