Cansaço Mental: Remédios, O que Fazer e Como Tratar

0 109

Qual é a pessoa que nunca sofreu de cansaço mental, pelo menos uma vez durante a sua vida? Trata-se de uma questão bem comum nos dias de hoje, onde vivemos sob uma constante pressão, frustrações e obrigações, que geralmente têm origem em problemas pessoais ou profissionais.

Se você se sente sempre cansado, desmotivado durante todo o dia e mesmo ao acordar e se esta condição persiste, é necessário reagir. Porque se o cansaço mental não for levado a sério, suas consequências podem ser graves.

É preciso ter em mente, em primeiro lugar, que não é possível continuar vivendo com esse cansaço pesando sobre nossas cabeças.

Pode ser tanto de origem emocional quanto física e independe de sexo, idade, raça, etc. E as consequências podem ser tanto psicológicas quanto físicas. E se não for tratada adequadamente, pode acarretar insônia, angústia, depressão, etc.

O cansaço mental não é uma doença em si, mas antes de tudo pode ser um sintoma de diferentes doenças. Em geral e infelizmente, as razões estão associadas à vida familiar, profissional ou social.

O problema é que pode começar a afetar o desempenho na escola, no trabalho e mesmo as relações pessoais com familiares e amigos.

Principais sintomas do cansaço mental

É preciso levar em consideração a presença de determinados sintomas antes de afirmarmos se a pessoas está ou não sofrendo de cansaço mental.

Veja alguns deles:

  • Cansaço contínuo;
  • Falha na memória;
  • Irritabilidade;
  • Desânimo;
  • Tristeza e angústia;
  • Falta de concentração e de atenção;
  • Má digestão;
  • Palpitações;
  • Ansiedade;
  • Baixa imunidade;
  • Diminuição do desejo sexual.

É no trabalho que se observa com muita frequência o cansaço mental. Ele se manifesta através da falta de concentração, dificuldade em concluir uma tarefa e uma multiplicação de erros.

E caso não tome o devido cuidado, as coisas podem começar a afetar sua vida social (família e amigos) assim como sua saúde.

Problemas emocionais também causa cansaço mental

Quando se é atingido por um estado de cansaço mental, você tem um menor controle sobre seus sentimentos, principalmente sobre seu lado emocional. E a partir do momento em que é impedido de controlar seus sentimentos, há uma tendência a acentuar as emoções. Nesse caso, este sintoma pode assemelhar-se à depressão ou à ansiedade.

Os efeitos desse cansaço não se limitam somente ao cérebro e podem desencadear uma série de sintomas físicos, como dor de cabeça, dor de estômago, perda de apetite e insônia.

Quando se está mentalmente cansado, é bem provável que se esteja esgotado. E isso acontece muitas vezes porque as pessoas têm uma tendência a assumir muitas coisas ao mesmo tempo.

Quando seu cérebro está cansado, não é surpresa alguma que sua memória comece a falhar. Se você perceber que está se esquecendo de coisas que normalmente não se esqueceria, isto pode indicar que você esteja mentalmente cansado.

As emoções e as pressões que sofremos diariamente podem causar entre outras coisas, estresse, ansiedade e um grande cansaço tanto físico quanto mental.

Quando já acorda sem energia, sem a mínima vontade mesmo de viver, sem motivação para enfrentar mais um dia de trabalho, a causa pode sim estar relacionada a uma causa emocional, como por exemplo, uma sobrecarga de trabalho.

E muitas vezes o estresse no trabalho pode ser um desencadeador da fadiga mental. E isso é muito frequente em determinadas profissões onde a pressão e a cobrança são constantes e podemos citar os policiais, professores e os médicos.

Cansaço mental e o sono

Está mais do que comprovado que durante o sono, o nosso corpo repõe as energias e precisamos delas para enfrentar o dia que está por vir.

E em muitas ocasiões estamos tão tensos e com tantas preocupações que nos impede de dormir e assim não conseguimos ter uma boa noite de sono.

Quando se sofre de cansaço mental, o sono é fracionado, cortado e algumas vezes pode vir acompanhado de pesadelos em razão de uma tensão psíquica acumulada.

