Como saber se estou grávida? Guia Completo!!

0 1.255

No decorrer deste artigo você vai aprender a como saber se está grávida. Vai entender também alguns detalhes que são importantes para quem quer evitar ou quer consumar uma gestação. Vamos lá!

Como ocorre a gravidez?

A maioria das pessoas pensa que basta um espermatozoide e um óvulo para que haja a concepção de um feto. Se por um lado essa afirmativa está correta, por outro ela é uma maneira muito simplista de ver o fenômeno da concepção.

A final de contas, o que é um óvulo?

Óvulo é o nome dado ao gameta feminino, ou melhor, “a célula” que o organismo feminino usa para fins de reprodução.

Quando uma menina nasce ela tem um determinado número de óvulos que vão acompanhá-la durante toda a sua vida. Além disso, é importante saber que a maioria dos óvulos produzidos no corpo de uma menina/mulher é eliminada por seu próprio organismo antes mesmo dela nascer.

Alguns estudos apontam que no meio da gestação, um típico feto feminino possui cerca de seis milhões de óvulos e que esse número tende a cair a partir de então. Parece que até a época do nascimento, as meninas tendem a perder em torno de 80% do número de óvulos que elas tinham entre a décima sexta e a vigésima semana de vida intrauterina.

Outros estudos mostram que enquanto algumas mulheres tendem a ter uma reserva de mais de dois milhões de óvulos outras apresentam apenas cerca de 40 mil óvulos ao nascer. E é isso que diferencia mulheres que entram na menopausa de forma mais precoce ou tardiamente — sendo a menopausa a interrupção dos ciclos hormonais dos ovários que gera a parada natural dos ciclos menstruais.

Saiba mais sobre os sintomas da menopausa clicando aqui.

Ainda de acordo com o último estudo científico citado, a maioria das mulheres apresenta em torno de 300 mil óvulos por ovário ao nascerem. Estas tendem a atingir a menopausa em torno dos seus 50 anos — idade que é considerada normal.

Ocorre que, para conseguir engravidar, uma mulher deve ovular, ou seja, deve ter pelo menos um óvulo maduro sendo liberado por um de seus ovários. Normalmente, em uma mulher saudável, são liberados um a dois óvulos por mês.

O amadurecimento do óvulos é um fenômeno gerido por hormônios. Estrógeno e progesterona são importantes para isso e qualquer desequilíbrio em seus índices pode dificultar ou até mesmo impedir o amadurecimento dos óvulos.

Nota: se você é uma “tentante” — termo que denomina uma pessoa que tenta engravidar; precisa estar atenta aos níveis desses hormônios em seu organismo.

O ovário cria uma espécie de membrana — chamada de folículo; que protege o óvulo durante o seu amadurecimento, e que quando rompida, o libera em sua forma amadurecida.

No período em que o óvulo maduro é liberado do folículo é quando ocorre a maior probabilidade dele ser fecundado caso entre em contato com um espermatozoide viável.

Essa liberação geralmente ocorre de 11 a 17 dias após o início da menstruação — isso em se tratando de um ciclo regular de 28 dias. Esse é o chamado período fértil da mulher, ou melhor, o período no qual a probabilidade de engravidar aumenta significativamente.

Mulheres que apresentem ciclo menstrual maior ou irregular tendem a ter um período fértil levemente diferente. Inclusive, alguns estudos apontam que o período fértil pode variar de um ciclo para o outro, dentro da mesma mulher.

Depois que o óvulo é liberado por um dos ovários, ele é levado por movimentos ciliares até as trompas de Falópio. Lá, quando ocorre o contato com algum espermatozoide viável é que pode haver a fecundação desse óvulo — o que, se tudo der certo, dará origem ao feto.

O que são os espermatozoides?

A gente pode pensar no espermatozoide como a célula reprodutiva, ou melhor, o gameta masculino. No entanto, mais uma vez, essa visão seria muito simplista. O espermatozoide é uma célula que demora cerca de 70 dias para amadurecer a ponto de conseguir ser expelido junto com o sêmen, migrar da vagina da mulher até as trompas de Falópio, e eventualmente, fecundar um óvulo.

Espermatozoide fecunda um óvulo e inicia gravidez
A gravidez inicia com a fecundação de um óvulo por um espermatozoide.

