Benefícios da Graviola: Contra o Câncer, Para Emagrecer e muito mais!

0 1.231

Antes de começar, seria interessante você saber o que é essa fruta, e assim conhecer os benefícios da graviola. É um fruto extraído de uma pequena árvore que mede menos de 7 metros.

A graviola está presente nas florestas tropicais da África, América do Sul e no sudoeste da Ásia. No Brasil, encontra-se na floresta amazônica, na região Norte e Nordeste do país.

Seu fruto é oval, verde escuro e pode medir até 30cm de comprimento. Sua casca é revestida por espinhas, oferecendo uma polpa comestível branca. É muito saborosa, com muitas fibras e contém sementes pretas, um tanto indigestas. É muito apreciado por seu sabor levemente ácido.

Na Bahia, é chamada também de curuaçu ou ata-de-lima. Em Minas Gerais, é conhecida como ata ou coração-de-rainha. Para você ter uma ideia, é muito nutritivo pois contém muitas vitaminas, minerais e proteínas.

Os benefícios da graviola para a saúde são enormes e cada vez mais a natureza nos surpreende. Suas propriedades benéficas são desconhecidas pela maioria das pessoas, principalmente aquelas atingidas pelo câncer.

O óleo essencial extraído das folhas e dos frutos verdes não possuem um odor agradável, mas se for misturado ao óleo de amêndoas ou de amendoim, é indicado em fricções em casos de nevralgias e reumatismos.

Segundo pesquisas, as folhas são prescritas para eliminar vermes intestinais e em forma de decocção para tratar abcessos.

Conheça os benefícios da graviola

A graviola é rica em vitamina C, minerais, fibras, proteínas, ferro, potássio, magnésio, cálcio, etc. É basicamente composta de água.

Funciona como um poderoso diurético, um excelente hipotensor e ainda um formidável regulador das funções do organismo.

De fato, ela é utilizada para purificar o fígado e para ajudar a manter o equilíbrio das taxas de açúcar do sangue. Por ser rica em potássio, ajuda a regular a circulação sanguínea e assim diminui a pressão arterial.

Os diabéticos também podem ser muito beneficiados com a fruta pela razão da graviola possuir um alto teor de fibras e estas auxiliam na absorção mais lenta do açúcar e isso ajuda a controlar as taxas de glicose do sangue. Mas é muito importante, verificar qual a quantidade e os horários mais recomendados para o seu consumo.

Por outro lado, pode também contribuir muito no tratamento dos distúrbios do sono, da depressão e do estresse.

A graviola é reconhecida por ajudar no fortalecimento dos ossos por ser uma fonte rica em cálcio e fósforo. Suas propriedades antimicrobianas são muito eficazes no tratamento das infecções bacterianas, fúngicas ou parasitárias.

Em relação ao sistema digestivo, a graviola ajuda na regulação intestinal e é um antiespasmódico bastante eficaz.

Veja outros benefícios da graviola:

  • Aliviar a dor da artrite;
  • Tratar algumas doenças de pele como o eczema;
  • Vasodilatador;
  • Protege as células;
  • Problemas de origem nervosa;
  • Reduzir a inflamação das articulações;
  • Descongestionante;
  • Inflamação das vias respiratórias;
  • Combate o envelhecimento precoce;
  • Combate à febre e a tosse;
  • Reduz o inchaço;
  • Previne a ansiedade e depressão por conter triptofano;
  • Melhora o humor;
  • Mata piolhos;
  • Combate as hemorroidas;
  • Combate as câimbras.

Malefícios da graviola

É muito importante antes de consumir a graviola, verificar se pode causar algum mal à sua saúde. E é necessário saber como consumi-la, pois, se for de uma maneira inadequada pode causar muitos prejuízos.

Como você já sabe, a fruta está sendo cada vez mais consumida, principalmente após pesquisas científicas terem comprovado suas propriedades medicinais em relação a várias partes do corpo.

  • Mal de Parkinson;

Estudos vêm sendo realizados para comprovar a eficácia da graviola no combate às células cancerosas, mas um estudo publicado pelo Memorial Sloan-Kettering Cancer Center relatou que os alcaloides presentes na graviola podem ocasionar disfunções e problemas degenerativos e isso pode provocar o desenvolvimento do Mal de Parkinson.

  • Pressão arterial baixa;

A graviola contém substâncias que podem atuar na dilatação dos vasos sanguíneos, logo, leva a uma redução da pressão arterial. É indicada para aquelas pessoas que sofrem de hipertensão arterial e aquelas que não apresentem tal problema, deve-se evitar o consumo.

