Como Acabar Com a Celulite!

0 310

Como acabar com a celulite de uma vez por todas? Os terríveis furinhos em certas partes do corpo que dão à pele um aspecto de casca de laranja são os inimigos número um de quase todas as mulheres. A celulite é uma questão estética, e está longe de ser um problema de saúde. No entanto, para a grande maioria das mulheres, acabar com a celulite é questão de vida ou morte.

De acordo com uma estimativa feita pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, oito em cada dez mulheres têm algum grau de celulite. Isto é, 90% das mulheres têm celulite e aprendem desde cedo a conviver com o incômodo que ela causa. Apesar da alta incidência e de ser algo muito comum e natural, a celulite segue assombrando a vida dessas mulheres chegando a afetar não só a auto estima e a autoconfiança, como até mudar o comportamento social delas.

Uma pesquisa feita com leitores da revista americana Fitness, mostrou que a celulite é a questão de beleza que mais incomoda, seguida da acne, cabelos crespos e rugas. A empresa de cosméticos Nivea também fez um estudo sobre o assunto e constatou que 57% das mulheres afirmaram camuflar a celulite com peças de roupas.

No entanto, muitas mulheres já se acostumaram com esses furinhos, mas a grande maioria passa a vida tentando se livrar deles. Para estas pessoas que parecem não conseguir superar o problema e sofrem com a sua presença, como acabar com a celulite é uma questão estética séria para a autoestima.

Enquanto não há uma cura definitiva para a celulite ou formas de impedir o seu aparecimento, há muitos tratamentos e medidas que mostram como acabar com a celulite e todo o constrangimento. Assim, reunimos neste artigo algumas dicas e exercícios que ensinam como acabar com a celulite de uma vez por todas. Para começar, vamos entender o que é celulite e por que elas aparecem.

Afinal, o que é celulite?

como cabar com a celulite: mulher comparando a coxa com uma laranja
Como acabar com a celulite: a celulite é um acúmulo de gordura, água e toxinas sob a pele

Novamente, é necessário ressaltar que celulite não é doença. Portanto, como acabar com a celulite envolve uma série de ações e tratamentos preventivos. A celulite é, na verdade, uma alteração na pele muito comum devido ao acúmulo de gordura, água e algumas toxinas nas células.

Tecnicamente, é chamada de Lipodistrofia Ginóide, caracterizada por desníveis e nódulos subcutâneos de aspecto de “casca de laranja”, causados pelo endurecimento e inchaço da células devido a esse excesso de substâncias.

Ou seja, a celulite é um tipo de preenchimento de gordura entre a pele e as fibras musculares. Como a gordura é mole, ao se acumular debaixo da pele, onde há muitas fibras musculares, ela é espremida e empurrada para cima contra a pele por esses tecidos fibrosos.

Assim, a gordura acaba “saltando” deixando a pele esburacada com a aparência de que há caroços debaixo da pele. Sendo assim, a única forma de acabar com esta aparência, é diminuindo o volume da gordura localizada nestas áreas.

Normalmente, a celulite aparece nas nádegas e nas pernas, mas também pode surgir na barriga, seios e braços, dependendo do acúmulo dessas substâncias.

Quais as causas da celulite?

como acabar com a celulite: mulher espremendo a pele da coxa para ver as celulites
Como acabar com a celulite: o excesso de peso, sedentarismo, má alimentação são os principais fatores para o aparecimento da celulite

A celulite pode ser causada por uma série de fatores, sendo que os principais é o excesso de peso, ou seja, a obesidade. No entanto, a má alimentação, principalmente rica em sal, gordura e açúcar, e a baixa ingestão de líquidos também estão entre as principais causas.

Além disso, alterações hormonais, estresse, maus hábitos como fumar, ficar muito tempo sentada, e o sedentarismo também são fatores de risco. Dermatologistas também acreditam que a má circulação, essencialmente genética, é um dos fatores que podem agravar o acúmulo de gordura debaixo da pele.

Howard Murad, consultor da revista Fitness e autor do livro “The Cellulite Solution”, explica que quando o fluxo de sangue diminui, o colágeno se separa e permite que a gordura suba até a superfície da pele, criando o efeito “casca de laranja”.

Quem está mais suscetível a celulite?

