Alimentos que baixam a pressão. Saiba agora!

0 141

Quando relacionamos o sódio a pressão alta, mencionamos algo muito comum para aqueles que sofrem com a hipertensão. Aqueles que sofrem da patologia, procuram alimentos que baixam a pressão como forma de controlar a condição. A hipertensão acomete uma média de 35% da população brasileira entre a faixa etária dos 40 anos, de acordo com o Ministério da Saúde, e compreende a importância de eliminar o sal de sua dieta.

Este é o primeiro passo para o controle da pressão alta. Aquilo que as pessoas desconhecem é que o grau dessa nutrição deve ser acompanhado de outra substância – o potássio. Quando unimos o potássio e o sódio ao nosso organismo, podemos encontrar aquilo que denominamos equilíbrio de água do organismo. O potássio é um ótimo diurético, sendo que o sódio se destaca com a retenção de líquidos.

Alimentos que baixam a pressão imediatamente

Uma alimentação que é fonte de potássio, deve desencadear uma redução do sódio do organismo, auxiliando assim o combate da hipertensão. Acompanhe alguns alimentos que podem ser aliados dessa situação:

Salmão grelhado

Salmão e mariscos são alimentos que baixam a pressão e fontes riquíssimas do potássio. Uma poção de 100g do salmão grelhado disponibiliza 628mg da substância potássica. A recomendação dos especialistas é ingeri-lo grelhado ou em forno para que não se aumente a taxa calórica do alimento.

Destaca-se ainda que a alimentação é fonte de ácidos graxos ômega 3, tendo função anti-inflamatória que auxilia a regulagem dos graus de colesterol do sangue, de modo a evitar patologias do coração.

Abacate

Ainda que tenha muitas calorias, disponibilizando 160kcal a cada 100g do fruto, trata-se de um dos alimentos que baixam a pressão, riquíssimo em nutrição, como os elementos vitamínicos A e E, que têm ação como antioxidantes no corpo. Ainda, a fruta é constituída de betassitosterol, elemento anti-inflamatório que auxilia a reduzir os graus de colesterol ruim na corrente sanguínea.

Quando menciona-se o potássio, a fruta consegue se destacar ainda mais. Cada 100g constitui 485mg do elemento mineral. O abacate pode ter o consumo puro ou em elaboração de guacamole.

Espinafre cozido

Para a obtenção do potássio sem a preocupação de calorias, é importante escolher por folhagens verdes. Dentre estas, o que têm maior destaque em relação ao mineral em quantidade abundante é o espinafre. Em um quantitativo de 100g do alimento, há a ingestão de 466mg de elemento potássico.

Esta alimentação é rica em ferro, porém é importante lembrar que se consiga a absorção desse nutriente é preciso consumi-lo com algum elemento que contenha a vitamina C, bem como a laranja.

Ingerir espinafre auxilia, ao mesmo tempo, na prevenção de tipos de câncer e patologias dos olhos, em virtude do carotenoide luteína que está presente.

Batata assada

Somente 100g da batata consegue oferecer 391mg do elemento potássico, transformando este um grande aligado para os hipertensos.

A batata é um dos alimentos que baixam a pressão e também se destaca por se tratar de um vegetal rico em carboidratos e não ser composto por tanta gordura. A alimentação é constituída também por elementos vitamínicos do complexo B e C.

Banana

Ainda que não seja a fonte essencial do elemento potássico, a banana é uma alimentação repleta da nutrição. Em 100g do fruto, há a possibilidade de alcançar 358mg do elemento potássico. Já o fundamento de que a fruta faz a prevenção de câimbras é um mero mito.

Ingerir muita água e fazer a reposição do sódio que se perde durante os exercícios físicos é o ato eficaz para que se evite incômodos. A banana age como calmante, promovendo o relaxamento muscular em estresse e proporcionando que os hormônios sejam liberados, e consequentemente gerando a sensação de bem estar.

Feijão preto

Caso necessite ingerir mais elementos potássicos, uma ótima opção é o feijão preto. A ingestão de 100g do feijão cozido disponibiliza 355mg de potássio. A ingestão de quantitativos de fibras, ferro, cálcio e fósforo também são fornecidos pelo alimento. Em combinação ao arroz, o prato tem o aumento do valor da nutrição. As substâncias de aminoácidos, que compõem os elemento proteicos, que podem faltar em um são disponíveis no outro.

