Como hidratar a pele: Rosto, Corpo, Oleosa e Seca

Saber como hidratar a pele não é algo complexo, mas exige atenção.

0 438

Como hidratar a pele? Esta pergunta ganha importância quando nos damos conta do que a mesma representa para o nosso corpo.

A pele é o maior órgão do corpo humano, revestindo-o por completo. Entre as suas funções principais estão:

  • Proteger fisicamente o corpo contra ações externas, de atritos e lesões a invasões de parasitas;
  • Proteger o corpo contra a desidratação, impedindo a saída da água; sendo o corpo humano constituído por cerca de 70% de água, sem essa proteção, o corpo se ressecaria facilmente;
  • Regular a temperatura do corpo;
  • Atuar como parte do sistema imunológico, criando barreiras para a a entrada de corpos estranhos nas células;
  • Executar funções metabólicas, como a formação da vitamina D, essencial para os ossos;
  • Atuar como órgão sensorial, com suas inúmeras terminações nervosas que detectam temperaturas, movimentos, pressão, dor e outros estímulos.

Com toda essa importância, cuidar da pele deixa de ser apenas uma questão de estética e passa a ser principalmente uma questão de saúde. Saber como hidratar a pele é um ponto essencial dentro desse cenário.

Por que a pele precisa de hidratação?

Para que a pele possa cumprir satisfatoriamente com todas as suas funções, é preciso que seus diversos mecanismos de atuação estejam funcionando plenamente.

Mas a pele fica permanentemente exposta a condições adversas. Além disso, com o passar dos anos, o corpo sofre algumas mudanças naturais, que trazem consequências como:

  • Atrofia da derme, que reduz em até 20% a sua espessura;
  • Maior lentidão na renovação das células;
  • Diminuição na produção de pelos;
  • Redução da oleosidade natural do corpo.

Assim, alguns cuidados são necessários para prevenir ou atenuar essa perda de eficiência que atinge a pele. Hidratar a pele contribui para que ela preserve sua elasticidade e ainda ajuda a evitar o surgimento de lesões.

Conforme veremos, boa parte dos cuidados necessários exige apenas a observação de alguns detalhes em relação aos nossos hábitos diários. Saber como hidratar a pele não é algo complexo, mas exige atenção.

Como hidratar a pele do corpo?

Agrupamos os cuidados sobre como hidratar a pele do corpo em três momentos distintos: o momento do banho, o momento da escolha dos produtos adequados e o momento da hidratação propriamente dita.

Cuidados durante o banho

Os primeiros cuidados a serem tomados estão no banho. São medidas simples, que ajudam a evitar o ressecamento da pele e a formação de pequenas fissuras por onde microrganismos prejudiciais à saúde podem penetrar. Vamos a elas:

  • Não exagerar no tempo debaixo do chuveiro;
  • Não deixar a água muito quente;
  • Moderar no uso do sabonete e da esponja, pois estes retiram a gordura que protege a pele;
  • Sabonetes comuns podem deixar a pele ressecada após o banho; sabonetes neutros com ação hidratante ou óleos de banho resolvem o problema;
  • A escolha da esponja também é importante e deve levar em conta o nível de sensibilidade da pele; algumas vezes por semana convém fazer uma esfoliação da pele, removendo as células mortas.

A escolha dos produtos para a hidratação da sua pele

Escolher o produto adequado é essencial. Há uma grande variedade de produtos para esta finalidade, com diferentes composições, diferentes princípios de ação, voltados para diferentes tipos de pele.

Para pele seca, os produtos mais indicados são aqueles à base de lipídios, que ajudam a formar uma camada de proteção à pele, impedindo a perda de água. É a chamada hidratação por oclusão.

Para pele oleosa, devem ser usados produtos que contenham gliceróis e D-pantenol. Eles agem captando a umidade ambiente para utilizá-la na hidratação da pele. É a chamada hidratação por umectação.

Para pele normal e seca, há ainda os produtos de hidratação ativa, que combinam a hidratação por oclusão com a hidratação por umectação.

Gestantes devem ter um cuidado redobrado com a escolha dos produtos, pois alguns deles podem conter substâncias que interferem negativamente na gravidez.