É verdade que a celulite acomete 98% das mulheres, mas os homens também costumam ter. Segundo especialistas, tanto mulheres como homens possuem fios de tecido conjuntivo que conectam os músculos à pele e separam as células de gordura debaixo da pele em compartimentos. Nas mulheres, estas fibras formam um padrão em forma de favo de mel, que inflam com o aumento de gordura ficando mais perceptível.

Já nos homens, a celulite existe, mas é menos visível porque suas fibras correm horizontalmente, formando um padrão cruzado que impedem as ondulações. Além disso, os homens têm pele mais espessa, o que ajuda a esconder a celulite.

Embora a celulite possa aparecer em qualquer idade, ela costuma surgir a qualquer momento, mas piorar com o avanço da idade devido às mudanças em nossos tecidos ao longo dos anos. Na verdade, os fios de tecido conjuntivo engrossam com a idade, e a pele fica mais fina, tornando a celulite mais visível.

Para piorar ainda mais, costumamos ganhar gordura com a idade. Por exemplo, a mulher perde, em média, dois quilos de músculo que são substituídos por cerca 7 quilos de gordura a cada década da vida adulta. Como a gordura é mole, ela não consegue manter a nossa pele esticada como o músculo. Além disso, ainda ocupa mais espaço, e por isso salta para fora.

Sintomas e sinais da celulite

Por ser uma condição aparente, é mais difícil apresentar sintomas. Portanto, seria assintomática se não fosse possível distinguir alguns incômodos como endurecimento da região, assim como diminuição de temperatura, dor e maior sensibilidade na região dos nódulos inflamados.

Normalmente, podemos classificar a celulite em uma escala de 4 graus diferentes de acordo com o estágio de gravidade. A celulite de grau 1, por exemplo, é o estágio inicial, só é percebida quando a pele da região é comprimida, pois as ondulações e furinhos são bem pequenos. Portanto, é o grau mais leve e menos incômodo, por não ser aparente. Já a celulite de grau 2, é mais visível, sendo os furinhos percebidos quando a pessoa está sentada, deitada ou mesmo em pé.

A celulite de grau 3, é aquela que é percebida nitidamente, mesmo à uma boa distância. Normalmente, esse é o estágio que causa maior incômodo nas mulheres. O grau 4 é o mais avançado, em que a pele apresenta vários nódulos endurecidos que são sentidos ao passar à mão. Além disso, a região fica inchada com a formação das fibroses e há comprometimento da circulação. Neste caso, recomenda-se procurar um especialista para tratar a região e diminuir os incômodos.

Como acabar com a celulite: Alimentação e exercícios

como acabar com a celulite: alimentos saudáveis
Como acabar com a celulite: uma boa alimentação e uma rotina de exercícios são os melhores tratamentos.

A celulite não tem cura, e nenhum tratamento irá adiantar se você não tomar algumas medidas primeiro para eliminar a celulite. A sua prioridade deverá ser uma dieta balanceada e um programa de exercícios físicos, que ajudarão a queimar a gordura, eliminar as toxinas, diminuir a retenção de líquidos, melhorar a flacidez e fortalecer os músculos (base da sustentação da pele).

Alimentação

Como a celulite trata-se, basicamente, de depósitos de gordura localizados, a alimentação saudável é a maneira mais fácil e eficaz de como acabar com a celulite. Além disso você vai melhorar a sua saúde e evitar milhares de outros problemas mais sérios.

Para acabar com a celulite no corpo, devemos consumir vegetais frescos, frutas, fibras, vitamina C, gorduras boas e proteínas. Estes alimentos ajudam a queimar a gordura e oferece proteína para seu corpo produzir colágeno, que garante a firmeza da pele. Tudo isso vai contribuir para se livrar da celulite acumulada principalmente nas coxas, bumbum e pernas.

Normalmente, devemos consumir no máximo 1500 calorias por dia, sendo que mais da metade deve vir de fontes de frutas, legumes e vegetais, complementados com proteína saudáveis como frango, peru, salmão, ovos brancos, leite desnatado ou queijo light.

No caso das frutas, que contêm açúcar, não consuma mais de 150 gramas diariamente. Já no caso dos vegetais, tente consumi-los frescos, podendo ser consumidos mais de 400 gramas de por dia.

