Benefícios da Atividade Física – Idosos e Adolescência

0 200

Independentemente da idade, os benefícios da atividade física para a saúde são inúmeros e sem contar os efeitos psicológicos que tais atividades proporcionam.

Nos dias hoje, pode-se observar um aumento do sedentarismo e junto a isso um consumo maior de alimentos mais calóricos e com poucos nutrientes. Em virtude disso, tem-se visto um aumento no número de doenças surgindo cada vez mais cedo e consequentemente uma piora na qualidade de vida da população.

Na verdade, a medicina está muito evoluída quanto ao tratamento de doenças e assim as pessoas estão vivendo mais, mas o que é necessário levar em consideração é possibilitar as pessoas a terem melhores condições para enfrentarem possíveis problemas de saúde e através de atividades físicas, isso é possível.

Pesquisas indicam que a saúde e a qualidade de vida melhoram de forma significativa quando a população sedentária adota um modo de vida mais ativo.

Alguns estudos recentes mostram que a atividade física não precisa ser intensa para ter os efeitos cardiovasculares positivos e que a quantidade de energia gasta e a regularidade são provavelmente mais importantes que a intensidade.

Benefícios da atividade física para idosos

Médicos confirmam que os benefícios da atividade física são enormes, pois pode melhorar todos os parâmetros da saúde: a taxa de colesterol, a glicemia, a pressão arterial, riscos de diabetes, prevenção a alguns tipos de câncer e a saúde mental.

Os idosos poderão reencontrar quase a metade de sua capacidade perdida pelos anos de sedentarismo. E a inatividade desencadeia um aumento do número de quedas, doenças e mortes prematuras.

A partir dos 50 anos, a massa muscular e a força diminuem de 40 a 50%, logo, é necessário algum tipo de exercício para fortalecimento.

As atividades físicas contribuem para a sua independência funcional, sua mobilidade, seu equilíbrio, a integridade de seus ossos, o bem-estar físico de psicológico.

A prática de uma atividade física contribui para a manutenção da função muscular necessária à mobilidade e às capacidades de realizar tarefas do dia a dia.

Prevenção de doenças cardiovasculares 

A atividade física pode reduzir pela metade os riscos de morte em razão de uma doença cardiovascular. Ela melhora a circulação sanguínea, pode reduzir a hipertensão arterial, aumenta a taxa do dito bom colesterol e torna o coração mais resistente.

Quando se pratica uma atividade física, os músculos precisam de mais oxigênio para trabalhar, logo, o coração começa a trabalhar mais para atender a isso.

Estudos científicos comprovam diversos benefícios da atividade física e, por exemplo, homens que fazem, em média, cerca de 4 a 5 aulas de exercícios físicos de 30 minutos por semana, reduziram em mais de 50% seu risco de morte súbita.

Benefícios da atividade física sobre o sistema respiratório

 Ao praticar uma atividade física, o idoso melhora suas capacidades respiratórias, proporcionando uma boa oxigenação nos pulmões e brônquios.

Benefícios da atividade física sobre o Diabetes

 Os exercícios físicos regulares previnem o diabetes e melhora bastante aqueles que já sofrem desta doença metabólica.

A falta de atividade física pode crescer o risco de desenvolvimento de diabetes tipo 2, pois através da prática de exercícios há um maior controle dos níveis de açúcar no sangue.

Ao reduzir o peso, aumenta a tendência das células musculares a reagir à insulina e a absorver o excesso de açúcar no sangue.

Para os diabéticos do tipo 1, é recomendado escolher atividades de intensidade moderada e que não durem muito tempo. E devem ter o cuidado de verificar sua taxa de glicose antes, durante e após o treino.

Lembrando que a atividade física pode fazer parte do tratamento mas, ao mesmo tempo, é necessário ter uma alimentação saudável e equilibrada.

Efeitos benéficos sobre o sono

 Os benefícios da atividade física em idosos podem representar um importante papel na prevenção e no tratamento de problemas relacionados ao sono.

A prática de exercícios físicos contribui para a regulação do sono e no combate à insônia, problema bem comum entre os idosos.