Pessoas com pele muito ressecada também devem-se assegurar quanto à ausência de álcool na composição dos produtos que usam na pele.

A hidratação da pele do corpo

Ao final do banho, a pele fica desidratada, com os poros dilatados e abertos. É o momento ideal para hidratar a pele. Essa hidratação deve ser feita sempre, a cada banho tomado, e não apenas nas ocasiões em que a pele dá sinais de que precisa de cuidados.

A quantidade de hidratante a ser aplicada varia: mais creme para quem tem pele seca, menos creme para quem tem pele normal ou oleosa.

Existem também algumas recomendações sobre a melhor maneira de aplicar o hidratante no corpo, como por exemplo:

  • Fazer a aplicação de baixo para cima, isto é, começando pelos pés, até chegar aos ombros;
  • Começar pelos pés é uma forma de aproveitar para massageá-los e assim iniciar a hidratação com uma confortável sensação de relaxamento;
  • Na região da barriga, dos quadris e do peito, o creme deve ser espalhado segundo movimentos circulares.

Como hidratar a pele do rosto?

A exposição mais frequente ao sol e a ausência de cuidados com a hidratação estão entre as principais causas do envelhecimento da pele do rosto, que com o passar dos anos sofre ainda mais com a diminuição do ritmo de renovação das células e da produção de colágeno.

Hidratar a pele do rosto é essencial para regular o nível de oleosidade da pele. Isso vale inclusive para pessoas que têm pele oleosa, pois oleosidade e hidratação são coisas diferentes. Quando a hidratação da pele não ocorre de forma adequada, o organismo entende que precisa aumentar o nível de oleosidade da pele, para compensar o ressecamento. Hidratar a pele também contribui para proteger o rosto contra a ação de radicais livres, outra fonte aceleradora do envelhecimento da pele.

Assim como no caso da pele do corpo, a escolha do hidratante adequado é importante. E o produto que hidrata a pele do corpo não é o mesmo que hidratará a pele do rosto.

Aqui, a forma recomendada para a aplicação do hidratante é:

  • Em volta dos olhos, aplique quantidades pequenas do produto em movimentos de fora para dentro;
  • Na testa, nas maçãs do rosto e no queixo, movimentos de baixo para cima e de dentro para fora;
  • No pescoço, movimentos de cima para baixo, da região próxima ao queixo em direção à base do pescoço.

Como hidratar a pele muito ressecada?

Pele muito ressecada revela uma deficiência na camada de gordura que a protege. Entre as pessoas que normalmente apresentam esse problema estão idosos, pessoas com dermatite atópica, pessoas que ingerem quantidades insuficientes de água e pessoas que durante o banho deixam a água em temperaturas elevadas ou usam em excesso sabonetes e esponjas. Especialistas também associam a ocorrência de pele muito ressecada a disfunções no sistema circulatório.

Diante de tantas possíveis causas, como hidratar a pele ressecada de forma adequada?

Além dos cuidados normais válidos para todos os tipos de pele, a pele muito ressecada requer medidas extras, como:

  • Ingerir castanha da índia, hamamélis, centella asiática ou sementes de uva; são alimentos que estimulam a hidratação e podem ser consumidos diretamente ou em forma de chá; nas farmácias de manipulação e lojas de produtos naturais existem também suplementos preparados a partir deles;
  • Beber água regularmente;
  • Incluir no cardápio diário frutas, legumes e outros alimentos que contenham bastante água;
  • Não se expor ao vento e ao frio;
  • Fazer uso constante do creme hidratante.

Melhores hidratações para pele oleosa

A pele oleosa caracteriza-se pela sua superfície mais espessa, poros dilatados, brilho excessivo e uma maior tendência à formação de acnes. Para pessoas com esse tipo de pele, o primeiro esclarecimento necessário, já salientado aqui, é quanto à necessidade de hidratar a pele. Sem esse cuidado, a tendência é de que a pele mantenha ou agrave ainda mais o seu já elevado nível de oleosidade.

