Casa de repouso ou da família: Qual escolher?

0 865

Diferente de muitos jovens que almejam a tão famosa independência para morar sozinho, quem está na terceira idade sequer pensa em ter uma casa somente para ele.

As razões para isso são muitas. A primeira é que na terceira idade é muito comum os acidentes domésticos. Para se ter uma ideia, a lesão acidental é a sexta maior causa de mortalidade entre pessoas de 75 anos. Por isso, morar com os familiares ou em uma casa de repouso ajuda a evitar a realização de tarefas no dia a dia, nas quais trazem algum risco de queda.

Outro motivo é que nessa faixa etária é um período em que a pessoa está mais propícia a ser acometida pela depressão. Principalmente entre aqueles que perderam entes ou amigos queridos e que não costumam a ter uma vida muito ativa. Sendo assim, morar com outras pessoas é a melhor alternativa.

No entanto muitos idosos e, inclusive, familiares dos mesmos ficam em dúvida em relação a melhor alternativa para se residir. Surge então um dilema: é melhor morar com os filhos ou morar em uma casa de repouso?

       

Para fazer a escolha certa é preciso ponderar alguns pontos. O primeiro e mais importante é levar em consideração a capacidade funcional do idoso. Isso porque, especialistas recomendam que se a pessoa mais velha não apresenta dificuldades para executar atividades diárias o mais indicado é que o mesmo permaneça na casa dos familiares, pois além de carinho, atenção e suporte social, ele receberá o auxílio necessário para medicamentos e outras tarefas.

No entanto, isso só será possível se os familiares possuírem uma estrutura financeira para conseguir adaptar a casa de maneira que melhor atenda as necessidades do aposentado. Além disso, no caso de todos os familiares trabalharem fora, é preciso pagar alguém para cuidar do idoso ao menos em horário parcial. Sendo assim, para as famílias que não possuem toda a infraestrutura necessária, o mais indicado é optar pelas casas de repouso.

Em média, as casas de repouso custam entre R$ 3 mil e R$ 8 mil mensalmente, sendo que existem algumas com valor inferior aos citados, mas que oferecem um bom suporte de atendimento aos mais velhos. Nesses lugares são oferecidos além do alojamento, serviços de comida e higiene, o atendimento médico e psicológico para aqueles que necessitarem. O alojamento pode ser individual ou compartilhado com mais pessoas e as camas contam com campainhas para que o idoso possa solicitar o cuidador no momento em que achar necessário.

 

Recomendados Para Você:

       

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.