Benefícios da atividade física na redução do risco de obesidade

 O gasto de energia durante a atividade física aumenta o metabolismo basal, massa muscular e proporciona um autoconsumo das gorduras do corpo e uma perda de peso mais rápida.

Para as pessoas obesas, é importante escolher bem qual tipo de atividade a fim de evitar problemas nas articulações, músculos e ossos.

Redução do risco de câncer

Muitos estudos sugerem que a atividade física pode ajudar na prevenção do câncer. Os indivíduos que praticam uma atividade física regular tem uma redução na mortalidade em razão do câncer do que aqueles que são sedentários.

Os benefícios da atividade física podem estar ligados à sua atividade sobre a imunidade, sobre as defesas anti-oxidantes, sobre o equilíbrio hormonal e energético.

Assim, protege contra alguns tipos de câncer, em particular, o câncer de mama nas mulheres, o de próstata nos homens e o do cólon em ambos os sexos.

Além disso, a atividade física permite também os pacientes que têm câncer de conservar uma boa condição física, principalmente no que se refere à massa muscular e pode representar um papel positivo em relação à resistência a alguns tratamentos e no processo de cura.

Artrite

É uma doença inflamatória degenerativa cujas causas ainda não são claramente identificadas. Aparece principalmente entre 35 e 45 anos, e atinge mais as mulheres.

Basicamente, consiste em uma degeneração  da cartilagem que envolve as extremidades do osso e pode provocar uma inflamação crônica, capaz de destruir toda a cartilagem.

A prática regular de atividades físicas é essencial na manutenção da força dos músculos e no bom funcionamento das articulações.

Muitos idosos apresentam artrite e outras formas de reumatismo e através de exercícios físicos, podem melhorar bastante esta condição.

Osteoporose

A osteoporose atinge uma grande parte dos idosos, principalmente as mulheres. E, através de exercícios físicos regulares pode-se prevenir dos riscos de fratura no colo do fêmur nos idosos.

A atividade física desenvolve os músculos, tendões e os ligamentos, consolidando os ossos. Os benefícios da atividade física refletem na melhora da densidade óssea no período da menopausa. A musculação é bem indicada pois ajuda a prevenir a perda da densidade óssea, ligada ao envelhecimento.

Asma

A atividade física pode melhorar o estado geral de pessoas asmáticas, principalmente pelo aumento da tolerância ao esforço.

Saúde mental

Para começar, a saúde mental refere-se ao estado da saúde geral do individuo e é fundamental porque é ela quem determina o comportamento, a percepção, a maneira de pensar, de se comunicar e de compreensão.

Para se ter uma ideia, uma pessoa que tenha uma saúde mental deficiente pode ter dificuldade de funcionar como um todo, até mesmo impedi-la de executar simples tarefas.

Os benefícios da atividade física influenciam diretamente o bem-estar psicológico, o estresse, reduz a ansiedade, melhora a atividade mental e melhora o sono.

O declínio das capacidades físicas contribui para o aparecimento de um estado depressivo com o avanço da idade, logo, as atividades físicas podem favorecer um bem-estar psicológico em idosos.

Nos idosos, a atividade física poderá ajudar a reduzir o risco do aparecimento de demências e o Mal de Alzheimer.

Qual deve ser a frequência das atividades físicas em idosos

Segundo a Organização Mundial de Saúde, para os idosos de 65 anos ou mais, a atividade física engloba principalmente o lazer, o deslocamento, as atividades profissionais, as tarefas domésticas, os esportes, em um contexto familiar ou comunitário.

A OMS recomenda que os idosos pratiquem ao menos, ao longo da semana, 150 minutos de atividade de resistência de intensidade moderada ou ao menos 75 minutos de outra atividade.

Os exercícios de fortalecimento muscular deveriam ser praticados ao menos dois dias na semana. Continuar a praticar uma atividade física após os 65 anos é importantíssimo para a saúde geral.

Os idosos que tenham alguma dificuldade de mobilidade deveriam praticar pelo menos 3 vezes por semana com o objetivo de melhorar o equilíbrio e evitar as quedas.

