DICAS PARA O IDOSO DEPENDENTE INGERIR ÁGUA

0 1.090

A água é extremamente importante para os processos de digestão, absorção e excreção. Desempenha um papel chave na estrutura e função do sistema circulatório. Ela mantém a temperatura corporal e atua como meio de transporte para os nutrientes e todas as substâncias corpóreas.

O organismo não possui condições de armazenamento da água. Portanto a quantidade perdida durante o dia deve ser reposta para manter a saúde e eficiência corpórea.

A reposição de água é feita pelo consumo da água pura, de alimentos ricos em água e de preparações que levam a água.

A sede é um sinal de que já passou da hora de se ingerir a água. Porém o idoso nem sempre nos informará que esta com sede, pois sua percepção esta bem diminuída…

Idosos desidratam-se facilmente. Não apenas porque possuem reserva hídrica menor, mas também porque percebem menos a falta de água em seu corpo.

Além disso, para a desidratação ser grave, eles não precisam de grandes perdas como: diarréias, vômitos ou exposição intensa ao sol. Basta o dia estar quente ou a umidade do ar baixar muito.

A desidratação no idoso causa confusão mental, fala desconexa, boca seca com conseqüente menor ingestão alimentar, lábios rachados, pele descamativa, olhos secos, infecção urinária, queda da pressão, aumento dos batimentos cardíacos e dor no peito.

Formas de se oferecer água aos idosos dependentes:

  • Ofereça meio copo de água assim que o idoso acordar.
  • Outro copo após o café da manhã.
  • Ao longo do dia pequenas doses de água. Para o idoso que rejeita água, ofereça em copinhos de 50 ml, como se fosse medicação.
  • Sempre que houver uma oportunidade ofereça água – após o banho, após a troca de fraldas, quando chegar uma visita (ai vale um copo para cada!)….
  • A água de coco é uma grande aliada! Ofereça em média 300 ml por dia.
  • Faça água aromatizada e intercale com a água pura. Existem vários ingredientes que podem ser misturados na água como: maçã e alecrim, laranja e hortelã, limão e capim cidreira, tangerina e cravo, entre vários outros! Experimente!!
  • Ofereça na temperatura ambiente ou levemente gelada – estimula o paladar.
  • Se necessário, coloque um canudinho no copo para auxiliar na ingestão da água.
  • Faça chup-chup de sucos naturais (minimamente adoçados) e ofereça ao idoso na época de calor.
  • Sirva chás naturais – evitando preto, verde e mate.
  • Ofereça sopas ou mingaus no horário da noite.
  • Sirva frutas ricas em água – melancia, melão, abacaxi, laranja, tangerina…

 

Quer escrever para Elizabeth Chiari? email: projeto@cuidadorfamiliar.com

beth

 

 

 

Elisabeth Chiari

Nutricionista  em Nutrição Geriátrica

 

       

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.