Com isso você já deve ter percebido  a enorme complexidade do ciclo reprodutivo humano, não é mesmo?

Pois é, e todas as etapas de amadurecimento do espermatozoide são importantes para garantir sua viabilidade e seu “sucesso reprodutivo”.

A produção de espermatozoides também é chamada de espermatogênese. Acredita-se que um organismo saudável possa produzir cerca de 150 milhões de células espermáticas imaturas ao dia. No entanto, ao longo do processo de amadurecimento muitas dessas células são perdidas.

Ao final do processo as células amadurecem e podem então ser chamadas de espermatozoides. Contudo, nesse momento, elas ainda não conseguem se locomover sozinhas.

Um espermatozoide maduro adquire tal habilidade depois de passar cerca de 20 horas no epidídimo — que é como se fosse uma câmara onde os espermatozoides encontram condições químicas que favorecem a movimentação de seus flagelos.

Depois de adquirirem tal motilidade, eles migram pelo ducto deferente e permanecem armazenados na vesícula seminal até que ocorra o momento da ejaculação.

O principal hormônio que atua na reprodução humana masculina é a testosterona, que é produzida nos testículos. Ela atua principalmente no processo de amadurecimento das células espermáticas.

Ao contrário do que ocorre com os gametas femininos — que se encontram completamente formados no momento do nascimento da menina, o homem é capaz de produzir espermatozoides de forma ininterrupta e, ao menos em teoria, por todos os dias de sua vida.

Interessantemente, alguns estudos apontam que quando ocorre o coito cerca de 400 de milhões de espermatozoides são inseridos na vagina. No entanto, alguns estudiosos afirmam que apenas 0,0001% destes (cerca de 400) conseguem alcançar as trompas de Falópio, onde de fato ocorre a fecundação.

Caso o homem tenha interesse em engravidar uma mulher, é interessante fazer um check-up que verifique os índices dos hormônios usados na reprodução, além de um espermograma para saber características como motilidade e viabilidade de seus espermatozoides.

O que faz o feto ser menina ou menino?

É consenso entre os cientistas que o gameta sexual feminino tem um tipo apenas de cromossomo sexual — sendo este do tipo X. Já os espermatozoides podem ter dois diferentes tipos de cromossomos sexuais: o X e o Y.

Caso ocorra a fecundação com um gameta masculino contendo o cromossomo X isso vai gerar um feto com características femininas. Se, ao contrário, o gameta masculino apresentar um cromossomo do tipo Y, o feto gerado terá características masculinas.

Com isso, vocês podem perceber que quem define o sexo do feto é o homem, e não a mulher.

Como saber se está grávida: teste caseiro

Cerca de 5 dias após a fecundação do óvulo, o embrião em formação chega à parede intrauterina e se aloja. E é a partir desse momento que a gonadotrofina coriônica humana — ou BhCG; é sintetizada pelo grupo de células que origina a placenta. Trata-se de um hormônio que é fundamental para o correto desenvolvimento da gestação.

O exame de sangue feito em laboratórios de análises clínicas para diagnosticar uma gravidez é aquele que mede o hormônio BhCG. Por outro lado, existem relatos de alguns testes de gravidez feitos com ingredientes caseiros. De fato, há diversas informações e passo-a-passos facilmente acessíveis na internet, sobre tais testes. Temos, por exemplo:

  • teste da fervura de urina;
  • teste do vinagre;
  • teste do cotonete;
  • teste do cloro ou água sanitária;
  • teste da coca cola;
  • teste da pasta de dente (tem que ser a branca);
  • teste marroquino da agulha.

Clique aqui para saber mais sobre testes caseiros de gravidez.

No entanto, tais testes não possuem eficácia cientificamente comprovada. Recomenda-se que, se for o caso, a mulher aplique-os de forma cuidadosa, de modo a evitar falsas esperanças, ou até mesmo um falso alarde.

Por outro lado, existem testes que possuem eficácia cientificamente comprovada e que podem ser comprados em qualquer farmácia e serem aplicados em casa.

Esses testes são feitos com uma pequena amostra de urina e várias pesquisas apontam que eles são bastante seguros para detectar o hormônio BhCG, rendendo uma confiança superior a 99% de que o resultado esteja correto.