Você pode correr para os alimentos que contém colágeno na sua composição como a gelatina, morango, amora e framboesa ou que possuem ação anti-inflamatória e antioxidante como o abacaxi e a pêra, respectivamente.

Os alimentos mais maléficos, nesse caso, são o excesso de sal, gorduras, açúcares e doces, frituras, alimentos industrializados e processados. No caso do sal, o maior problema é a retenção de líquidos, já os carboidratos favorecem o acúmulo de gordura e os industrializados promovem uma verdadeira invasão de toxinas no organismo.

Nesse sentido, quanto mais natural a alimentação, melhor. Por isso, devemos investir em alimentos in natura e integrais. Vale também beber muita água, pois um organismo hidratado funciona muito melhor sempre.

Exercícios

Infelizmente, apenas a dieta não vai adiantar muita coisa, pois o sedentarismo é um fator de risco grande. Por isso, a dieta deverá ser associada a alguns exercícios físicos para trabalhar os músculos inferiores do corpo, de maneira uniforme. Portanto, além de investir em uma alimentação natural de qualidade e beber bastante água, é importante praticar atividades físicas, para ajudar a diminuir a gordura localizada e melhorar a circulação sanguínea.

Os melhores exercícios para isso são os aeróbicos, como a corrida, power walk, caminhada, natação, pedalar e hidroginástica. A musculação e pilates também ajudam muito, pois regulam o organismo e mantém o corpo com um metabolismo mais acelerado, que garante a queima da gordura também em repouso e eliminam as toxinas. O ideal é intercalar essas atividades ao longo dos dias da semana para não cansar os músculos. Tente incorporar os exercícios por 20 minutos e 3x por semana.

Mesmo que leve vários meses para diminuir a porcentagem de gordura corporal e notar diferença na aparência da pele, os resultados tendem a ser mais definitivos. Isso porque os exercícios tonificam os músculos e reparam os tecidos fibrosos que conectam os músculos com a pele.

Como acabar com a celulite: Plano de exercícios específicos

A celulite também é o resultado da atrofia muscular, músculos fracos e flácidos que não possuem a capacidade de suportar uniformemente a gordura nas camadas acima da pele como deveriam. Por isso, a maneira mais eficaz de acabar com a celulite é através de um plano de exercícios multidimensionais direcionados para a região dos quadris, pernas, coxas e bumbum.

Esses exercícios anticelulite são especiais e diferentes dos exercícios regulares, podendo ser feitos em casa em 15 a 20 minutos três ou quatro vezes por semana. De acordo com especialistas, o plano certo de exercício pode ajudar a acabar com a celulite e tornar a parte inferior do corpo mais suave e mais firme. O truque é trabalhar todos os músculos da parte inferior do corpo em todos os ângulos, reduzindo as reservas de gordura subjacentes e restaurando o tecido muscular perdido.

Os exercícios abaixo devem ser feitos em conjuntos de 10 a 15 repetições três dias por semana. No entanto, antes de começar, é necessário aquecer com caminhada, bicicleta ou ginástica leve. Em todas as sequências levante e abaixe lentamente, contando 2 segundos para levantar e 4 segundos para baixar.

Exercício 1: Lado a lado

Músculos trabalhados: quadríceps, abdutores, adutores, isquiotibiais e glúteos.

  • O exercício pode ser realizado com halteres ou sem qualquer peso. Basta manter as mãos nos quadris. Para torná-lo mais difícil, segure os halteres acima dos ombros durante a realização do exercício;
  • Fique de pé, com as pernas abertas na mesma largura dos ombros e ponta dos pés apontadas para fora, costas retas;
  • Segure um halter em cada mão e descanse-os na altura dos quadris;
  • Dê um passo bem largo para a esquerda e dobre o joelho esquerdo até a coxa ficar paralela ao chão, mantendo a perna direita estendida. Não permita que seu joelho esquerdo se projete além dos pés, nem que o bumbum desça abaixo de seu joelho;
  • Retorne à posição inicial e repita o movimento para o lado direito, sem descanso.

Exercício 2: Kickback de pernas (4 apoios)

Músculos trabalhados: Glúteos.