Sobre como hidratar a pele oleosa de forma correta, a solução está principalmente na escolha do hidratante adequado. Um creme ou gel hidratante feito à base de água é bastante indicado por ser de fácil absorção pela pele. Esfoliar a pele ajuda a deixá-la mais limpa, mas deve ser seguido da aplicação do hidratante. Isso evita que o corpo faça uma “reposição” da oleosidade retirada durante a esfoliação.

Uma boa alternativa aos hidratantes é usar os chamados cremes anti-idade. Eles contém antioxidantes como a vitamina E, que ajudam a rejuvenescer a pele.

Antes da hidratação porém, não podem ser deixados de lado os cuidados com a limpeza da pele. Um erro muito comum cometido por quem tem pele oleosa é lavá-la várias vezes ao dia. Isso estimula ainda mais a pele a aumentar sua oleosidade. O mesmo ocorre quando se esfrega a toalha com força sobre a pele.

Bepantol para hidratar a pele

Bepantol não é aquele creme para assaduras de bebês? Como hidratar a pele com ele?

       

De fato, originalmente, Bepantol era um cosmético para tratar assaduras em bebês. Com o tempo, ele ganhou novas versões , com novas utilidades. Atualmente, todos os produtos da linha Bepantol contém ingredientes que ajudam a reter a água e estimular a regeneração e a hidratação da pele.

Encontrados em creme, pomada, solução ou spray, esses produtos são indicados para uso em sua forma pura, mas também é comum que os encontremos em receitas de preparados caseiros.

Entre as muitas indicações de uso para o Bepantol, podemos citar:

  • Hidratar a pele do rosto e do corpo;
  • Hidratar e regenerar fios de cabelos;
  • Prevenir e tratar o ressecamento dos lábios;
  • Fortalecer as unhas;
  • Prevenir o aparecimento de estrias;
  • Proteger a pele dos bebês, além de tratar assaduras;
  • Cicatrizar tatuagens e queimaduras;
  • Reforçar a hidratação de regiões muito ressecadas, como calcanhares, joelhos e cotovelos;
  • Prevenir os efeitos do atrito entre as coxas;
  • Acalmar a pele após a depilação;
  • Fortalecer cílios e sobrancelhas;
  • Hidratar mãos e pés.

Embora o Bepantol seja amplamente utilizado, há casos de pessoas que apresentam reações alérgicas a ele. Nessas situações, o uso deve ser suspenso.

Receitas caseiras para hidratar corpo e rosto

Cosméticos muitas vezes são produtos caros, pouco acessíveis. Então, como hidratar a pele tendo um orçamento mais modesto?

Como alternativa aos cosméticos industrializados, há uma infinidade de receitas caseiras, geralmente elaboradas a partir de produtos naturais bastante acessíveis. Abordamos a seguir algumas soluções caseiras bastante eficientes e populares.

Máscaras faciais

Máscaras faciais caseiras podem ser de diversos tipos: para ativar a circulação sanguínea e nutrir as células, para esfoliar a pele, para hidratar a pele, para eliminar manchas, para estimular a renovação das células.

Na preparação de máscaras para hidratação da pele, é comum o uso de algumas frutas, devido à elevada quantidade de água em sua composição. Um ingrediente alternativo às frutas é o pepino.

Com alguns ingredientes adicionais, faz-se uma pasta que deve ser aplicada ao rosto por alguns minutos e depois retirada com o auxílio de água fria.

Banhos hidratantes

As receitas, preparadas à base de camomila ou outras ervas, são adicionadas à banheira junto com a água. Suas propriedades umectantes ajudam a hidratar a pele, sendo indicadas principalmente para quem tem pele seca.

Óleos naturais

Os óleos naturais apresentam propriedades que atuam no auxílio à hidratação da pele. Podem ser usados em sua forma pura, ou compondo receitas com outros ingredientes.