Molho de tomate

O molho de tomate não só compactua com massa como trata-se de um alimento rico em potássio. Um componente com 100g disponibiliza 331mg do elemento mineral. Caso seja viável, faça a preparação do molho de maneira caseira, visto que os produtos industrializados são repletos de conservantes, sódio, açúcar e aromatizantes.

O molho de tomate também disponibiliza bons quantitativos de fitoquímico denominado de licopeno, que auxilia a prevenir determinados tipos do câncer, em virtude do potencial antioxidante.

Mamão papaia

O mamão é também uma ótima alternativa para a ingestão de potássio. Um pedaço de 100g disponibiliza 257mg da nutrição. O melhor modo de ingeri-lo é cru em momento da primeira alimentação do dia, tendo o acompanhamento da aveia ou de sementes de chia e linhaça.

O mamão é fonte de vitaminas C, licopeno e ainda disponibiliza enzimas denominadas papaína que ajuda a fazer a digestão.

Alimentos que baixam a pressão arterial na gravidez

Os motivos de pressão alta ao longo do período gestacional podem ter ligação aos alimentos inadequados ou uma placenta mal formada. Além dessa razão, o público feminino disponibiliza riscos maiores de ter a pressão alta no período de gravidez, ao passo que seja a primeira gravidez, maior de 35 anos, seja diabética ou obesa.

De modo geral, a pressão arterial permanece mais baixa em primeira metade do período gestacional, chegando ao normal ou possibilitando aumentar de maneira rápida na segunda metade do período de gravidez e mais próximo do nascimento do bebê.

Portanto, a gestante que for hipertensa, de modo principal posteriormente a 20 semanas gestacionais, deve procurar o obstetra de forma imediata.

A pressão alta em período de gravidez aparece, ao passo que a pressão arterial esteja acima de 140/90mmHg, geralmente, no público feminino que nunca teve elevação da pressão arterial, sendo possível provocar dores na barriga, nuca, visto embaçada ou corpo inchado.

Suco de Laranja

Para o tratamento da pressão alta em período gestacional, é importante fazer repousos ao longo do dia, ingerir de 2 a 3l de água por dia e realizar alimentos equilibrados com pouca quantidade de sal e poucos alimentos industrializados, bem como salgadinhos, embutidos e batata frita.

Ainda, outros fatores que auxiliam a diminuir a pressão alta em período gestacional fazem a inclusão de 1 suco de laranja ao dia, práticas de atividades físicas leves – caminhadas, hidroginásticas, yoga, duas a três vezes semanais, e beber apenas uma xícara de café ao dia.

Entretanto, nas situações em que a pressão não se reduz com cuidados, o especialista pode fazer a recomendação do tratamento com medicamentos para a pressão alta. Já nas situações de maior gravidade, a mulher em período de gravidez pode precisar deixar o trabalho ou permanecer em internamento em hospital, de modo a evitar que a eclampsia se desenvolva.

Como baixar a pressão arterial de forma natural?

Através da urina, o organismo promove a eliminação dos elementos que possibilitam a elevação de pressão arterial. É imprescindível fazer a redução da ingestão de sal, que atua na retenção de líquidos, e ingerir verduras e frutas que são fontes de magnésico, cálcio e potássio.

A metodologia antiga tradicional chinesa para a redução da pressão arterial em 5 minutos é uma das táticas para auxiliar os hipertensos.

A quantidade de indivíduos com diagnósticos de pressão alta tem tratamentos por medicamentos para a sua estabilização.

Entretanto, a medicina tradicional chinesa disponibiliza metodologias alternativas que podem fazer o controle de modo natural, assíduo e ao passo que haja o acompanhamento de costumes saudáveis.

De acordo com a atividade milenar, a estratégia tradicional tem eficácia em combate a pressão alta.

Pressão de pontos 1 e 2

A pressão dos pontos 1 , segue da região posterior ao lóbulo da orelha, até a parte central da clavícula – que é o ponto 2.

É preciso que se imagine que sobre estes pontos existe uma linha que une os dois pontos. Utilize as pontas dos dedos para fazer este caminho com uma pressão suave.

Faça a repetição do movimento por 10x e cada lado da região do pescoço.

Pressão do ponto 3

Posteriormente a massagem dos pontos de pressão 1 e 2, é preciso localizar o ponto que permanece na região de meio centímetro do lóbulo da orelha direcionado até o nariz.