  • Intoxicação;

Não se deve consumir em excesso em razão da casca da graviola conter anonine e anonaine, substâncias com alto teor de ácido cianídrico e por ser potencialmente venenoso, pode ocasionar intoxicações.

  • Náuseas;

Mais uma vez não deve ser ingerida de forma excessiva pois pode ocasionar náuseas, sedação e vômitos. O ideal é fazer o consumo de forma moderada.

  • Toxicidade;

O chá feito com suas folhas pode ocasionar intoxicações.

  • Interação medicamentosa;

Caso você esteja fazendo uso de determinados medicamentos como vasodilatadores, anti-hipertensivos, remédios depressores cardíacos, anti-depressivos e inibidores de MAO, deve tomar uma certa precaução pois a graviola pode aumentar ou mesmo reduzir o efeito de tais medicamentos.

  • Elimina bactérias boas;

Caso a ingestão seja de forma inadequada, pode matar bactérias ditas boas, principalmente aquelas indispensáveis ao nosso aparelho digestivo.

  • Aborto;

A graviola não é recomendada para mulheres grávidas porque suas substâncias podem estimular contrações uterinas e provocar o aborto.

Benefícios da graviola contra o câncer

Estudos vêm sendo feitos para comprovar a ligação da graviola com a cura de certos tipos de câncer, por exemplo, de mama, de próstata, do intestino, fígado e dos ovários.

Os pacientes com câncer sofrem com muitos problemas digestivos como a indigestão e a constipação, causados pelos fortes medicamentos da quimioterapia e esses incômodos podem ser naturalmente reduzidos pelo consumo de fibras, as quais estão presentes na graviola.

Outros estudos mostram que o produto químico presente na graviola é quase 10.000 vezes mais poderoso que o medicamento usado na quimioterapia e assim pode ser muito benéfica.

Os pacientes com câncer estão mais suscetíveis a infecções em razão de seu sistema imunológico debilitado e os benefícios da graviola neste aspecto são muito bons porque a vitamina C presente na graviola é uma vitamina antioxidante e ajuda a melhorar e fortalecer o sistema imunológico. Assim, ajuda a prevenir as infecções, como por exemplo, as urinárias.

Através do ferro, pode melhorar o número de glóbulos vermelhos do sangue assim como a contagem de plaquetas.

Acredita-se que o fruto da graviola em si, assim como suas folhas, cascas e raízes atuam diretamente sobre as células do nosso corpo, podendo destruir as células cancerígenas e isso sem causar efeitos colaterais, como a perda de peso, a perda de cabelos e náuseas. Esses sintomas são muito comuns em pacientes que se submetem à quimioterapia.

Geralmente, muito em razão do tratamento, os pacientes com câncer se sentem mais cansados e o consumo da graviola permite que eles se sintam mais fortes e com mais energia.

Por ter na sua composição componentes químicos chamados acetogeninas, pode reduzir ou até mesmo parar o crescimento de células mais propensas a se tornarem cancerosas. E ao mesmo tempo, permite o crescimento normal das células saudáveis.

A graviola e o emagrecimento

Outros benefícios da graviola referem-se ao processo de emagrecimento. Isso em razão do alto teor de fibras contido na fruta, provocando uma sensação de maior saciedade. Como já é sabido, as fibras retêm água no interior do sistema digestivo e assim ajuda a controlar o apetite.

Nos dias de hoje, cada vez mais as pessoas buscam por métodos mais naturais para auxiliar no processo de emagrecimento e a graviola está sendo muito usada.

E a partir do momento que a pessoa se sente satisfeita, come menos durante as refeições e consequentemente reduz a quantidade de calorias e isso facilita a perda de peso.

Caso seu objetivo seja emagrecer, a graviola pode ser uma ótima aliada. Cada 100g de fruta possui em torno de 62 calorias e se compararmos a outros alimentos, é pouco calórica.

Na verdade, muitos pensam que somente integrar a graviola à sua alimentação vai gerar uma perda de peso, mas a graviola sozinha não faz milagre. É importante ter uma dieta balanceada e praticar exercícios regularmente.

Seja qual for a parte da graviola, tenha em mente que seja in natura, seu suco, chá ou cápsulas, a graviola é um fator que contribui muito se seu objetivo é emagrecer.