Esta tensão leva a um sono difícil que leva à fadiga. O círculo vicioso mostra que o sono não é a solução a este cansaço. Para combater a fadiga, é necessário antes de tudo compreender a origem.

Mas especialistas afirmam que é fundamental que se tenha uma noite de sono de cerca de 8 horas. Na maioria das vezes, esse cansaço mental pode ser o resultado de poucas horas de sono ou devido a uma má qualidade do sono.

Segundo especialistas, a quantidade de sono necessária depende do cansaço físico e mental, da idade e das características genéticas de cada indivíduo.

Quem sofre de apneia do sono também pode apresentar um cansaço mental pois há uma interrupção constante do sono durante a noite.

Como tratar o cansaço mental

A melhor forma para evitar e curar o cansaço mental é fazer uma pausa, há a necessidade de descanso. Essa pausa é necessária para recarregar a energia e diminuir a tensão ou o estresse.

Este esgotamento mental provém de certas disfunções no seu modo de vida que pode facilmente melhorar ao adotar um ritmo regular assim como hábitos saudáveis e equilibrados e assim, esse cansaço mental será uma coisa que ficou para trás.

Na verdade, seu cérebro já não está conseguindo mais raciocinar, não vê solução para os seus problemas e precisa descansar.

Algumas vezes, recomenda-se o uso de alguns suplementos de vitaminas e minerais para melhorar ou mesmo acabar com o cansaço mental. Por outro lado, algumas pessoas que consumiram estimulantes naturais, como por exemplo, o guaraná em pó, perceberam que ficaram mais ativos e com um maior poder de concentração.

O que fazer em caso de cansaço mental

Muitas vezes, basta mudar seu estilo de vida que logo as coisas começam a melhorar, mas algumas coisas podem ser colocadas em prática e contribuirão bastante para sua melhora:

  • Relaxar;
  • Fazer exercícios físicos. Estudos mostram que um exercício simples, como caminhar, pode reduzir o cansaço em até 65%;
  • Estabeleça limites e não os ultrapasse: horários de trabalho, horas de sono, etc. Procure resolver um problema de cada vez;
  • Alimentação saudável, isto é, uma dieta equilibrada com a quantidade suficiente de nutrientes. Muitas vezes, uma dieta inadequada não nos fornece a energia que precisamos no nosso dia a dia;
  • Organize seu tempo: hora de dormir, hora de levantar, hora das refeições, etc;
  • No trabalho, o ideal é fazer pequenas pausas durante o dia pois isso relaxa o cérebro;
  • Tente não levar preocupações do trabalho para casa;
  • Durma o suficiente, pelo menos 8 horas por noite. Tente não ir para a cama sem sono, leia um pouco ou escute uma música. Isso pode ajudar a relaxar e levar a uma boa noite de sono;

Como você pode perceber, os exemplos acima são coisas simples da vida cotidiana. Essas simples mudanças no seu modo de vida são muito benéficas para sua saúde e para uma melhor qualidade de vida.

Por isso é muito importante fazer uma pausa na sua vida porque seu cérebro precisa descansar para funcionar melhor.

Outras terapias para cansaço mental

Pesquisas feitas demonstrando que algumas terapias não-convencionais têm sido adotadas para combater e prevenir o cansaço mental. Podemos citar entre essas terapias a ioga e através da qual há um aumento da rapidez do raciocínio e melhora a concentração.

Nos dias de hoje, a cada dia nos deparamos mais com jovens adultos com fadiga mental. E isso ocorre pois há uma mistura da vida profissional e pessoal, uma interferindo na outra constantemente.

Mas o que se deve levar em consideração é que precisa tomar cuidado para que essa fadiga mental não se transforme em exaustão e uma boa forma para evitá-la é saber lidar bem com os problemas.

Na verdade, situações estressantes estão presentes no dia a dia da maioria das pessoas e o importante é detectar até que ponto tais situações estão influenciando nas tarefas mais banais.

Como já foi dito, tentar livrar-se dos pensamentos que trazem mais tensão é uma excelente maneira de aliviar o cansaço mental assim como manter relações mais prazerosas.

Tudo o que você puder fazer para manter seu cérebro afastado de preocupações e situações que te deixam estressado ou ansioso, é o melhor a ser feito.