Em seguida, é necessário fazer uma pressão suave com os dedos, realizando uma suave massagem em 1min, a cada lado.

De acordo com os cientistas, este é o tipo de estratégia que se baseia na interconexão de muitas áreas do corpo, por onde há a possibilidade de desfazer bloqueios da corrente sanguínea para a regulagem da pressão.

A fim de que os resultados dessa estratégia tenham efetividade, é essencial fazer a revisão dos costumes de vida e um aperfeiçoamento dos hábitos que não promovem contribuições para o aprimoramento da situação.

Chá para baixar a pressão

É muito relevante que se faça o acompanhamento especialista para compreender os graus de pressão arterial que se equilibram e, se houver a necessidade, tratar de forma correta o desequilíbrio.

Entretanto, em algumas situações, há a possibilidade de fazer uso de determinadas infusões como aligados no auxílio da redução da pressão, de maneira natural. É importante que esse auxílio das ervas seja realizado posteriormente a consulta médica. Veja as dicas de chás que podem baixar a pressão arterial de maneira imediata:

Alho

O alho é um alimento eficaz para combater a diversas patologias, auxiliando a redução dos graus do colesterol ruim, e tornando mais fortalecido o sistema de imunidade, além do controle da pressão e uma diversidade de benefícios. Para que se faça utilização do alho para esta finalidade, amasse um dente de alho e deixe ferver em água por 3min.

Posteriormente a isso, coe e beba a cada 12h.

       

Outro modo de utilização do alho é fazer o consumo, em jejum, de 2 colheres de alho picado.

Erva-cidreira

Por se tratar de um calmante natural, o elemento da erva-cidreira também pode ter o uso para reduzir a pressão arterial. O procedimento é muito simples: duas xícaras de água, 1 colher de erva-cidreira e uma colher de folhas do maracujá. Deixe que a mistura ferva, coe e beba.

Embaúba

Faça um chá com folhas secas de embaúba numa xícara de água. É preciso deixar descansando por 10min. Coe e tome a infusão por até 3x por dia.

Pepino

Colocar em liquidificar um pepino de tamanho médio, devidamente picado e sem casca, juntamente de 200mil de água. Posteriormente coe, adicione açúcar ou adoçante e tome um pouco antes das principais alimentações.

Mel

O mel tem ação calmante sobre os vasos de sangue. Em virtude disso, possibilita-se o seu uso para combater à pressão arterial. Há, ainda, a possibilidade de consumir o mel, diariamente, em jejum, ou em suco de manjericão, em quantitativos iguais, e beber anteriormente às alimentações.

Composto de ervas

Fazer uma mistura das folhas de bugre, chapéu de couro, abacateiro, sete sangrias e capim cidrão.

Em seguida, é necessário ferver 1l de água e fazer a inclusão de 2 colheres das ervas. Deixar que a bebida abafe por aproximadamente 10min e coar. Faça a ingestão do chá por até 3x ao dia.

Batata inglesa

A batata possibilita efetividade ao combate à pressão alta. Para isso, é possível separar a casca de cinco batatas e colocar em fervura por 20min. Após isso, coe e tome duas xícaras do líquido, ao longo do dia.

Camomila

De mesmo modo que a erva-cidreira, a camomila trata-se de um calmante natural e possibilita o auxílio da redução da pressão alta. Basta que ferva uma xícara de água junto de duas ou três colheres da camomila por 3min. Coe e beba.

Suco para baixar pressão

Algumas receitas de sucos são muito eficazes para reduzir a pressão que podem ter preparação em casa, de maneira fácil. Caso possua pressão baixa, ao contrário disso, é preciso evitar os sucos, porque podem gerar desmaios e tonturas. Os sucos têm indicação somente para hipertensos devidamente diagnosticados.

Suco de beterraba

Posteriormente a 23h da ingestão deste suco, é possível notar a redução da pressão arterial. A beterraba disponibiliza um elemento denominado nitrato, que tem responsabilidade pela regulagem da pressão. É possível tomar até dois copos de sucos ao dia.

Você vai precisar de:

1 beterraba;
1 laranja;
1 cenoura;
1 limão;
2 colheres de mel.

Como preparar?

Espremer o limão e a laranja; levar todos os elementos para o liquidificar até que se obtenha uma receita homogênea; adicionar e servir em conjunto de cubos de gelo.

