Um bom café da manhã ajuda na circulação

0

Você é daquele tipo de pessoa que acorda e sai de casa sem tomar café da manhã porque quer perder peso ou porque está com muita pressa? Então, aperte o botão do alerta agora mesmo!

Acredite, essa refeição é essencial para que você tenha uma vida saudável e “em forma”.

Abaixo os principais motivos para isso:

  • Tomar café da manhã é uma ótima maneira de fazer o metabolismo iniciar e acelerar. Estudos mostram que quem faz essa refeição corretamente fica mais alerta e preparado para os desafios do dia-a-dia;
  • O aumento do metabolismo decorrente do café da manhã é ótimo para ajudar a perder os quilinhos indesejados;
  • A primeira refeição do dia é um excelente momento para iniciar a ingestão diária de fibras (25g ou mais) que irão auxiliar o controle do colesterol e triglicérides.

“Por isso, planeje e invista o seu tempo em um bom café da manhã, pois os benefícios para a sua saúde vascular farão esta ação valer muito a pena. O seu coração irá agradecer”, indica o Dr. Daniel Benitti.

Dicas de alimentos para um bom e prático café da manhã:

  1. Aveia: farelo de aveia instantâneo com frutas e / ou nozes, leite desnatado ou leite de soja;
  2. Cereal: cereais prontos para comer com fibras e / ou nozes, leite desnatado ou leite de soja;
  3. Grãos: duas fatias de pão integral;
  4. Iogurte: um potinho de iogurte desnatado com 1% de frutas;
  5. Queijo Cottage: 100g de queijo (podendo ser consumido com tomatinho cereja);
  6. Ovo: um ovo, sem ser frito (cozido, mexido ou pochê);
  7. Frutas: a de sua preferência, lembrando que o mamão é uma boa pedida, por ser rico em fibras;
  8. Café: você pode tomar uma xícara, pois ele tem efeitos antioxidantes e propriedades anti-inflamatórias.

Conhece alguém que pula esta refeição?

Ajude-nos a divulgar esta informação!

 

Daniel Benitti

Dr Daniel Benitti 

cirurgião vascular, SP

site: www.ocirugiaovascular.com.br

Leia também:

Viajar com saúde

Saúde vascular no inverno

Alimentação para os mais idosos

Hipertensão: sintomas, tratamentos e causas

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.