Teste de gravidez de farmácia é super confiável
Teste de gravidez vendido em farmácias: duas listras indicam a presença do hormônio BhCG, ou seja, apontam a gravidez.

De fato, nos Estados Unidos as mulheres não costumam fazer exames de sangue para detectar gravidez — o exame que elas fazem é justamente esse de urina que é vendido nas farmácias. Essa afirmativa acaba nos dando a clara noção da alta confiabilidade desses testes.

Existem testes de urina dos mais variados valores, inclusive os que custam menos de R$ 10, sendo, com isso, bastante acessíveis a qualquer camada da população.

Como saber se está grávida nos primeiros dias?

Os primeiros sintomas da gravidez podem aparecer antes mesmo do atraso menstrual. Entretanto, eles são tão sutis que acaba sendo muito difícil detectá-los. Com isso, a mulher ou tentante deve estar muito atenta às mudanças mais discretas do seu organismo, a ponto de conseguir saber se está grávida antes do atraso menstrual ou na primeira semana de gestação.

Os principais sinais e sintomas relatados com menos de quatro semanas de gestação são:

  • fadiga;
  • corrimento vaginal de coloração rosada ou marrom;
  • sonolência acentuada;
  • náuseas e vômitos;
  • excesso de sensibilidade e inchaço nas mamas;
  • maior oleosidade na pele;
  • variações de humor;
  • cólicas às vezes acompanhadas de inchaço abdominal;
  • vontade de urinar com maior frequência;
  • aversão a alguns odores;
  • constipação;
  • tonturas;
  • dores de cabeça.

Por outro lado, também não existe uma regra em relação aos sinais e sintomas apresentados. Algumas mulheres podem apresentar todos os sintomas que foram relatados acima, já outras, podem não sentir absolutamente nada.

Como saber se estou grávida pela barriga?

A gestação é provavelmente a única época da vida de uma mulher em que ela deseja ostentar uma barriga avantajada. Mas é claro, isso em se tratando de uma gestação desejada e/ou planejada.

Mas começar a notar diferenças no formato ou aspecto da barriga de uma grávida, de fato, pode demorar algum tempo. Existem alguns fatores que influenciam diretamente nisso, como, por exemplo:

       
  • se a mulher apresenta cintura larga ou obesidade;
  • se pratica exercícios físicos;
  • se é uma gestação primária ou secundária.

Parece que mulheres que praticam esportes ou estão na primeira gestação tendem a apresentar músculos mais tonificados, de modo que a barriga de grávida geralmente fica mais tempo escondida.

Por outro lado, as gestantes multíparas — ou seja, aquelas que já engravidaram anteriormente; geralmente apresentam alterações em sua barriga antes das gestantes primíparas — aquelas que serão mães pela primeira vez.

Ocorre que a barriga de grávida é levemente mais dura do que uma barriga que está grande por excesso de gordura.

Uma típica barriga de gravidez deve, além de se mostrar saliente, estar relacionada com sintomas da gestação. Por isso, não acredite cegamente na sua intuição que considerou apenas uns quilinhos a mais na sua barriga, caso esse sintoma não seja acompanhado de outros sinais.

Como saber se estou grávida: teste online

Em caso de dúvidas sobre uma possível gestação, você pode recorrer a um teste de gravidez online.

Se você estiver atenta aos sintomas iniciais da gestação que a gente mostrou anteriormente, o teste pode tirar a sua dúvida, confirmando ou não a chance de você positivar um teste de gravidez que usa sangue ou urina. Portanto, não vale mentir sobre os sinais e sintomas, não é mesmo!

O procedimento é simples, o teste tenta quantificar a probabilidade de você estar grávida fazendo perguntas eliminatórias que eu vou explicar para você adiante.

Você manteve relação sexual sem qualquer tipo de proteção contraceptiva no último mês?

Ainda que exista um pequeno percentual de falha dos métodos contraceptivos atuais, a chance de você engravidar adotando qualquer um desses métodos é praticamente nula.

No entanto, existe uma chance real, por exemplo, de uma camisinha estourar ou furar por conta de sua colocação incorreta. Se um contraceptivo oral não for usado da maneira recomendada ele também pode ter sua eficiência diminuída — e você deve usar o bom senso ao responder essa questão no teste online de gravidez.