Dicas para vencer o cansaço mental

Como já foi dito, o cansaço mental está cada vez mais presente na nossa sociedade, podendo aparecer em diferentes faixas etárias e caracteriza-se por uma total desmotivação e desânimo e isso afeta até nossas atividades da vida cotidiana.

Antes de tudo, é necessário rever suas prioridades: a semana está sobrecarregada, a jornada de trabalho está muito longa, não dedica tempo ao lazer, à família… É muito importante ter um momento para si próprio, é preciso recarregar as baterias e o principal, descansar é fundamental.

Algumas medidas podem ser tomadas para enfrentar esse cansaço extremo. Veja só:

  • Dormir;

Na maioria das vezes, dormimos pouco e muito menos que o necessário para descansarmos realmente. É necessário adaptar suas noites ao tempo que você precisa. Quando chegar a vontade de dormir, não lute contra isto!

À noite, evite os alimentos que pesem sobre seu estômago. O ideal é uma refeição mais leve e jamais coma e vá direto dormir.

  • Deixar os problemas de lado;

Se possível, deixe as preocupações e os problemas que lhe atormentam do lado de fora do quarto.

  • Faça algum tipo de exercício

Escolha uma atividade física de que mais goste ou pratique um esporte, mas procure evitar atividades ou esportes muito violentos.

  • Comer bem;

Procure ter uma alimentação variada e equilibrada. Consuma muitas frutas, legumes e verduras. E não se esqueça que uma boa hidratação é primordial, isto é, beba pelo menos 2 litros de água diariamente.

Uma alimentação saudável fornece todos os nutrientes necessários para o bom funcionamento do organismo e alguns complementos alimentares podem lhe ajudar a reencontrar a forma.

  • Fazer uma pausa;

É muito importante, principalmente no trabalho, fazer uma pausa durante o dia. Programe-se e procure, de tempos em tempos, levantar-se, dar uma volta e assim vai poder relaxar.

  • Relaxar;

Procure relaxar o máximo que puder e aproveite as horas de lazer para isso. Tente fazer aulas de relaxamento, como a ioga e a meditação.

Remédios naturais para vencer o cansaço mental

É bom você saber que o cansaço pode desaparecer caso você descanse o suficiente e aliado a isso, o consumo de determinados alimentos.

Pode ser que você pense logo em comprar um energético ou algo parecido, mas existem alguns alimentos naturais que são muito benéficos para vencer esse cansaço excessivo. Veja alguns deles:

  • Chá de gengibre;

O gengibre age em processos inflamatórios e alivia muito as dores, principalmente as musculares. Devido às suas propriedades antioxidantes, ajuda na eliminação das toxinas do organismo e possui um efeito estimulante do sistema nervoso, ou seja, recarrega a energia.

E o chá de gengibre pode ser uma ótima opção e você pode beber até três xícaras de chá, todos os dias.

  • Aveia;

Por possuir carboidratos e muitas fibras, auxilia no aumento de energia e reduz bastante a sensação de cansaço. E sem falar que regulariza o sistema digestivo assim como o cardiovascular.

  • Vitamina de iogurte com banana;

Tanto a banana como iogurte possuem substâncias que melhoram muito o sono e uma vitamina de iogurte com banana. Possui muitas fibras, minerais e vitaminas e é excelente para melhorar tanto o cansaço físico quanto mental.

  • Suco de maçã, laranja e limão;

Pelo seu alto teor de vitamina C e fibra. Ajuda na eliminação das toxinas do organismo e assim melhora a saúde de uma forma geral.

  • Sementes de abóbora;

São ricas em proteínas, ômega 3, ácidos graxos, vitaminas do complexo B e alguns minerais, como por exemplo, o ferro, o fósforo e o magnésio.

As sementes de abóbora combatem o cansaço mental, pois possuem um alto teor de triptofano, um aminoácido que age diretamente na depressão e no estresse.

  • Chá de ginseng;

O ginseng possui um alto teor de vitaminas e minerais e se você puder consumir o chá de ginseng, vai sentir uma grande melhora na sua sensação de cansaço.

Existem muitas outras alternativas naturais que você pode fazer uso para vencer o seu cansaço mental e um dos pontos principais é reconhecer que está muito cansado mentalmente e buscar ajuda para superar tudo isso.

       

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.