  • Com pesos no tornozelo, fique de quatro e abaixe as costas apoiando o seu peso em seus antebraços. Mantenha as costas retas e a cabeça alinhada com as costas e os olhos voltados para baixo;
  • Mantenha as costas retas e as pernas flexionadas. Lentamente, chute com a perna direita para trás levantando o seu pé direito em direção ao teto até a coxa estar paralela ao chão. Seu pé deve permanecer flexionado durante todo o exercício;
  • Mantenha a posição por um segundo, em seguida, retornar à posição inicial e, em seguida, repita com a perna esquerda.

Exercício 3: Elevação de perna deitado

Músculos trabalhados: Internos das coxas.

  • Coloque os pesos e deite sobre o seu lado esquerdo, descansando a cabeça sobre o braço e coloque a mão direita no chão, na frente de seu peito para apoio;
  • Dobre o joelho da perna de cima, colocando o pé na frente do seu outro joelho. A perna de baixo deve ficar totalmente estendida;
  • Levante lentamente a perna que estava no chão tão alto quanto for possível. Mantenha a posição por um segundo, e baixe lentamente;
  • Fazer um conjunto de repetições e depois repita sobre o lado direito;
  • Enquanto estiver fazendo este exercício, mantenha a parte superior do corpo parada e resista ao impulso de balançar para trás e para frente ao levantar e abaixar.

Exercício 4: Agachamento e elevação lateral

Músculos trabalhados: Glúteos, isquiotibiais, quadríceps, flexores do quadril, e abdutores.

  • Coloque os pesos e fique com as pernas abertas na largura dos ombros, com as mãos nos quadris, os cotovelos para os lados, e os dedos dos pés apontando para fora. Lembre-se de manter a cabeça reta e os olhos virados para frente;
  • Dobre os joelhos lentamente agachando para trás, movendo os quadris como se fosse sentar-se. Mantenha as costas retas, e não permita que seus joelhos se projetem sobre seus pés. Pare quando as coxas estiverem paralelas ao chão;
  • Faça uma pausa e estique as pernas, levantando a perna esquerda para o lado;
  • Pause de novo, retorne à posição inicial e repita, levantando a perna direita para o lado desta vez;
  • Alterne as pernas durante o exercício.
       

Exercício 5: Afundo alternado com apoio

Músculos trabalhados: Glúteos, quadríceps e isquiotibiais.

  • Fique em pé cerca de 60 centímetros de costas para a cadeira. Dobre o joelho esquerdo e estenda a perna esquerda para trás colocando a parte superior do seu pé esquerdo no assento da cadeira. Mantenha as costas retas, a cabeça alinhada com a coluna, e os olhos virados para frente;
  • Lentamente, dobre o joelho direito até que esteja paralelo ao chão. Não permita que seu joelho direito avance além do seu pé. Faça uma pausa, e suba de volta para a posição inicial;
  • Faça um conjunto de exercícios com a perna direita, em seguida, mude e repita com a perna esquerda.

Tratamentos estéticos para a celulite

como acabar com a celulite: mulher fazendo drenagem linfática
Como acabar com a celulite: Existem muitos tratamentos estéticos para celulite.

Apesar de não haver cura para a celulite, além de adotar uma alimentação saudável e incorporar uma rotina de exercícios, há alguns tratamentos propostos que podem mostrar como acabar com a celulite, ou pelo menos amenizar a sua aparência. Não existe o melhor tratamento para celulite, isso vai depender do grau de cada um e da pessoa.

Normalmente, são os mais procurados nas clínicas de estética. Desde cremes para celulite à uma uma série de métodos profissionais, que podem ajudar a tratar o aspecto da pele com celulite.

Drenagem Linfática

A drenagem linfática é um dos métodos mais conhecidos e muito eficazes. Ela melhora a circulação sanguínea da região, e diminui a retenção de líquidos, dois fatores que contribuem muito para o acúmulo de gordura. A massagem combate os nódulos de gordura instalados nessas regiões.

Massagem modeladora

A massagem modeladora e a automassagem também são eficientes, pois estimulam e melhoram a circulação. Aliadas a outros métodos, como a radiofrequência, laser e ultrassom, ajuda a quebrar as placas de gordura acumuladas em algumas regiões do corpo.