Em algum momento do último ciclo você tomou uma pílula do dia seguinte?

Trata-se de um contraceptivo que deve ser usado apenas em situações de emergência. Além disso, para ter a sua eficácia atestada ele deve ser usado em até, no máximo, 72 horas após a relação sexual desprotegida — caso você o tome depois, ele pode não te proteger adequadamente.

Existem também alguns outros fatores atrelados ao uso da pílula do dia seguinte, como por exemplo: o uso constante pode implicar na diminuição da sua eficácia; sua administração pode levar a um desequilíbrio hormonal que gera como consequência, um atraso menstrual — mas este não necessariamente estaria ligado à gravidez.

Sua menstruação está atrasada por cinco dias ou mais?

Esse é o sintoma clássico da gravidez. Se você fez sexo de forma desprotegida no último mês e está com a menstruação atrasada, você tem grandes chances de estar grávida.

Contudo, a falta da menstruação pode indicar também alguns problemas hormonais que não estariam relacionados com a gestação.

Você apresentou algum corrimento vaginal de coloração rosada ou marrom?

Quando o óvulo fecundado pelo espermatozoide se implanta na parede intrauterina, essa fixação pode gerar um leve sangramento que pode, por sua vez, originar um corrimento vaginal de cor rosa ou marrom. À tal fixação dá-se o nome de nidação.

Notou alguma dor abdominal ou cólica fora de época?

Cólica fora de hora pode indicar gravidez
Cólica ou dores abdominais fora do período da menstruação podem indicar gravidez.

Em alguns casos, a ovulação e/ou a implantação do óvulo na parede intrauterina podem ocasionar dor. Por isso, cólicas ou dores abdominais fora do período menstrual podem servir como evidência indireta de uma gestação.

Percebeu suas mamas inchadas e doloridas, auréolas escurecidas e mamilos mais sensíveis do que o normal?

As alterações hormonais que ocorrem no início da gestação principalmente em se tratando dos níveis de estrogênio e progesterona no organismo das mulheres é que causam todo esse desconforto nas mamas. Eles estimulam inclusive a circulação sanguínea a se tornar mais abundante, o que acaba proporcionando a sensibilidade aumentada nas mamas.

Tais alterações mamárias associadas a outros dos sintomas já mencionados, podem servir como evidência de gravidez.

Tu tens apresentado mais cravos e espinhas do que o de costume?

Ocorre que o aumento nos índices de progesterona leva ao aumento da oleosidade natural da pele. Isso ocorre com maior frequência no rosto, costas e seios, por serem locais dotados de muitas glândulas sebáceas.

Geralmente, esse aumento do número de cravos e espinhas é maior nas primeiras semanas de gravidez e tende a diminuir posteriormente acompanhando, com isso, os níveis de progesterona ao longo da gestação.

Você está sentindo algum enjoo e/ou vontade de vomitar?

Os enjoos são sintomas tão típicos do início de uma gestação que eles são considerados como forte indicadores da gravidez.

Acredita-se que ocorram mais durante as manhãs e com alimentos ou atividades que sejam regularmente feitas pela mulher, como ao escovar os dentes, por exemplo.

Estás sentindo muito sono ou tonteira?

Muita sonolência pode sugerir gravidez
Sentir forte sonolência pode também indicar gravidez.

No início da gestação a pressão arterial das mulheres tende a declinar. Isso pode gerar sintomas como fadiga excessiva, sensação de moleza e bastante sono, além da sensação de tontura que pode ocorrer.

Você se sente incomodada com cheiros fortes?

Mais uma vez o desequilíbrio hormonal que ocorre no início da gestação é responsável por esse que é um sintoma bastante característico de gravidez. Esse desbalanço de hormônios altera bastante o olfato da gestante e por isso ocorre uma maior sensibilidade a fragrâncias e cheiros que ela lidava regularmente em sua vida.

Inclusive, após o parto essas oscilações hormonais continuam ocorrendo e são as responsáveis pela chamada depressão pós-parto.

Tem apresentado oscilações de humor?