Alguns exemplos das propriedades desses óleos são:

  • O óleo de rícino é rico em vitamina E, que entre outras propriedades, protege o organismo contra a ação dos radicais livres que aceleram o envelhecimento da pele;
  • O óleo de cártamo contém ômega 6 e ômega 9, que auxiliam no transporte de nutrientes como a vitamina E.
  • O óleo de copaíba tem ação antiinflamatória e antisséptica;
  • O óleo de argan contém vitamina E, ômega 6 e ômega 9, atuando no combate ao envelhecimento da pele. Também atua na limpeza, hidratação e cicatrização;
  • O óleo de girassol fortalece a elasticidade das células;
  • O óleo de coco ajuda a retirar impurezas da pele e a regenerar suas camadas de colágeno;
  • Os óleos de semente de rosa mosqueta, de abacate e de amêndoas são indicados para quem tem pele seca;
  • Já os óleos de semente de uva, do miolo do caroço de damasco e de tamanu são indicados para quem tem pele oleosa.

Cremes hidratantes caseiros

Hidratantes industrializados podem ter em sua composição algumas substâncias prejudiciais ao organismo, como parabenos, derivados de petróleo, corantes, aromatizantes, conservantes e outros. Todos eles são absorvidos pelo corpo quando o hidratante é aplicado.

Assim, a opção pelos hidratantes caseiros, além de mais barata, pode se mostrar também mais saudável. Entre os ingredientes mais utilizados nas receitas desses hidratantes, encontramos os óleos naturais já citados aqui, a manteiga de karité, a manteiga de cacau, a manteiga de cupuaçu, aloe vera, essência de baunilha, cera de abelha e outros.

Como hidratar a pele: cuidados complementares

Cuidados complementares (alguns deles pouco lembrados) sobre como hidratar a pele ajudam-nos a obter resultados ainda melhores nesse esforço. Por exemplo:

  • Usar desodorantes com ação hidratante;
  • Usar produtos de maquiagem com ação hidratante;
  • Jamais deixar de retirar a maquiagem;
  • Usar protetor solar;
  • Hidratar a pele após a depilação;
  • Para homens, procurar um produto pós-barba adequado ao tipo de pele;
  • Hidratar o corpo de dentro para fora, com alimentação e ingestão de líquidos adequados;
  • Consultar um dermatologista.

Mitos e verdades sobre a hidratação da pele

A seguir listamos algumas ideias correntes a respeito de como hidratar a pele. Conforme veremos, algumas são fundamentadas, outras não.

Dormir bem ajuda a manter a pele saudável

Verdade. Uma boa noite de sono ajuda na regeneração das células e no restabelecimento do pH.

Suor em excesso reduz a ação dos hidratantes na pele

Mito. Um efeito que o suor excessivo de fato apresenta é a perda de água do organismo, que deve ser compensada com a ingestão de líquidos. Mas na pele, a presença de suor até ajuda a hidratá-la.

Hidratar a pele oleosa provoca o aparecimento de acnes

Mito. Se usado o hidratante adequado, esse risco não existe. Mas é claro que hidratantes não apropriados para pele oleosa serão prejudiciais.

No inverno a hidratação precisa ser mais intensa

Verdade. A maior exposição a ventos e ambientes artificialmente aquecidos aumenta o ressecamento da pele.

A depilação resseca a pele

Verdade. Qualquer que seja a técnica de depilação utilizada, ela tende a agredir a camada de proteção natural da pele. Após a depilação, é importante hidratar o local afetado.

A hidratação do rosto não deve ser igual à hidratação do corpo

Verdade. A pele do rosto é naturalmente mais oleosa que a pele do corpo, por isso não há como tratá-los da mesma forma.

Água quente no banho faz mal à pele

Verdade. A água quente age sobre a proteção natural da pele, desidratando-a.

Águas termais ajudam a hidratar o rosto

Mais mito do que verdade. A ação hidratante das águas termais é mínima, nãp podendo ser considerada como alternativa de tratamento.

Vitamina C ajuda na hidratação da pele

Verdade. A vitamina C tem uma ação antioxidante muito eficiente na preservação da saúde da pele.

Considerações finais

Saber como hidratar a pele é uma importantíssima questão de saúde. Mas pode ser também uma questão de estética. A primeira afirmação não exclui nem nega a segunda.

Pele saudável é o primeiro requisito para uma pele bonita. Não há pele bonita se ela não for saudável.

Recomendados Para Você:

       

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.