Na verdade, o chá de graviola é o meio mais rápido e fácil para ajudar no emagrecimento. Muito fácil de ser feito: basta colocar de 6 a 10 folhas em 1 litro e água fervente e esperar cerca de 15 minutos. Depois, pode tomar em uma temperatura um pouco mais quente ou pode levar à geladeira e tomá-lo por todo o dia.

Benefícios do suco de graviola

Os sucos estão entre outros benefícios da graviola e são recomendados em casos de insônia, de depressão e problemas de origem nervosa.

Seu efeito antidepressivo se deve ao fato de sua capacidade de estimular os receptores de serotonina do cérebro.

E como é rica em vitamina C, facilita a absorção do ferro como também facilita a eliminação das toxinas do corpo e com isso a pele torna-se mais saudável.

Muitas pessoas com problemas hepáticos fazem uso do suco de graviola. Acredita-se que pode reduzir a inflamação da uretra e logo, pode reduzir os sintomas relacionados à dor no momento de urinar.

A graviola é uma fruta típica das florestas tropicais e por ser muito rica em vitaminas C. B1 e B2, minerais como o magnésio, o potássio, o ferro e o cobre, fortalece o nosso corpo de uma forma geral.

Como contém muitas fibras, estimula o metabolismo, ou seja, acelera o processo de digestão.

A maioria das pessoas têm se aproveitado de suas propriedades para preparar deliciosos sucos ou outros tipos de bebidas.

Veja agora os benefícios do suco de graviola:

  • Ajuda na prevenção do câncer;

Estudos comprovam que o suco de graviola ajuda na prevenção do câncer, principalmente o câncer de mama, do cólon, da próstata e dos pulmões.

  • Ação antioxidante;

Auxilia na eliminação de toxinas que provocam doenças, entre elas, o câncer.

  • Ajuda no emagrecimento

Como contém poucas calorias é um aliado no processo de emagrecimento e pelo seu alto teor de fibras, provoca a sensação de saciedade.

  • Anti-envelhecimento;

Por conter vitamina B1, ajuda na regulação da circulação assim como da pressão arterial. E a vitamina B2 encontrada na graviola, aumenta os níveis de energia do corpo que são necessários para o bom funcionamento do sistema nervoso e para a saúde do coração.

A vitamina C presente funciona como um antioxidante potente e assim retarda o envelhecimento.

  • Prevenção da gripe;

Como já foi dito que a graviola possui um alto teor de vitamina C, ajuda na prevenção de gripes e resfriados. O sistema imunológico é fortalecido e assim aumenta as defesas do organismo contra vírus e bactérias.

  • Fortalecimento dos ossos;

Devido à presença de cálcio e fósforo contribui para a prevenção da osteoporose além de fortalecer os ossos e dentes.

  • Menopausa;

É muito recomendado o uso da graviola para mulheres no período da menopausa pois há uma perda da densidade óssea ocasionada pela redução do estrogênio.

  • Saúde do fígado;

Auxilia no bom funcionamento do fígado e da vesícula biliar, contribuindo no processo de digestão das gorduras.

  • Diabéticos;

O suco de graviola é indicado para os que sofrem de diabetes pois fornece as calorias necessárias sem provocar uma alteração nos níveis de açúcar no sangue, ajudando assim a estabilizar os picos de glicose.

  • Regulação do sistema digestivo;

Como contém muitas fibras, a graviola regula a flora intestinal e ajuda bastante em quem sofre de prisão de ventre.

  • Melhor qualidade de sono;

O suco de graviola é um ótimo indutor do sono e como funciona como um sedativo natural, auxilia no relaxamento de pessoas com ansiedade ou estresse.

  • Aumento nos níveis de energia;

Devido ao seu alto teor de frutose, isto é, o açúcar natural das frutas, fornece a energia necessária tanto na parte física quanto na mental.

Na maioria das vezes, é recomendado seu uso pela manhã a fim de estabelecer bons níveis de energia para todo o dia.

Chá de graviola

Outros benefícios da graviola podem ser vistos através da ingestão do seu chá. O chá ou a infusão de graviola pode trazer muitos benefícios para a saúde. O chá pode ser feito a partir do extrato das folhas, cascas e raízes. Veja alguns deles:

  • Artrite;
  • Insônia;
  • Hipertensão arterial;
  • Emagrecimento;
  • Diabetes;
  • Diarreia;
  • Gripe;
  • Enxaqueca;
  • Constipação;
  • Depressão;
  • Diabetes;
  • Câncer.