Endermologia

A endermologia é um tratamento estético não invasivo recomendado para casos moderados a graves.

Radiofrequência

A radiofrequência é um dos métodos mais eficazes e duradouros que não traz riscos à saúde. O método de Radiofrequência utiliza um aparelho de eletromagnético de alta frequência que faz com que as moléculas de água se agitem, aumentando a temperatura. Com isso, ele promove uma verdadeira reestruturação do tecido da pele e estimula a produção de colágeno, proteína que dá firmeza e elasticidade à pele.

Criolipólise

A Criolipólise é um sucesso, sendo chamada até de a “nova lipoaspiração”. O método foi desenvolvido por pesquisadores de Harvard, que consiste em congelar a gordura por meio de uma aparelho específico, fazendo com que se rompam, sendo totalmente destruídas. Assim, o corpo as expele naturalmente.

Ondas Acústicas

As Ondas Acústicas são uma novidade em tratamento não invasivo feito por meio de ondas de pressão que destroem as fibras das celulites.

Corrente Russa

A Corrente Russa utiliza impulsos elétricos para melhorar a circulação e acelerar o metabolismo da região.

Cirurgia à Laser e a Subcisão

A Cirurgia à Laser e a Subcisão são procedimentos cirúrgicos que corrigem problemas de “relevo” na pele, como acne, rugas e também a celulite.

Mesoterapia

A Mesoterapia se encontra no rol dos tratamentos medicamentosos de como acabar com a celulite. Normalmente, ela é feita com um coquetel de medicamentos, para diminuir o acúmulo de gordura no local.

Lipocavitação e Ultrassom com Lipolíticos

Menos conhecidos e um pouco questionados pelos especialistas estão a Lipocavitação, o Ultrassom com Lipolíticos, que utiliza a mesma base da Lipocavitação, mas tem uma potência maior do que o ultrassom convencional.

Gesso Liporredutor

Gesso Liporredutor é um tratamento à base de uma mistura de substâncias benéficas para a pele, como a cafeína.

Tratamentos estéticos com cremes anti celulite

Por si só, o tratamento tópico com cremes não são capazes de acabar com a celulite, mas ajudam a amenizar a aparência da celulite em casos mais leves. Devem ser aliados a outros métodos de tratamento de como acabar com a celulite.

Em geral, os cremes têm como objetivo quebrar a molécula de gordura, estimular a circulação e dar maior firmeza à pele. Alguns cremes possuem ingredientes como a cafeína e o retinol conhecidos por reduzir a celulite. O Retinol ajuda a aumentar a quantidade de colágeno na pele, tornando-a mais espessa e elástica, o que torna a celulite menos perceptível. Alguns compostos que constantemente você vai encontrar nos cremes são:

  • Iodotrat: aumenta a lipólise e ativa a microcirculação;
  • AmaraShape: propriedades lipolíticas;
  • Liporeductyl: melhora a microcirculação e reduz o edema formado na celulite;
  • Remoduline: promove lipólise e drenagem dos fluidos.

Tratamento com remédios caseiros para a celulite

como acabar com a celulite: mulher espremendo a pele da coxa
Como acabar com a celulite: existem muitas receitas caseiras para ajudar a acabar com a celulite

Existe também um forma de como acabar com a celulite e melhorar o aspecto da pele de modo natural. No entanto, todos esses tratamentos caseiros devem ser combinados com outras medidas, pois por si só, não são capazes de milagres.

  • O Vinagre de maçã, que possui propriedades que auxiliam na redução da celulite, tendo em vista que reduz o excesso de gordura nas células;
  • A cafeína também acelera o metabolismo e elimina o excesso de fluidos no líquido da pele;
  • A gelatina também é recomendada por conter colágeno, excelente para manter a pele firme e saudável;
  • Massagem caseira com mel ou manteiga de cacau, todas os dias, para ativar a circulação sanguínea local.

Dicas de como acabar com a celulite

Além da alimentação saudável, rotina de exercícios específicos, tratamentos e cremes, você pode ainda adotar algumas ações que mostram como acabar com a celulite de uma vez por todas. São elas:

1. Mantenha o corpo hidratado

Uma das formas de como acabar com a celulite de vez é tentar manter-se sempre hidratado. Quanto mais água a gente tomar, melhor para a textura e a elasticidade da pele. A água ajuda a eliminar gorduras e toxinas que tendem a se acumular debaixo da pele, por isso recomenda-se beber mais de 3 litros de água por dia para acabar com a celulite mais rápido.