É claro que a qualquer idade uma atividade física regular é importante porque melhora a saúde, prolonga a vida e proporciona autonomia.

A falta de atividade física em idosos é uma das principais causas de doenças porque enfraquece o coração e os pulmões. Considera-se que os idosos estão entre os mais sedentários na população mundial.

Cuidados antes de começar uma atividade física

Como já foi dito, a autonomia dos idosos tende a diminuir com a idade e os riscos de quedas são frequentes. Agora, antes de começar a praticar qualquer exercício físico, o idoso deve conhecer bem e levar em consideração suas capacidades.

É muito importante consultar um médico, a fim de verificar qual atividade física é a mais aconselhada, de acordo com a idade, ao estado de saúde, etc.

Vai ser examinado, por exemplo, se existem fatores de risco, o histórico médico, etc. Depois de uma análise detalhada que se é possível indicar qual é a melhor atividade física a fazer.

O ideal é começar com um treinamento leve e aos poucos ir aumentando, mantendo a regularidade e evitar esforços muito intensos para não comprometer outras funções.

É muito importante estar vestido adequadamente e sem se esquecer de beber água diariamente, pois a desidratação é bem comum em idosos.

Quais atividades recomendadas para os idosos

  • Caminhada;
  • Hidroginástica;
  • Dança;
  • Ioga;
  • Ginástica;
  • Tai Chi Chuan.

A caminhada é a atividade física a mais simples e a mais praticada pelos idosos. É mais que comprovado que a atividade física previne uma série de doenças ligadas ao envelhecimento.

Além disso, os benefícios da atividade física produzem nos idosos, aumentando a longevidade, retarda a dependência e melhora a qualidade de vida.

Agora, os programas de atividades físicas devem ser adaptados às suas capacidades e sem se esquecer de manter uma alimentação balanceada e saudável.

Atividades físicas em adolescentes

As atividades físicas de uma forma geral devem ser praticadas desde cedo e para crianças e adolescentes, as atividades físicas englobam os esportes, os jogos, as tarefas cotidianas, as atividades recreativas, a educação física, etc.

E nessa fase é muito importante em razão de ser a idade onde pode-se observar mudanças no corpo dos jovens, principalmente mudanças emocionais.

Tem se visto cada vez mais casos de depressão na adolescência muito pelas transições que estão ocorrendo e pela pressão que sofrem seja em casa, seja na escola. E adolescentes que praticam atividades físicas regularmente possuem uma tendência bem menor de apresentarem estados depressivos.

Vale lembrar que os benefícios das atividades físicas vistos na adolescência não perduram até a idade adulta se a prática não for mantida.

Por isso, é de fundamental importância o incentivo dos pais, mostrando aos seus filhos que quanto mais se exercitarem e terem hábitos mais saudáveis, será melhor para eles.

Segundo a OMS, os adolescentes deveriam praticar pelo menos 60 minutos de uma atividade física de intensidade moderada.

As atividades que fortalecem o sistema muscular e os ossos, deveriam ser incorporadas pelo menos 3 vezes por semana.

Benefícios da atividade física em adolescentes

 Uma atividade física regular ajuda o adolescente a:

  • Desenvolver a locomoção (ossos, músculos e articulações);
  • Desenvolver o sistema cardiovascular (coração e pulmões);
  • Desenvolver uma consciência neuromuscular (coordenação e controle dos movimentos);
  • Melhorar o sistema imunológico;
  • Melhorar os tônus muscular;
  • Estar em melhor forma física e mental;
  • Manter o peso.

Além disso, os benefícios das atividades físicas no que diz respeito ao lado psicológico dos adolescentes são enormes porque permitem aos adolescentes superarem a ansiedade e a depressão.

E sem falar que propicia o desenvolvimento social, pois vai encontrar outros adolescentes e fazer novas amizades, melhorando assim a confiança em si mesmo e a integração social.

Quais atividades mais recomendadas para adolescentes

  • Esportes coletivos;
  • Natação;
  • Tênis;
  • Corrida;
  • Dança;
  • Artes marciais;
  • Musculação.