Esses são apenas alguns dos benefícios do chá de graviola e é claro que antes de começar seu consumo, o ideal é consultar seu médico.

O chá de graviola deve ser feito através da infusão das folhas deixadas em descanso por 10 minutos. Recomenda-se coar a bebida e pode ser adoçada com mel ou tomada ao natural.

Um cuidado a se tomar é que o seu consumo não deve ultrapassar 3 xícaras de chá por dia e não deve ser guardada de um dia para o outro. O ideal é tomar no mesmo dia a fim de preservar todas as suas propriedades.

Contraindicações do chá de graviola

O chá de graviola é contraindicado nos seguintes casos:

  • Pessoas com caxumba;
  • Pessoas com afta ou ferimentos na boca devido à sua acidez;
  • Gestantes – risco de aborto;
  • Mulheres que estejam amamentando;
  • Hipotensivos devem ter mais cuidado por suas propriedades sedativas e relaxantes;
  • Hipertensivos devem consultar seu médico por poder interagir com outros medicamentos.

Alguns estudos indicam que pacientes que sofram de Mal de Parkinson ou outra doença degenerativa das células nervosas, deviam evitar seu consumo.

Como comer a fruta

Para aproveitar todos os benefícios da graviola, ela pode ser consumida de diversas formas. O sabor doce permite consumi-la in natura, sem acrescentar açúcar. O recomendado é consumir ½ unidade diariamente.

Pode também ser adicionada à salada de frutas, sucos ou sorvetes. Na maioria das vezes, deve-se evitar ingerir suas sementes por serem muito indigestas. Pode-se também comer como legume, cozidos, assados no forno ou fritos em fatias.

Depois de maduros, a polpa tem um aroma muito agradável, uma mistura de pera e maçã e o sabor, um pouco ácido, lembra o cheiro do abacaxi e do morango. Muito utilizada também na fabricação de geleias e marmeladas.

Graviola em cápsulas

Outra forma de aproveitar os benefícios da graviola, é consumindo ela em capsulas. Nos dias de hoje, há a opção de encontrar o extrato da graviola sob forma de cápsulas, sem que haja perda de nutrientes.

Como é extraída da própria fruta, seu teor de concentração é bem alto. O ideal é perguntar antes ao seu médico para verificar se você pode ou não tomar.

A graviola é um excelente antioxidante pois é rica em polifenóis, saponinas e flavonoides. Tais antioxidantes inibem os danos causados pelos radicais livres e previnem os primeiros sinais de envelhecimento como rugas e pigmentação.

A graviola em cápsulas é uma outra ótima opção para emagrecer e uma das vantagens é que como o produto já está pronto, seu consumo é bem mais fácil.

Veja algumas indicações da graviola em cápsulas:

  • Fortifica e protege o sistema imunológico;
  • Rica em vitamina B e c;
  • Auxilia na digestão;
  • Tosse;
  • Resfriado e gripe;
  • Anticancerígeno;
  • Antirreumático;
  • Antibacteriano;
  • Doenças da pele;
  • Diminuição da pressão arterial;
  • Antioxidante;
  • Previne infecções virais;
  • Estimula a produção de colágeno;
  • Regula o nível de açúcar no sangue, prevenindo o diabetes;
  • Diurético, eliminando o inchaço devido à retenção de líquidos.

Efeitos colaterais da graviola em cápsula

A graviola em cápsulas pode ocasionar como efeitos colaterais a queda da pressão arterial e qualquer sintoma que considerar anormal, é aconselhável consultar um médico.

É fundamental ler a bula antes do consumo pois talvez o indivíduo possa ter hipersensibilidade a algum componente da fórmula e deve-se procurar uma orientação médica antes de iniciar o tratamento.

As contraindicações para o uso da graviola em cápsulas são as mesmas do consumo da graviola em si, mas vale repetir:

  • Indivíduos com caxumba;
  • Mulheres grávidas ou que estejam amamentando;
  • Pacientes com hipotensão;
  • Crianças;
  • Pessoas com aftas ou ferimentos na boca;
  • Em combinação com CoQ10 e outros suplementos que aumentam a ATP celular, pois a graviola age como inibidor de ATP;

Todos os benefícios da graviola podem ser aproveitados ao máximo, desde que haja cuidado no consumo. Também é importante sempre estar com os exames em dia, para saber se há risco ou não no consumo da graviola.

       

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.