Para obter melhores resultados, esprema de dois a três limões na água. Tome o primeiro meio litro de água com limão e tome logo quando acordar ainda em jejum, e vá tomando o restante ao longo do dia. O tratamento irá manter o corpo hidratado e reduzirá o inchaço acumulado. Você vai começar a ver os resultados após algum tempo.

2. Faça massagens com esponja vegetal

Aumentar o fluxo sanguíneo nas áreas afetadas é essencial. Para tanto, massageie os locais com esponja vegetal por dez minutos todos os dias n início. Depois, à medida que começar a ver resultados, diminua a frequência das massagens para três vezes por semana. Você pode aplicar óleo de coco na pele para facilitar a massagem e fazer movimentos circulares sempre com uma esponja nova, mais firme.

3. Faça bandagens com pó de café

As bandagens com o pó de café aumentam o efeito da massagem com esponja vegetal e renovam as células da pele ativando a circulação. A pele também fica mais firme e suave.

Misture meio copo de pó de café fresco com duas colheres de sopa de azeite extra virgem, até obter uma pasta homogênea. Aplique a mistura sobre a área desejada da pele em movimentos circulares, duas vezes por semana sobre as áreas afetadas pela celulite.

Em seguida, coloque um filme plástico sobre a mistura de borra de café e mantenha a bandagem por dez minutos, depois lave a área. A receita caseira vai hidratar a pele e ajudar a melhorar a circulação. Mas a cafeína também combate o acúmulo de células de gordura na área.

4. Elimine o excesso de peso

Quanto mais gordura acumulada no corpo, maior é a tendência de acúmulo irregular sob a pele. Eliminar o excesso de peso pode reduzir a aparência da celulite, especialmente nas mulheres. No entanto, perder peso não será uma abordagem adequada à todos, e nunca uma solução para quem já tem um peso saudável. Lembre-se, mesmo as pessoas magras podem acumular gordura e ter celulite. Neste caso, emagrecer demais pode causar sobras de pele, fazendo com que a celulite fique ainda mais nítida.

Como acabar com a celulite: O que não fazer

como acabar com a celulite: mulher espemendo a pele do bumbum
Como acabar com a celulite: perder peso sem precisar ou ter pressa não ajudam

Você pode até saber como acabar com a celulite, mas você sabe o que não deve ser feito? Primeiro de tudo, não se deve ter pressa. Não tem como acabar com a celulite em um final de semana, até porque suas causas são mais profundas que os próprios furinhos na pele.

Não se deve também cortar alguns grupos alimentares da dieta sem acompanhamento médico. Isso pode ser muito prejudicial à sua saúde. Normalmente, precisamos de todos os grupos alimentares para uma vida saudável. O problema está no acúmulo de gordura devido a uma alimentação desregrada e aos excessos. Nem sempre o carboidrato, o açúcar e as gorduras são os vilões. Uma das causas da falta de circulação e da celulite é ingerir muito mais calorias do que se gasta.

Buscar um tratamento estético sem saber exatamente o que está causando a celulite também pode não trazer bons resultados. Nem sempre a celulite é causada pelos mesmos motivos em todas as mulheres. Ou seja, muitas vezes há alergia ou intolerância a algum alimento e isso pode piorá-la.

Há mulheres que, por desregulação hormonal na gravidez ou menopausa também acabam adquirindo mais celulite. Nesses casos, o tratamento não deve ser o mesmo e envolve outras medidas, como reposição hormonal. Além disso, existem pessoas que desenvolvem celulite por predisposição genética ao acúmulo de células de gordura nas camadas mais profundas da pele. Nesse casos, o tratamento é direcionado de outra forma.

Por fim, existem ainda alguns exercícios errados, normalmente realizados em academias, que podem piorar a celulite. Como por exemplo, o uso de pesos que trabalham de forma diferente os músculos inferiores do corpo, deixando mais evidentes as diferenças na pele, e fazendo com que a celulite piore de aparência.

Recomendados Para Você:

       

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.