Suco de limão

O suco de gengibre com limão é um ótimo diurético natural que auxilia a reduzir a pressão arterial.

Age como um vasodilatador que relaxa e dilata as artérias e veias, proporcionando que o sangue tenha um fluido melhor e com uma pressão menor. O suco pode ser consumido por aproximadamente 3x ao dia, entre o intervalo das alimentações.

Você precisará de:

3 limões;
1 copo de água;
1 dente de alho;
1 colher de gengibre;
mel a gosto.

Como preparar?

Espremer o suco de limão e passar o alho, juntamente do gengibre em aparelho triturador. Levar os elementos ao liquidificador; bater bem e utilizar o mel para adoçar a gosto.

Suco de pepino

O líquido é totalmente diurético e auxilia na dilatação dos vasos do organismo, proporcionando uma pressão reduzida.

Você precisará de:

½ pepino médio;
1 limão espremido;
250ml de água.

Como preparar?

Cortar o pepino com casca em pequenos cubos e levar ao liquidificador, bater com água junto do líquido do limão espremido. Beber sem coar.

Suco de alface

O alface é fonte de elementos calmantes que promovem a redução de insônia e estresse, aspectos que agem na contribuição em relação a pressão alta. A beterraba reduz a pressão das artérias, visto que é constituída por nitratos que elevam a dilatação de vasos e, de forma consequente, aprimoram o fluxo da corrente sanguínea. O potássio disponibilizado na laranja age na circulação que promove o equilíbrio da pressão arterial.

Você precisará de:

1 beterraba grande picada e descascada;
3 folhas de alface picadas e lavadas;
suco de laranja.

Como preparar?

Bater todos os elementos no liquidificador e beber coado. Caso queira adoçar, utilize adoçantes e coloque gelo.

Suco de Cereja

De acordo com estudos, o suco de cereja demonstra reduzir em até 7% da pressão arterial. Isso acontece em razão de altas concentrações de ácido fenólico, um elemento antioxidante natural que é presente na fruta denominada cereja e que auxilia o controle da pressão alta.

Você precisará de:

2 xícaras de cerejas médias;
250ml de água.

Como preparar?

Bater todos os elementos no liquidificador e servir com gelo.

Alimentos que aumentam a pressão

Para que se equilibre o sal que se concentra fora e dentro dos elementos celulares, o corpo acaba tendo a retenção maior da água. Desse modo, acontece uma elevação na quantidade do sangue em circulação, e também, da pressão arterial. Acompanhe alguns dos principais alimentos que colaboram para o aumento da pressão:

Nozes e alimentos oleaginosos

Nozes, avelãs e amêndoas são uma ótima fonte de elemento vitamínico B, uma nutrição indispensável para o manejo de uma pressão arterial com equilíbrio. Na ausência desse elemento, é possível que soframos com quedas de pressão, desmaios e tonturas. Desse mesmo modo, a ingestão dos alimentos mencionados com exagero, possibilitam uma elevação indesejada da pressão.

Salame e determinados frios

Salames, presuntos, salsichas, mortadelas e outros frios geralmente são fontes de sal e gorduras. Ao passo que um pequeno fragmento possa auxiliar ao restabelecimento do bem-estar de um indivíduo que tenha pressão baixa, de fato estes não são bons alimentos para eles.

Chá, café e refrigerantes

O café e os alimentos citados acima são compostos por cafeína que possibilitam a elevação da frequência cardíaca, desencadeando também o aumento da pressão arterial. São alimentos que energizam o organismo de forma potente. Aqueles que necessitam do controle da hipertensão não podem cometer abusos desses líquidos.

Chocolate

O chocolate é constituído por elementos denominados de teobromina, que é um estimulante em ação parecida à cafeína. Ingerir um ou dois pequenos pedaços de chocolate amargo é uma boa dica para energizar aqueles que têm pressão baixa. Entretanto, aqueles que sofrem de pressão alta não devem cometer exageros ao consumi-lo.

É importante ressaltar que os bons hábitos como práticas de atividades físicas, alimentação adequada, boas noites de sono e afins, proporcionam uma qualidade de vida aprimorada. Pessoas hipertensas devem atentar-se principalmente à alimentação para que se amenizem os problemas desencadeados pela pressão alta.

Recomendados Para Você:

       

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.