A elevação dos níveis de progesterona e estrogênio também impacta diretamente no humor da gestante. Esse efeito é mais proeminente nas primeiras 12 semanas de gestação. No entanto, ele pode perdurar pelos 9 meses da mesma.

Alterações de humor, quando associadas a ocorrência de outros sintomas, podem indicar de forma indireta a gravidez.

Sentiu que sua temperatura corporal aumentou?

A temperatura do corpo feminino tende a se elevar levemente quando acontece a ovulação. Ocorre que, caso o óvulo liberado seja fecundado, a temperatura corpórea vai continuar aumentada. Trata-se de uma alteração sutil, mas que está diretamente relacionada a gestação, ou seja, ela sempre ocorre.

Está sentindo mais vontade de urinar do que o normal?

Sentir mais vontade de urinar do que normalmente é um dos sinais mais diretos de uma gestação. Inicialmente tal sintoma está também relacionado às alterações hormonais. À medida que as semanas de gestação vão se passando, o sintoma acaba sendo agravado pela maior pressão que o útero exerce sobre a bexiga.

Notou estar sentindo mais fome?

Uma vez que o corpo precisa nutrir o desenvolvimento do feto além do seu próprio metabolismo, é comum sentir aumento de apetite na gestação.

No entanto, não existe a necessidade de se praticar o dito popular antigo de “comer por dois”. A melhor opção, nesse caso, é ingerir sempre alimentos frescos e ricos em vitaminas, minerais e demais nutrientes que sejam importantes para o desenvolvimento de qualquer organismo. E o mais importante, coma apenas quando estiver realmente sentindo fome e não por compulsão.

Simpatia para saber o sexo do bebê

Depois de detectada a gestação, é comum que os pais fiquem curiosos para saber o sexo do bebê.

No entanto, avaliar a genitália feminina e masculina através de uma ultrassonografia convencional pode ser extremamente difícil. Inclusive podem ocorrer erros nesse sentido.

Atualmente, existe um exame laboratorial feito com sangue da gestante que é capaz de verificar a presença de células com o cromossomo sexual Y na amostra — que é aquele que dá características masculinas ao feto. Caso dê positivo para a presença de células com o cromossomo Y significa que o feto é um menino — porque nenhuma célula da mãe o apresenta; e portanto, caso dê um resultado negativo, o feto é do sexo feminino. Trata-se do exame de sexagem fetal que não precisa de pedido médico para ser solicitado, podendo ser aplicado a partir da oitava semana de gestação. Este é, sem sombra de dúvidas, o exame mais confiável para apontar o sexo do bebê.

No entanto, algumas pessoas acreditam em simpatias que prometem indicar o sexo do bebê. É importante mencionar que, assim como os testes totalmente caseiros para detecção da gravidez, essas simpatias não têm comprovação científica de sua eficácia. Além disso, nesse caso a gente está tratando apenas de duas probabilidades, ou seja, 50% de chance de ser um menino e 50% de chance de ser uma menina. Só isso já traz uma possibilidade de acerto que é bastante alta, vocês não acham?

Ainda assim, a seguir iremos mencionar brevemente algumas dessas simpatias:

  • colocar um anel pendurado em um fio sobre a barriga — caso anel faça círculos isso indica a gestação de uma menina;
  • parece que vontade de comer doces estaria relacionada à gravidez de menina;
  • podem também ser usadas tabelas que consideram a idade lunar da mãe e um critério misteriosamente não mencionado — sendo esta comumente chamada de tabela chinesa;
  • algumas pessoas acreditam que se você se sentir feia durante a gestação você está esperando uma menina — isso porque, em teoria, a menina roubaria a beleza da mãe;
  • há um teste onde você coloca um garfo sobre uma de duas almofadas — caso a gestante escolha a almofada sem o garfo poderia significar que é menina;
  • se sua barriga for pontuda, significa que é um menino, mas se, ao contrário, sua barriga for larga e alta, isso poderia apontar para a gestação de uma menina;
  • se você enjoar muito durante a gestação, neste caso também se trata de uma menina;
  • se você apresentar mais acne que o habitual durante a gestação, isso também quer dizer que se trata de uma menina;
  • se suas nádegas crescerem antes da sua barriga isso significa que é um menino.
       

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.