Os adolescentes que optam por exercícios físicos adotam comportamentos mais saudáveis, como não fumar, não ingerir álcool e drogas.

A partir do momento em que os adolescentes integram uma atividade física à sua rotina diária, isso lhes fornece bons hábitos que talvez conservem por toda suas vidas.

Acontece que no decorrer dos anos, o nível de atividade física diminuiu bastante em razão de muitos estilos de vida mais confortáveis, como elevadores, televisão, vídeo-games, etc, e isso fez com que aumentasse o sedentarismo. Esse é um dos fatores que está ligado ao risco da obesidade, conjuntamente com uma má alimentação.

Por isso, os adolescentes deveriam dedicar mais tempo às atividades físicas do que ficar na frente de uma televisão jogando vídeo-game.

As crianças não atingem a puberdade na mesma idade mas de uma forma geral, estão prontas para praticar esportes de equipe e começar um treinamento muscular supervisionado com pesos leves.

Os benefícios das atividades físicas na adolescência estão ligados a uma boa resistência cardiorrespiratória e isso provoca a baixa da pressão arterial e do colesterol ruim, protegendo os vasos sanguíneos e assim reduz o risco de problemas cardíacos.

A prática regular de atividades físicas na adolescência contribui para o fortalecimento dos músculos e isto  irá prevenir as quedas em uma idade mais avançada.

O ideal é que as atividades físicas praticadas pelos adolescentes sejam divertidas e compartilhadas com amigos.

Praticar atividades físicas é essencial

Os benefícios das atividades físicas sobre a ansiedade são enormes, não importa qual seja o exercício praticado. O prazer associado à atividade é grande, logo, melhores serão os benefícios para o bem-estar psicológico.

Uma atividade física ou um esporte pode ter uma influência sobre a imagem e a autoestima. O fato de estar ativo, ajuda o adolescente a ter uma boa imagem de si mesmo.

Na verdade, qualquer atividade física praticada desde cedo verá seus benefícios na idade adulta. Temos visto como os casos de obesidade têm crescido em todo o mundo e através dos exercícios físicos consegue ter um controle no peso, diminuindo o nível de gordura e colesterol e por sua vez, aumentando o fortalecimento ósseo e muscular.

Geralmente, os adolescentes tendem a comer mais e se não houver a prática de exercícios, pode provocar uma obesidade e com o tempo, fica mais difícil de perder o excesso de peso obtido.

É fundamental que qualquer adolescente antes de iniciar qualquer atividade física, consulte um médico para fazer uma avaliação. Como estão em fase de crescimento, é necessário que o exercício físico seja adequado ao seu biótipo, por exemplo, para evitar problemas futuros como lesões.

Dedique um tempo a sua saúde

Então, como já foi dito, os benefícios das atividades físicas são muito importantes, não importa a idade, sexo ou raça. Independentemente de qual atividade física for feita, o ideal é manter sua regularidade, pelo menos 3 vezes por semana.

Por exemplo, uma caminhada de 30 minutos todos os dias contribui bastante para o bem-estar físico e mental.

De fato, todos os benefícios das atividades físicas citados em relação aos idosos se encaixam perfeitamente nos adolescentes.

Apesar das atividades não serem as mesmas, os benefícios são. Se houver a prática desde cedo, isto irá prevenir uma série de problemas na idade adulta e na terceira idade.

Está comprovado que uma atividade física regular aumenta a expectativa de vida pois reduz os riscos de doenças e problemas de saúde e melhora a qualidade de vida.

O mais recomendado, tanto para idosos quanto para adolescentes é que comecem uma prática de exercícios lentamente. Assim, o corpo vai se habituando e progressivamente vai aumentando a intensidade dos exercícios.

Vale ressaltar que os riscos para a saúde, tanto para os idosos como para os adolescentes, de uma atividade física são minimizados quando se adotam determinadas precauções, um acompanhamento médico e a escolha de uma atividade de acordo com as capacidades de cada pessoa.

       

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.